Cardinals atropelam os Eagles em Philly e garantem título da NFC West

Por mais que o duelo do Sunday Night Football tenha sido na Filadélfia, a vitória do Arizona Cardinals sobre o Philadelphia Eagles não chegou a ser surpresa. Isso porque o time literalmente está voando. Pela primeira vez na história chega a 12 vitórias em uma temporada, oito delas de forma consecutiva, o que não acontecia desde o distante ano de 1948. Muito equilibrado em todos os aspectos do jogo, o time passou o trator nos Eagles, venceu por 40 a 17 no Lincoln Financial Field! Vitória que garantiu ao time o título da NFC West pela primeira vez desde 2009! Mesmo com o revés, Philly continua dependendo somente de suas próprias forças para vencer a sua divisão e ir aos playoffs.

Os Eagles voltam a campo no próximo sábado (26), fazem um jogo de vida ou morte contra o Washington Redskins no Lincoln Financial Field. Já os Cardinals recebem o Green Bay Packers em Phoenix, embate no domingo (27) às 19h25.

cardinals eagles grande

Cardinals na frente

Primeiro quarto muito rápido na Cidade do Amor Fraternal, composto de três campanhas longas que resultaram em pontos. Duas delas dos Cardinals, que dominaram a posse de bola no início do duelo. O segundo melhor ataque da NFL mostrou sua força logo de cara, dominou a defesa dos Eagles e abriu o placar com um fácil touchdown do calouro sensação RB David Johnson. O time da casa recebeu a bola pela primeira vez na partida e não fez feio, drive carregado pelo WR Jordan Matthews durou cinco minutos e acabou com um field goal de 36 jardas do kicker Caleb Sturgis.

cardinals eagles 2

Arizona voltou a pontuar como dito acima, mas dessa vez não entrou na end zone, o drive de sete minutos acabou com um bom trabalho da defesa dos Eagles e um field goal de 27 jardas do kicker Chandler Catanzaro. Não demorou para as Águias empatarem a partida, em um drive rápido e eficiente, no melhor estilo do técnico Chip Kelly. Sam Bradford comandou bem a campanha, finalizando com uma conexão de 22 jardas para o TE Zach Ertz. Tudo igual em Philly.

Os Cardinals tinham mais posse de bola e jardas, mas o duelo seguia empatado. Isso até o calouro David Johnson realizar uma das jogadas mais espetaculares de 2015. Parecia que a corrida do RB seria curta, mas sabe-se lá como ele permaneceu em pé, quebrou pelo menos sete tackles e só parou dentro da end zone. Avanço de 47 jardas que lembrou muito a corrida do “Beastquake” de Marshawn Lynch! Os Eagles ficaram muito próximos de novamente colocar igualdade no placar, mas o time arriscou, sem sucesso, uma quarta descida a oito jardas da end zone. Decepcionado com a oportunidade perdida, os Eagles foram para o intervalo perdendo por 17 a 10.

Atropelamento em Philly

O domínio dos Cardinals se transformou em pontos no segundo tempo, o time visitante passou o trator nos Eagles no terceiro período. O time ampliou a vantagem já no primeiro drive depois do intervalo, Carson Palmer impulsionou o drive e o calouro Johnson coroou uma atuação de gala com mais um TD terrestre.

cardinals eagles 1A partida começou a ganhar contornos de massacre na medida em que os turnovers dos Eagles começaram a aparecer, foram três seguidos, que os Cardinals transformaram em touchdowns. O primeiro deles um fumble sofrido por Sam Bradford, que Arizona não capitalizou. Minutos depois, outro fumble das Águias, dessa vez do RB Ryan Mathews, Arizona transformou em  mais sete pontos com um lindo passe de Palmer para o jovem John Brown. Bradford teve a bola de vola e… adivinhe? Turnover. O camisa 7 lançou uma bola muito ruim, o LB Deone Bucannon agarrou o passe e retornou por 39 jardas para touchdown. Atropelamento no Lincoln Financial Field!

Os Eagles até descontaram no útimo quarto, com uma linda conexão de 78 jardas do camisa 7 para Jordan Matthews, mesmo assim o fanático torcedor já deixava o Lincoln Financial Field. Os Cardinals chutaram outro field goal, de 38 jardas, colocando um ponto final no atropelamento. Alguém anotou a placa? Vitória merecida do Arizona Cardinals!

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários