Trash talk: Richard Sherman alfineta Tom Brady em entrevista coletiva

Sherman gritando na direção de Brady em 2012

Sherman gritando na direção de Brady em 2012

O que seria dos jogos de Super Bowl sem o famoso ‘trash talk’? A expressão americana é utilizada para dar nome a aquelas provocações entre os jogadores antes de jogos decisivos. O primeiro a falar foi o sempre polêmico Richard Sherman, cornerback do Seattle Seahawks. Em entrevista coletiva, ele explicou a primeira polêmica envolvendo o quarterback Tom Brady, na última vez que Patriots e Seahawks se encontraram, em 2012.

Na ocasião, vitória de Seattle por 24 a 23, o CB saiu correndo em direção ao quarterback ao término da partida, gritando na direção de Brady enquanto todos iam para os vestiários.  Sherman explicou o porquê da atitude:

“Brady passou o jogo todo dizendo que não éramos ninguém, que devíamos vir até ele depois que os Patriots vencessem o jogo. Deviamos ter levado isso na boa? Claro, Brady, posso pegar um autógrafo também?”, ironizou o camisa 25.

O cornerback também criticou a falsa atitude de ‘bom moço’ de Brady:”Eu acho que as pessoas de algum jeito têm uma visão de Tom Brady como um ‘bom moço’, que faz sempre tudo certo e nunca fala palavrões a ninguém. Nós sabemos que ele não é assim”, explicou.

Sherman ainda ironizou o jeito com que Brady fala com os árbitros nas partidas: “tenho certeza que nesses momentos ele está gritando para os árbitros ‘bom trabalho, fantástico trabalho! Continuem assim’.

Richard Sherman deslocou o ombro na vitória contra os Packers no último período, mas não deve desfalcar os Seahawks na decisão do dia primeiro de fevereiro no Arizona.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários