Buccaneers viram no fim, vencem os Falcons e colocam os Panthers nos playoffs

Com o Carolina Panthers dominando a NFC South, restava a Atlanta Falcons e Tampa Bay Buccaneers a missão de melhorar no máximo a campanha e brigar por uma das vagas de Wild Card. Uma vitória dos Buccaneers daria o título da divisão aos Panthers, foi o que aconteceu. Jogando com o apoio do seu torcedor na Florida, Tampa Bay venceu por 23 a 19 na ensolarada tarde deste domingo (06). A vitória mantém o time vivo na briga por uma das vagas de Wild Card, já os Falcons seguem ladeira abaixo, seis derrotas nos últimos sete disputados. O triunfo veio com contornos de sofrimento, com o calouro Jameis Winston lançando um TD para Mike Evans a menos de dois minutos do fim.

Os dois times voltam a campo no dia 13 de dezembro: Atlanta viaja para Charlotte encarar o fortíssimo Panthers, já os Bucaneers vão a Nova Orleans enfrentar os Saints e se consolidar na luta pelo Wild Card. Os Dois duelos às 16h, horário de Brasília.

temp151206_Falcons_Bucs_36--nfl_mezz_1280_1024

Falcons na frente

Um dos melhores ataques aéreos da liga, os Falcons foram a Tampa enfrentar uma defesa apenas mediana, que sofre com altos e baixos dos seus defensive backs. Contra o jogo corrido, a situação é melhor, com Shawn Alexander sendo o grande destaque do time. Tampa, um dos melhores ataques terrstres na liga, usou essa força em sua primeira pontuação. O time da casa abriu o placar com uma corrida do calouro Winston, ele não encontrou nenhuma opção livre e numa corrida meio bailarina, serpenteando entre os jogadores dos Falcons, alcançou a end zone.

Foi a única pontuação dos Bucs na primeira etapa. O ataque dos Falcons dominou em jardas, mas não entrou na end zone, os visitantes tiveram que se contentar com três field goals de Shayne Graham. O primeiro próximo da end zone, depois da defesa dos Bucs aguentar firme o primeiro ataque de Freeman, depois impedirem a conexão de Matt Ryan com Roddy White e então finalmente forçarem o sack no QB. Os outros FGs foram longas conexões de 47, depois de começarem na linha de 8 do próprio campo e de 52 jardas, depois de interceptar Jameis Winston no meio do campo e andar 15 jardas para frente com 34 segundos no relógio. Os Falcons foram para os vestiários vencendo por 9 a 7.

Virada dos Buccaneers
O segundo tempo começou como terminou o primeiro, com mais um field goal de Atlanta, de 29 jardas. E após um monólogo na posse de bola de Atlanta, Tampa resolveu que estava no jogo também e marchou até a linha de 1 jarda, onde, finalmente, Doug Martin depois de 6 rodadas finalmente encontrou a endzone novamente. Jameis Winston não conseguiu converter o passe para 2 pontos após o TD, para deixar o jogo em pelo menos um field goal de diferença, 13 a 12 para os Bucs. Se o medo era levar um FG, acabaram chutando um na próxima posse de bola, depois de nada conseguir Atlanta em sua posse de bola. Ficou o gosto ruim, porque o chute foi de 23 jardas, muito próximo da end zone.

No último quarto a vitória quase escapou entre os dedos, depois do fumble de Doug Martin. Atlanta aproveitou o turnover e converteu o TD num ‘bootleg’ de Matt Ryan para Nick Williams. O jogo se resumiu então a punt para cada lado antes de Tampa Bay pegar a bola com 06:55, tendo que andar 80 jardas. Com um excelente trabalho do relógio, forçando Atlanta a gastar dois tempos, Winston encontrou Mike Evans para um touchdown que deu números finais ao duelo, 23 a 19.

Comentários