De virada, Panthers batem os Cardinals e avançam na pós-temporada

faixa resultado panthers

Newton lançou 198 jardas e dois TDs

Newton lançou 198 jardas e dois TDs

Dos duelos de Wild Card, este era de longe o mais desequilibrado. Não que o Arizona Cardinals não tivesse merecido uma vaga na pós-temporada pelo que fez durante o ano, mas é quase impossível vencer quando o terceiro QB do elenco está no comando do ataque. Os Cardinals tiveram 97 jardas TOTAIS na partida, segunda pior marca da história dos playoffs. Mesmo com alguns erros, o Carolina Panthers venceu o duelo por 27 a 16 no Bank of America Stadium, na noite deste sábado (3). O destaque dos Panthers foi Jonathan Stewart, o running back correu para 123 jardas e um touchdown.

Como já era esperado, Carolina neutralizou as sofríveis investidas do esforçado Ryan Rindley e abriu vantagem no barulhento Bank of America Stadium. Um ótimo início de partida, dominando a quinta melhor defesa da NFL em pontos cedidos. Os Panthers abriram o placar com um field goal de 47 jardas, convertido com maestria por Graham Gano. O time da casa fez o estádio tremer na campanha seguinte, drive de oito jogadas que terminou com um avanço do bom RB Jonathan Stewart para dentro da end zone. Dez a zero Panthers!

O cenário se desenhava tenebroso para os Cardinals mudou totalmente no início do segundo período, graças a uma grande ajuda do time de especialistas adversário. O jovem Branton Bensin teve uma participação grotesca ao tentar retornar o punt ruim de Arizona: além de não tentar agarrar a bola, ficou parado no meio do caminho. A bola acabou batendo nele, portanto viva, foi recuperada por Arizona em uma ótima posição de campo. O ataque com apenas um first down no primeiro quarto inteiro funcionou. Lindley, aos trancos e barrancos, avançou trinta jardas e lançou o terceiro TD da carreira. Em um ótimo play-action na linha de uma jarda,  o camisa 14 encontrou o TE Darren Fells livre dentro da end zone.

Stewart correu 123 jardas e um TD

Stewart correu 123 jardas e um TD

Carolina sentiu o golpe. Aos poucos, o time foi afundando dentro dos próprios erros. Cam Newton começou a sentir o peso dos playoffs: depois de errar alguns passes fáceis,  lançou a primeira interceptação da noite. O veterano Antonio Cromartie agarrou o forte passe com maestria, só não retornou para touchdown porque o próprio Newton conseguiu fazer o tackle na linha de 17 jardas do campo de Carolina. Foi então que o jogo corrido dos Cardinals finalmente funcionou, o calouro Marion Grice mergulhou na end zone e virou a partida em Charlotte. Foi o primeiro TD terrestre de Arizona nos últimos sete compromissos.

Mesmo abalado psicologicamente, os Panthers tiveram um bom drive antes do intervalo. Gano colocou dentro do “Y” a tentativa de 39 jardas, Carolina foi para os vestiários perdendo por 14 a 13. Os Cardinals fecharam o primeiro tempo na vantagem, mesmo com exatas 73 jardas totais no ataque.

Foi um segundo tempo totalmente diferente em Charlotte: Carolina dominou totalmente o terceiro quarto, Arizona teve -3 jardas totais no período. Os Panthers tiveram mais de sete minutos de posse na primeira campanha da segunda etapa, mas tiveram que ir para o punt. Nos três minutos seguintes, anotaram dois touchdowns e viraram o duelo.

Primeiro,  Cam Newton se redimiu dos erros da primeira metade do jogo, lançou um touchdown na conexão de 39 jardas com o RB Fozzy Whittaker.  Depois foi a vez de Arizona sofrer um turnover, justo o quinto melhor time protegendo a bola em 2014. Na beira da end zone, Newton precisou de quatro jogadas para lançar o segundo TD na noite, passe curto com o FB Mike Tolbert.

O ataque de Arizona seguia totalmente ineficaz. Não que isso fosse uma surpresa, esperado de uma equipe com um jogo terrestre ridículo e Ryan Lindley como quarterback. Mesmo assim, Carolina tentou complicar um jogo ganho com mais dois turnovers: Cam Newton sofreu um fumble forçado por Sam Acho, o punter Brad Nortman nao segurou a bola na tentativa de punt. em ambas oportunidades, Arizona teve boas chances de voltar para o jogo. Mas não voltou. A sorte do time da casa é que havia um QB medonho do outro lado, Lindley lançou duas interceptações e acabou com qualquer chance de vitória. Carolina gastou o relógio e sacramentou o importante triunfo nos playoffs! O time aguarda a definição do outro duelo de amanhã (4) para conhecer seu adversário.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários