Análise da temporada: como será o 2015 do Denver Broncos

A principal atração em Denver nesta temporada é, sem medo de errar, a história da possível ultima temporada de Peyton Manning na NFL. O QB, que tem seu lugar garantido no Hall da Fama, tentará levar o Denver Broncos ao terceiro título de Super Bowl da sua história, e de quebra encerrar a brilhante carreira com chave de ouro.

2015: último ano de Peyton Manning?

2015: último ano de Peyton Manning?

SAIBA MAIS
> Compre ingressos para os jogos do Denver Broncos
> Veja a tabela completa da temporada regular 2015
O nível de dificuldade da tabela das equipes em 2015

Este é o ano de mudar para ficar no mesmo lugar para os Broncos. A chegada do técnico Gery Kubiak, vindo dos Texans, e do coordenador ofensivo Rick Dennison, trouxeram dúvidas sobre a capacidade de Manning se adaptar a um novo sistema tão tarde na carreira. Cachorros velhos não aprendem truques novos, mas Manning não é um cachorro qualquer. A pré-temporada não tem sido fácil e sua participação nos treinos esse ano será menor, visando poupá-lo para os jogos. Os fãs não duvidam dele e não achamos que haja qualquer motivo para tal.

A conexão do camisa 18 com Demaryius Thomas continua esse ano, após o WR assinar um contrato de cinco anos e 70 milhões que deve deixar ambos os lados bastante felizes. Thomas é um dos melhores recebedores da liga, alvo primário de Manning e tem a ambição de bater o recorde de jardas recebidas esse ano. O alvo secundário, Emmanuel Sanders, teve um pequeno problema que deve tirá-lo do início da temporada, não impedindo, porém, de ajudar no resto da temporada. Owen Daniels, também muito veterano, chega para suprir a saída de Julius Thomas.

Von Miller e DeMarcus Ware vão pressionar muito os QBs

Von Miller e DeMarcus Ware vão pressionar muito os QBs

Fora isso, ainda temos os segundo-anistas Cody Latimer e Andre Caldwell lutando pelo posto de WR3 no ataque, numa briga muito boa e que mostra a renovação do time no ataque. A linha ofensiva do time tem sofrido muitas perdas importantes, como a lesão de Ryan Clady, um dos melhores tackles da liga, que deverá deixar Manning mais exposto. A linha terá pelo menos uma cara nova esse ano: Ty Sambrailo no posto de left tackle, e isso pode ser um perigo para o jogo corrido, que conta com C.J. Anderson e Ronnie Hillman disputando por carregadas e Montee Ball em segundo plano no momento. Não estranhem um “comitê” com os três participando mais ou menos igualmente, mesmo com Kubiak preferindo um corredor fixo.

A defesa tem um dos melhores, se não o melhor, corpo de Linebackers da NFL, com o potencial de ser um dos melhores da história. Von Miller, DeMarcus Ware e Shane Ray, o novato, tem tudo para incendiar e trazer dificuldades para os quarterbacks adversários, sem esquecer de Brandon Marshall e Danny Trevathan.

No backfield temos uma excelente dupla de cornerbacks, formada por Aqib Talib e Chris Harris Jr. Se as pontuações do Madden dizem alguma coisa, Talib e Harris Jr. tem 90 e 94, portanto tremei oponentes! Além deles temos T.J. Ward e Darian Stewart nos postos de safety, cobrindo o fundo do campo. Ward é um bom safety, já chegando a estar na briga por um dos melhores do jogo, enquanto Stewart vem de Baltimore para continuar provando que pode jogar.

Quem chegou

TE Owen Daniels, G Shelley Smith, G Evan Mathis, DT Vance Walker, TE James Casey, DE Antonio Smith, DB Darian Stewart e LB Reggie Walker.

Quem saiu

DT Terrance Knighton, TE Julius Thomas, OT Orlando Franklin, DB Rahim Moore, TE Jacob Tamme, LB Nate Irving, C Will Montgomery, DE Mitch Unrein e WR Wes Welker.

Vai até onde?

Enquanto for Manning no pocket, há sempre esperança. Porém o quarterback demonstrou ano passado, com o passar dos jogos, um declínio. A defesa esse ano deve ser um dos motivos para o time ir longe e poder colocar a equipe nos playoffs de novo.

BRONCOS

 

Comentários