Em noite dos veteranos, Colts derrotam os Texans fora de casa

Mesmo com muitos defeitos a serem corrigidos, o Houston Texans foi valente no Thursday Night Football, fez frente para o Indianapolis Colts até os minutos finais do duelo no NRG Stadium. Apesar de atuarem longe de casa e sem o seu quarterback titular, os Colts foram mais eficientes e venceram o embate da AFC South por 27 a 20. Todos os pontos da equipe nesta quinta-feira vieram de veteranos: o quarterback Matt Hasselbeck (40 anos) lançou dois TDs, o kicker Adam Vinatieri (42 anos) converteu dois field goals, o RB Frank Gore (32 anos) correu para 98 jardas e um TD e o WR Andre Johnson (34 anos) judiou do ex-time recebendo dois touchdowns. A vitória garante a Indianapolis a ponta da divisão.

Andre Johnson recebeu seis passes para 77 jardas contra o ex-time

Andre Johnson recebeu seis passes para 77 jardas contra o ex-time

A posição do QB titular segue assombrando o torcedor de Houston, não é segredo nenhum que não se vai a lugar algum na NFL sem talento no centro do campo. Os Texans contam com dois bem medianos, o critério para definir o titular é de quem compromete menos. Assim é possível entender o que aconteceu com Ryan Mallett no começo do Thursday Night Football. Ele comandou a primeira campanha do duelo em Houston por 14 jogadas, levou o time para a red zone e… colocou tudo a perder. Tentou conectar com o RB Arian Foster, mas foi interceptado pelo safety Mike Adams.

Hasselbeck substituiu Andrew Luck

Hasselbeck substituiu Andrew Luck

Sem Andrew Luck, o ataque de Indianapolis demorou para pegar no tranco, mas aos poucos o veterano Matt Hasselbeck foi tirando proveito da 26º defesa em 2015. Foram dez pontos anotados no primeiro quarto: um field goal de 48 jardas do monstro Adam Vinatieri e um TD curto na conexão de Hasselbeck com o veterano Andre Johnson. Sim, ele está nos Colts, lembra? O WR que chegou para ser uma das estrelas desse ataque computava míseras sete recepções e 51 jardas somando os quatro primeiro jogos, os últimos dois deles saiu zerado.

Houston  controlou mais o relógio na primeira etapa, mas tinha uma dificuldade imensa em transformá-la em pontos. Enquanto isso, os Colts seguiam pontuando no começo do segundo período, Vinatieri colocou mais um FG dentro do “Y”, esse de 42 jardas, abrindo uma diferença de 13 a 0 com relativa facilidade.

Coincidência ou não, fato é que os Texans tiraram o zero do placar na campanha em que Mallett se machucou. Ele até tinha condições de voltar a campo, mas o treinador optou por deixar seu substituto, Brian Hoyer, como titular até o fim do duelo. O QB foi o principal responsável pelos primeiros 10 pontos anotados antes do intervalo. O primeiro drive comandado por ele resultou em um field goal de 36 jardas de Nick Novak. O touchdown veio de uma “Hail Mary” no estouro do cronômetro. Não, você não leu errado, a jogada que não dá certo em 99% dos casos funcionou em Houston! O calouro Jaelen Strong recebeu a bomba de 42 jardas, primeiro passe agarrado da carreira, e colocou a diferença em três pontos antes do intervalo.

Gore também anotou um TD

Gore também anotou um TD

Os Colts trataram de pontuar logo na primeira campanha da segunda etapa. Impulsionado por um ótimo retorno de kickoff, Hasselbeck acertou dois bons passes e posicionou outro veterano recém-chegado, o RB Frank Gore, para um avanço de três jardas para dentro da end zone. Longe de ser brilhante, o ataque dos Texans voltou a funcionar no terceiro período, explorando muito bem as falhas horrorosas da secundária dos visitantes. O ótimo WR DeAndre Hopkins recebeu ótimos passes, mas quem voltou a agarrar a bola na end zone foi o calouro Strong. Sim, o segundo passe recebido da vida dele também foi um touchdown, que diminuiu a diferença para três pontos.

Quando Hasselbeck não conseguia avançar o ataque, Houston cometia muitas faltas e davam primeiras descidas de presente. Foi assim que Indianapolis teve uma ótima campanha no último quarto, gastou mais de oito minutos do relógio e ainda saiu de campo com um touchdown. Segunda conexão do camisa 8 com Johnson na noite, o WR jogou muito bem contra o seu ex-time.

Valente, o Houston Texans esboçou uma reação no NRG Stadium, mas foi barrado pelas próprias limitações. O time converteu um field goal de 49 jardas no começo do último quarto, baixando a diferença para uma posse de bola. O QB Brian Hoyer vinha fazendo tudo certinho, até acabar com qualquer chance de vitória do time da casa. Através do passe horroroso se pôde entender o motivo dele ser reserva, o lançamento foi tão ruim que o safety Mike Adams quase pediu fair catch para fazer a interceptação que matou o jogo. Vitória de Indianapolis fora de casa!

Os dois times voltam a campo do dia 18 de outubro: os Texans viajam até Jacksonville para encarar os Jaguars, os Colts fazem o Sunday Night Football contra os Patriots.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários