Cardinals atropelam os Jets no Arizona com show de David Johnson

A expectativa para o New York Jets antes da temporada começar era de brigar por playoffs, mas a euforia vem se transformando em decepção rodada após rodada… Que fase horrorosa vive a franquia – são cinco derrotas em seis jogos! O ataque foi horroroso e a defesa não conseguiu segurar o bom time do Arizona Cardinals no Monday Night Football, os Jets voltaram do University of Phoenix Stadium com uma dolorida derrota de 28 a 3 na bagagem. A boa linha defensiva levou um banho do RB David Johnson: foram 111 jardas e três touchdowns! O triunfo coloca os Cardinals de volta na briga dentro da NFC West e deixa os Jets na lanterninha da AFC East.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (23): os Jets recebem os Ravens no MetLife Stadium às 15h e os Cardinals jogam em Phoenix contra o Seattle Seahawks no Sunday Night Football às 22h30.

cardinals-jets-grande

Duas vezes David Johnson na end zone

cardinals-jets-1O Arizona Cardinals não fazia a melhor apresentação da vida, mesmo assim dominou as ações em grande parte do primeiro tempo. Carson Palmer estava em uma noite apenas mediana, mas não comprometia, muito pelo bom trabalho de sua linha ofensiva. Quem se beneficiava com bom dia da OL era o RB David Johnson – que estava em um dia espetacular! O camisa 31 foi o responsável pelos dois TDs dos Cards na primeira etapa: uma linda corrida de 57 jardas e um avanço de três, praticamente sem ser encostado, até a end zone. Foram 71 jardas para o running back apenas na primeira metade de jogo!

Muito do domínio de Arizona veio de um New York Jets apático no ataque: o time não converteu nenhuma das sete tentativas de terceira descida e apenas cinco first downs no primeiro tempo. Que números desastrosos! Muito dessa inefetividade dos Jets girava no jogo corrido praticamente inexistente e as várias faltas cometidas – muito difícil mover as correntes quando se precisa avançar 10, 12 e 15 jardas no 3rd down. A única campanha consistente dos Jets veio no começo do segundo quarto – um drive de cinco minutos finalizado com um field goal de 39 jardas de Nick Folk. Até com certa tranquilidade os Cardinals foram para os vestiários vencendo por 14 a 3.

Administração de uma vitória sem sustos

cardinals-jets-2Arizona seguiu a risca a cartilha da NFL de como administrar uma vantagem: abriu a segunda etapa com uma campanha de mais de seis minutos que terminou em touchdown. O time tirou vantagem de um jogo corrido que funcionava até de forma surpreendente, pois os Jets entraram na partida como melhor defesa cedendo jardas terrestres em 2016. Foram nove corridas nas 14 jogadas do drive, a última delas outro fácil TD de David Johnson em uma corrida curta – terceiro dele na noite! Os Jets coninuavam esbarrando em uma noite fraca do ataque e uma quantidade absurda de faltas. Assim não há como vencer na liga.

New York até esboçou uma reação no final do terceiro período, o drive de 15 jogadas e quatro minutos e meio foi o mais relevante da equipe em todo jogo! Quando parecia que os Jets iniciariam uma reação o QB Ryan Fitzpatrick entrou em ação… negativamente. Ele lançou a 11ª interceptação em seis partidas! Coitado do torcedor da franquia. Os Cards liquidaram a fatura capitalizando a roubada de bola: drive de mais de sete minutos finalizado com um passe de nove jardas para touchdown do WR Michael Floyd. Os Jets mostraram que realmente aceitaram a derrota colocando o QB Geno Smith de titular nos oito minutos finais, a única coisa que o camisa 7 conseguiu fazer foi ser interceptado! Que fase… Os Cardinals gastaram o que restava de relógio e comemoraram a vitória!

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários