Manning vs Brady: o fim da rivalidade que inspirou uma geração na NFL

O público da NFL no Brasil não é velho e começou a acompanhar mais de perto a Liga há pouco tempo. Os censos feitos anualmente pelo Endzone Brasil mostram isso. No entanto, tem uma galera que assiste aos jogos e torce para os times há mais tempo, e essa geração cresceu alimentada por uma dúvida. Quem é melhor: Peyton Manning ou Tom Brady?

Manning vs Brady XVII: o QB dos Patriots tem vantagem no confronto direto

Manning vs Brady XVII: o QB dos Patriots tem vantagem no confronto direto

A rivalidade entre os dois quarterbacks contemporâneos pode ser comparada a Nadal vs Federer, Ali vs Frazier, Senna vs Prost, Bill Russell vs Wilt Chamberlain e outras das maiores do esporte mundial. E foi justamente o duelo do camisa 18 com o camisa 12 que durante muito anos elevou o nível da Conferência Americana a patamares jamais vistos. O alto nível de talento dos fez dos jogos entre Colts (depois Broncos) e Patriots um baita mercado para a televisão e para a NFL.

SAIBA MAIS
The Book of Manning: a história da família mais vitoriosa da NFL
The Brady Six: o draft do maior quarterback da história dos Pats

A discussão que mais rendeu nos últimos anos na NFL terá uma última grande de ser debatida no próximo domingo. Isto porque Peyton Manning, que está com 39 anos, terá 40 na próxima temporada e a questão física do camisa 18 já não corresponde mais como antes. Mesmo tendo mais um ano de contrato em Denver, dificilmente voltará em 2016. Do outro lado, Tom Brady ainda terá mais algumas pela temporada pela frente, mas já sem o seu grande rival na ativa.

12510390_10153752390366006_4097498016592194540_nOs dois se completam e equivalem. Enquanto um é uma máquina na temporada regular, tendo conquistado cinco prêmios de MVP, o outro é um monstro nos playoffs, com mais touchdowns que nenhum outro QB na pós-temporada e quatro títulos do Super Bowl. Cada um perdeu uma temporada inteira por causa de lesões e no confronto direto em playoffs estão empatados por 2 a 2. Ou seja, o provável último encontro será o tira teima.

Manning entrou primeiro na NFL, em 1998, mas foi Brady quem sentiu o gostinho de ser campeão primeiro – e o fez três vezes antes de Peyton conquistar seu único título. O sucesso de um puxou o crescimento do outro e elevou a rivalidade entre os dois como uma das maiores da história da National Football League. Se o 18 é persona non grata em New England, o 12 não pode aparecer em Indianapolis ou Denver, local do duelo deste domingo.

Apesar da rivalidade grande, nunca houve desrespeito entre as partes e o clima sempre foi de extremo respeito, mesmo com tantas decisões. Só de decisões na Conferência Americana foram três no total.

Quem ganhará neste domingo somos nós, meros torcedores, que veremos a história ser escrita mais uma vez. Mas nós também perderemos, pois dificilmente poderemos ver tanto talento junto em campo novamente. O ato final da rivalidade “Manning vs Brady”, que já foi tema até de livro, será imperdível. A final da Conferência Americana será um grande jogo.

Quem vai representar a AFC no Super Bowl 50?

Quem vai representar a AFC no Super Bowl 50?

 

Comentários