Bengals jogam o suficiente para derrotarem os Texans em Houston

Dalton teve espaço e tempo o jogo inteiro.

Dalton teve espaço e tempo o jogo inteiro

Jogando mais uma vez de maneira eficiente, sem muito show, o Cincinnati Bengals derrotou o Houston Texans por 22 a 13, no último domingo, 23. A eficiência tem sido marca registrada de Marvin Lewis e seus comandados. A vitória mantém o time com a liderança na divisão AFC North, enquanto os Texans seguem em busca de uma vaga nos playoffs. Destaque da partida vai para o WR A. J. Green, que somou 121 jardas aéreas, mas não podemos esquecer do calouro RB Jeremy Hill, que vem em temporada iluminada.

-> CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DA TEMPORADA 2014
-> VEJA OS PRÓXIMOS JOGOS DO SEU TIME

A eficiência que os Bengals impõem em seus jogos é devastadora. Não tem sido um time de muito show, mas sim de vitórias táticas. Foi assim mais uma vez contra os Texans. A primeira pontuação veio com o WR Mohamed Sanu agarrando passe do QB Andy Dalton para touchdown. No início do segundo quarto, Cincy arrisca uma 4ª descida para o goal na linha de uma jarda e falha. Mas a defesa derrubaria o RB novato Alfred Blue (substituindo Arian Foster lesionado) dentro da end zone, na jogada seguinte, através do DT Geno Atkins. Houston ainda pontuou antes de ir para o intervalo, com FG do kicker Randy Bullock.

Green tem o melhor número de jardas conquistadas por recepção do time.

Green voltou a ser decisivo  contra os Texans

No segundo tempo, na primeira tentativa de passe do QB Ryan Mallett ele é interceptado pelo LB Rey Maualuga e o turnover vira TD corrido de Hill (que vem sendo um dos bons calouros da temporada). Na outra posse de Cincinnati, quem seria interceptado agora era Dalton, que ainda foi retornado para touchdown pelo CB Jonathan Joseph. Antes do último período começar, Bullock acerta o “Y” deixando a partida com uma posse de diferença. Porém, os Bengals não pareciam dispostos a deixar o jogo ter emoção. O K Mike Nugent e a defesa mantiveram a vitória nas mãos da franquia, que segue jogando o suficiente para conseguir triunfos.

É também muito válido dar bastante crédito para a linha ofensiva de Cincinnati, que montou um verdadeiro paredão e manteve as mãos do perigoso DE J. J. Watt longe do seu quarterback, que sempre teve um pocket limpo para realizar jogadas em profundidade, além do conhecido West Coast offense.

Os próximos duelos das duas equipes são no domingo dia 30. Os Texans permanecem em casa e recebem os Titans. Enquanto os Bengals seguem em viagem, que até agora tem sido bastante lucrativa, agora indo para Tampa Bay, enfrentam os Buccaneers.

Comentários