Eagles batem os Bills no retorno de LeSean McCoy a Filadélfia

Desde a polêmica troca de LeSean McCoy do Philadelphia Eagles para o Buffalo Bills em março, muito se esperava do rencontro do running back contra o seu ex-time, principalmente com o técnico Chip Kelly. Não faltou especulação durante o ano sobre quem venceria esse duelo. McCoy não teve um jogo ruim, correu 74 jardas em 20 tentativas, mas o técnico dos Eagles levou a melhor. O embate foi muito equilibrado no Lincoln Financial Field, mas as Águias saíram com a vitória, 23 a 20 em Philly. Triunfo crucial dos Eagles, que seguem empatados com os Redskins na liderança da NFC East. Já o revés diminui significantemente as chances de playoffs dos Bills.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (19): os Bills encaram o segundo time da NFC East longe de seus domínios, jogam contra os Redskins no FedEx Field. Já os Eagles enfrentam uma pedreira, recebem os Cardinals no Lincoln Financial Field. Os dois duelos às 16h, horário de Brasília.

eagles bills grande

Eagles saem na frente

Duas equipes irregulares e com campanhas parecidas, o equilíbrio previsto antes da partida se concretizou no embate na Filadélfia. Empurrado pelo fanático torcedor, os Eagles pontuaram já na primeira campanha no duelo, Sam Bradford posicionou o ataque na red zone e Darren Sproles finalizou o serviço, precisou de duas corridas para abrir o placar em Philly. Os Bills tiveram a bola de volta e já empataram o duelo, Tyrod Taylor explorou muito bem os espaços da nona pior secundária da liga em jardas cedidas este ano. O QB acertou dois dos três passes que tentou, o último deles uma conexão de 47 jardas para TD do wide receiver Sammy Watkins.

eagles bills 1O técnico Rex Ryan utilizou com muita inteligência o ressentimento de McCoy contra o seu ex-time, principalmente contra seu ex-treinador. O RB mostrava uma motivação gigantesca em campo, terminou a primeira etapa com 63 jardas em 12 carregadas. Lembrando que “Shady” é o melhor running back da história dos Eagles em números, primeiro em jardas (6,972) e jardas da linha de scrimmage por jogo (100,8). Apesar do bom jogo de McCoy, foi o time da casa que voltou a movimentar o placar. Bradford estava em uma tarde muito boa, acertou uma linda conexão de 53 jardas para touchdown do calouro Nelson Agholor. Primeiro TD dele em 2015, bem-vindo a NFL, garoto!

Buffalo tentou mais uma vez empatar o duelo, mas parou na defesa das Águias. O time teve um drive de mais de quatro minutos, entrou na red zone adversária, entretanto, teve que se contentar com um field goal de 38 jardas. Philly recebeu a bola com 1:28, tempo suficiente para pelo menos posicionar seu kicker para um chute longo. Caleb Sturgis converteu o chute de 45 jardas no estouro do cronômetro, os Eagles foram para os vestiários vencendo por 17 a 10.

Equilíbrio até o final

Os mandantes iniciaram o segundo tempo do mesmo jeito que terminaram o primeiro, chutando um field goal. A campanha de cinco minutos resultou em um FG de 41 jardas, foi a única coisa que o ataque de Philly produziu no terceiro período. O resto do quarto foi amplamente dominado pelos Bills, em dois bons drives o time visitante foi buscar o empate no Lincoln Financial Field. Primeiro os Bills colocaram a diferença em uma posse de bola, com um FG de 41 jardas de Dan Carpenter. A touchdown veio logo em seguida através do jogo terrestre, mas não foi de LeSean McCoy. O desconhecido Mike Gillislee correu 19 jardas até a end zone, primeiro TD da carreira.

eagles bills 2O último quarto começou com uma jogada polêmica. O ataque de Philadelphia  caminhava firme, até uma interceptação de Bradford na beira da end zone adversária. O CB Leodis McKelvin tirou a bola das mãos do tight end Brent Celek e agarrou, mas a marcação de que ele tinha o controle foi, no mínimo, duvidosa. Apesar do bom momento após o turnover, os Bills não capitalizaram a roubada de bola. Muito por conta das várias faltas, foram 15 ao todo, disparado uma das equipes mais indisciplinadas da liga.

O jogo seguiu amarrado até o final. O ataque dos Eagles estava longe de ser brilhante, mas pelo menos conseguiu posicionar seu kicker para um fácil chute de 30 jardas. Sturgis colocou o chute no meio do “Y” e deu a vantagem ao time da casa com 3:30 para o fim do duelo. Nesse tempo, Buffalo teve duas campanhas, mas não conseguiu pontuar. Na última delas, uma interceptação de Taylor nas mãos do safety Ed Reynold sacramentou a importante vitória das Águias!

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários