De virada, Broncos vencem os Bengals na prorrogação e estão nos playoffs

Incrível como um jogo pode mudar tanto do primeiro para o segundo tempo, parecia que o Denver Broncos tinha voltado com outros jogadores para a segunda etapa. Após ser totalmente dominado pelo Cincinnati Bengals na primeira metade da partida, os Broncos tiveram uma reação surpreendente, a defesa apareceu bem e o time venceu por 20 a 17 com um field goal na prorrogação. Vitória crucial para a franquia no último Monday Night Football em 2015, o triunfo no Sports Authority Field, em Mile High, colocou o time nos playoffs e o deixa  dependendo somente de suas forças para vencer a AFC West e uma folga na primeira rodada da pós-temporada. O time até pode garantir a melhor campanha da AFC, basta vencer o próximo compromisso e torcer para um tropeço dos Patriots.

Os Broncos decidem o título da AFC West na última semana da temporada regular, recebem os Chargers no próximo domingo em Mile High às 19h25. Os Bengals recebem os Ravens às 16h.

broncos bengals grande

Amplo domínio dos Bengals

O importante duelo da AFC teve um início surpreendente, visto que o domínio foi total do time visitante nos minutos iniciais. O que Cincinnati fez no primeiro tempo foi algo assustador, dominou de forma humilhante a melhor defesa da NFL em jardas seguidas em seus domínios. Para se ter uma ideia, o time ficou com a bola 21 dos 30 minutos do primeiro tempo, foram 39 jogadas, 16 first downs e 205 jardas totais na primeira etapa.

broncos bengals 1O quarterback AJ McCarron fazia apenas seu segundo jogo como titular na liga, mas o jovem oriundo de Alabama mostrava uma maturidade impressionante. Certamente o torcedor da franquia não sentia saudades de Andy Dalton. As três longas campanhas comandadas por ele no primeiro tempo foram boas. As duas primeiras foram touchdowns: uma linda conexão com AJ Green no fundo da end zone e uma jogada ‘Wildcat’ em que o WR Mohamed Sanu correu por seis jardas para o TD.  Na terceira ele posicionou o kicker Mike Nugent para uma tentativa de 45 jardas, mas o chute passou a direita do “Y”.

O torcedor de Denver não acreditava no que assistia, o ataque simplesmente não produzia nada. Quando parecia que o time ia para o intervalo zerado, teve uma campanha regular nos minutos finais, pelo menos conseguia alguns first downs. Os Broncos ficaram a cinco jardas da end zone, mas não entraram, tiveram que chutar um field goal curto nos segundos finais. Pelo que foi o primeiro tempo, o placar de 14 a 3 ficou barato para o time da casa. Brandon McManus colocou o chute dentro do “Y” e os Bengals foram para os vestiários vencendo.

Reação dos Broncos

Quem ligou a televisão apenas no segundo tempo viu um embate completamente diferente em Mile High, incrível como um duelo pode ter mudar tanto de um tempo para outro. Denver voltou com muito mais intensidade, principalmente da defesa, as primeiras cinco campanhas dos Bengals na segunda etapa resultaram em punts. Mais descansado, muito por que o ataque ficava mais em campo gastando o relógio, o grupo defensivo de Denver permitiu apenas um first down no terceiro período.

Liderado por Brock Osweiler, os Broncos foram buscar a virada no Sports Authority Field! O time da casa encostou no marcador já na primeira campanha do segundo tempo, cinco minutos de posse de bola que acabaram com uma conexão de oito jardas de Osweiler para o touchdown do WR Emmanuel Sanders. Após três punts, Denver passou a frente do placar pela primeira vez na noite, drive relâmpago finalizado com um maravilhoso touchdown de 39 jardas na corrida do RB CJ Anderson. Mile High foi a loucura!

broncos bengals 2Totalmente apagado até então, o ataque dos Bengals voltou a produzir no começo do último período. O time ficou quase cinco minutos com a bola, melhor campanha na segunda etapa. O touchdown não veio, pelo menos McCarron posicionou Nugent para um field goal de 52 jardas que empatou a partida em Denver. Os Broncos tiveram uma boa campanha no fim, trabalharam bem o relógio e posicionaram McManus para um chute de 45 jardas que venceria o embate no estouro do cronômetro. Mas o kicker mandou a bola muito, mas muito longe do “Y”. Prorrogação em Mile High!

Os Broncos venceram o cara ou coroa, começaram o tempo extra com a posse da bola. No começo o ataque sentiu o erro do seu kicker, aos poucos foram avançando. Osweiler acertou bons passes, mais uma vez posicionou McManus para um field goal, esse de 38 jardas. Dessa vez o kicker colocou dentro do “Y”, se redimindo do erro anterior. Cincinnati teve a bola e precisava de no mínimo de um field goal para continuar vivo, mas nada produziu, um fumble de McCarron na hora do snap selou a linda vitória dos Broncos de virada!

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários