Broncos não tomam conhecimento dos Raiders e folgam na primeira semana

O jogo deste domingo valia para Oakland a honra de vencer ao menos um jogo fora de seus domínios. Para os Broncos, estava em jogo o descanso na primeira rodada dos playoffs e se perdesse, ficaria a mercê do resultado de Cincinnati e Pittsburgh. Com muito mais para valer, os Brocos venceram por 47 a 14, no Sports Authority Field at Mile High, e confirmou a bye week na semana de Wild Card dos playoffs.

Anderson e Manning estraçalharam a defesa dos Raiders

Anderson e Manning estraçalharam a defesa dos Raiders

A primeira posse de bola foi dos Raiders, mas Derek Carr falhou em encontrar seus recebedores e a jogo corrido também não começou funcionando, forçando o punt de Marquette King, que acabou virando um field goal de Connor Barth para 49 jardas. King teve de trabalhar mais uma vez para os Raiders no primeiro tempo, devolvendo a bola para o retorno de Wes Welker, que deixou Denver próximo a linha do meio do campo. Com um passe para Emanuel Sanders e outro, longo, para Demaryius Thomas, Peyton Manning deixou a defesa de Oakland paralisada, quando entregou a bola para C.J. Anderson correr pelo meio para 11 jardas e 6 pontos, deixando o jogo em 10 a 0 antes do fim do primeiro quarto. O homem que mais trabalhou nos Raiders o jogo todo, o camisa 7 voltou a campo para puntear a bola de volta para Denver, após mais uma jogada mal sucedida de Oakland. E foi o momento de Peyton Manning errar, deixando a bola solta após o Snap e Keith McGill pelos Raiders recupera na linha de 18 e vai para o TD. Quase dando alguma esperança para a nação Silver and Black, que foi rapidamente soterrada pelos Broncos no próximo drive, com C.J. Anderson correndo para mais um Touchdown para começar o segundo quarto. A etapa complementar do primeiro tempo ainda teve mais um Field Goal de Connor Barth de 36 jardas, depois de um festival de Punts.

O terceiro quarto foi bastante parecido com o primeiro, exceto que a ordem das pontuações mudou um pouco. C.J Anderson aproveitando um excelente retorno de Omar Bolden deixando os Broncos em excelente posição de campo, na linha de 30 jardas, que o camisa 22 de Denver cobriu sozinho em 2 corridas, a última de 25 jardas para a endzone. Os Raiders ainda tentaram se manter acesos no jogo, com Derek Carr fazendo a conexão com Jamize Olawale, que também já tinha feito um TD na semana passada. Connor Barth encerrou as pontuações da terceira etapa com um FG de 35 jardas.

O último quarto foi cheio de pontuações, mas nenhuma delas para os Raiders. A primeira foi um chute de 21 jardas de Connor Barth, quando os Broncos converteram uma 4º descida para 1 jarda, depois de já estarem vencendo por 30 a 14, mas não conseguindo entrar na endzone. Depois um fumble de Derek Carr, que ficou tempo demais no pocket e não sentiu a pressão que vinha do seu lado direito, retornada para Touchdown. E finalmente o QB reserva Brock Osweiler, vindo Arizona State, lançou seu primeiro TD na NFL depois de 3 anos esquentando o banco de Peyton Manning, encontrando Virgil Green para a conversão na linha de 1 jarda.

Os Broncos terão o seu merecido descanso terminando com o retrospecto de 12-4, ganhando todos os jogos de divisão e todos os jogos em casa, que é a chave para o sucesso, além de perder apenas um jogo dos últimos cinco, para Cincinnati. Os Raiders terminam o ano com indefinições. Não se sabe se Tony Sparano continua a frente da equipe, se Jim Harbaugh pode vir para seu lugar ou se vai para Michigan. Darren McFadden também pode ter jogado seu último snap como um raider nesse domingo. Derek Carr parece ser um trabalho em desenvolvimento e a prioridade no próximo Draft deve ser conseguir boas armas para ele. Khalil Mack continua mo(n)strando que pode ser a base para a defesa do time no futuro.

 

Outros resultados:

– Depois de um primeiro tempo praticamente zerado, o Seattle Seahawks anotou dois touchdowns no último período, venceu o rival St. Louis Rams por 20 a 6 no CenturyLink Field e garantiu a melhor campanha da NFC. Impecável, a “Legion of Boom” mais uma vez foi destaque.

– No último jogo do técnico Jim Harbaugh no comando do San Francisco 49ers, o time venceu de virada o Arizona Cardinals por 20 a 17 no Levi’s Stadium e acabou com a chance do rival conseguir uma folga na primeira rodada dos playoffs. Horas mais tarde, o técnico e o time anunciaram o desligamento de Harbaugh do comando do time.

– O Philadelphia Eagles acabou com a sequência de três derrotas consecutivas, bateu o rival New York Giants por 37 a 26 no Metlife Stadium. Mesmo com uma campanha de 10-6, o time da cidade do amor fraternal está fora dos playoffs.

– Confirmando a notória melhora em 2014, o Buffalo Bills bateu o New England Patriots em Foxborough! Vitória por 17 a 09. Já com a melhor campanha da AFC garantida, os Patriots jogaram apenas para cumprir tabela. Rob Gronkowski nem atuou, Tom Brady foi poupado no segundo tempo.

– O New Orleans Saints fechou a pífia temporada de 2014 com vitória de virada, bateu o rival Tampa Bay Buccaneers por 23 a 20 no Raymond James Stadium. Derrota comemorada em Tampa, o time garante a primeira escolha geral no próximo Draft.

– New York Jets e Miami Dolphins fizeram um excelente duelo em Miami, o time visitante venceu por 37 a 24. O QB Geno Smith foi destaque, passou para 358 jardas e três TDs!

– O Dallas Cowboys confirmou o bom momento, passou o trator por cima do Washington Redskins em pleno FedEx Field, venceu por 44 a 17. Dez Bryant fez o que quis da secundária dos Redskins, recebeu 99 jardas e 2 TDs.

– Em duelo equilibrado, o Minnessota Vikings venceu em casa o Chicago Bears por 13 a 9. O calouro Teddy Bridgewater mais uma vez foi destaque.

– Já classificado, o Indianapolis Colts poupou alguns titulares no decorrer da partida, mesmo assim bateu o Tennessee Titans por 27 a 10 em Nashville.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários