No tempo extra, Vikings vencem os Jets com boa atuação de Bridgewater

Bridgewater vem evoluindo a cada partida

Bridgewater vem evoluindo a cada partida

Apesar de ainda estar longe da forma ideal, e sem chances de playoffs, o Minnesota Vikings do calouro Teddy Bridgewater vai fazendo uma temporada melhor do que a crítica imaginou após o afastamento do running back Adrian Peterson. Jogando em sua casa, o TCF Bank Stadium, em Minneapolis, os Vikings bateram o New York Jets pelo placar de 30 a 24, com um touchdown no tempo extra. Os Vikings chegaram a sua sexta vitória em 13 jogos, e deixaram os Jets com duas vitórias e 11 derrotas até o momento.

O quarterback calouro acertou 19 de 27 passes, conseguiu 309 jardas, e lançou dois passes para TD, sendo interceptado uma vez. Por outro lado, Geno Smith segue sem conseguir grandes atuações pelo New York Jets, acertando 18 passes de 29 totais. Percy Harvin e Eric Decker juntos foram responsáveis por 211 jardas, de 254 totais, mas não foram o suficiente para ajudar o time a conquistar sua terceira vitória na temporada.

Apesar de marcar o encontro entre duas equipes já sem chances de playoffs e com campanhas não muito animadoras, a partida foi muito movimentada. Logo no início, os Vikings abriram o placar com Gerald Hodges, que interceptou Geno Smith e retornou 27 jardas. Os Jets conseguiram a virada poucos minutos depois. Primeiro com um safety causado pelo defensive end Sheldon Richardson, e depois em conexão de 35 jardas entre Geno Smith e Eric Decker. O Minnesota então causou mais uma virada em apenas um quarto, através de incrível passe de Teddy Bridgewater para Charles Johnson, totalizando 56 jardas. No final do quarto, Nick Folk diminuiu para os Jets em field goal de 36 jardas. O placar era 14 a 12.

No início do segundo quarto, mais um lance curioso. Jerome Felton recuperou fumble já dentro da end zone e aumentou a diferença para o Minnesota, que agora vencia por 21 a 12. Nick Folk então entrou novamente em ação, para marcar mais três pontos para os Jets e encerrar o segundo quarto. No terceiro, Folk começou a ganhar verdadeiro destaque no jogo. O kicker acertou seu terceiro field goal, e deixou a diferença em apenas 3 pontos, reanimando a torcida do New York Jets.

No último quarto, mais emoção para os torcedores de ambos os times. Folk apareceu para deixar o placar empatado em 21 a 21, acertando um field goal de 24 jardas. O kicker dos Vikings, Blair Walsh também apareceu nos minutos finais, fazendo com que o time da casa ficasse novamente na liderança. Mas no final, faltando menos de 30 segundos para a partida se encerrar, sempre ele. Nick Folk somou seu 15º ponto na partida, com o field goal mais longo do jogo, 44 jardas. O tempo normal então acabou 24 a 24.

No tempo extra, a posse de bola ficou com os Jets, que não contavam mais com Percy Harvin, lesionado. O receiver apenas observaria a falta de eficiência do time, que logo entregou a bola para o Minnesota Vikings. Ao contrário do rival, os donos da casa fizeram o que precisavam. Com uma recepção de 87 jardas feita por Jarius Wright, a segunda maior da história da NFL no tempo extra, o time garantiu sua sexta vitória em 2014, batendo os Jets por 30 a 24.

Na próxima semana, os Vikings vão até Detroit enfrentar os Lions, na esperança de ficar com 50% de aproveitamento no ano. Os Jets por sua vez querem sua terceira vitória na temporada, e para isso terão que bater os Titans, em Tennessee.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários