Chiefs batem os Raiders com 2º quarto fulminante e roubam ponta da AFC West

Todos os pontos do Kansas City Chiefs no Thursday Night Football foram oriundos do segundo período – mesmo assim foi mais do que o suficiente para a equipe conquistar a importantíssima vitória sobre o rival Oakland Raiders no Arrowhead Stadium, em Kansas City. O torcedor da franquia deve ter achado o jeito que o triunfo veio esquisito: o time famoso por proteger e roubar a bola do adversário deixou o gramado com um saldo de -3 e ainda sim venceu por 21 a 13 no Missouri. Destaque para o veterano Alex Smith – o camisa 11 calou os críticos com uma atuação consistente e até arrojada em alguns momentos. Sem chance de chutar nenhum field goal, o brasileiro Cairo Santos acertou os três extra points que tentou na gelada Kansas City.

O triunfo leva o Kansas City Chiefs na ponta da AFC West:  o time possui o mesmo número de vitórias dos Raiders, mas perdem no primeiro critério de desempate – que é o confronto direto. As duas equipes voltam a campo no dia 18 de dezembro: os chefs recebem o Tennessee Titans no Arrowhead Stadium às 16h e os Raiders viajam a San Diego para encarar os Chargers às 19h25.

chiefs-raiders-grande

Atropelamento no segundo quarto… e só

O clima congelante de -10 graus celsius influenciou diretamente no primeiro período: uma partida equilibrada e de poucos pontos em um primeiro momento. Os Raiders foram para o punt no primeiro drive da partida, mas não perderam a bola: o WR Tyreek Hill soltou a bola na hora do retorno e a posse voltou para Oakland. Já no campo do ataque, os visitantes computaram os primeiros pontos do primeiro quarto em um field goal de 44 jardas do ótimo Sebastian Janikowski.

chiefs-raiders-1Aos poucos o duelo foi esquentando, principalmente porque o QB Alex Smith estava pegando fogo no segundo período! Quem disse que não é possível fazer big plays no frio? Pergunte para o TE Travis Kelce! O ataque dos Chiefs contrariou todas as prévias que indicavam o jogo corrido como prioridade: mesmo com a defesa dos Raiders sendo a quarta pior da NFL pelo chão. Smith soltou o braço e liderou duas boas campanhas para touchdown! O primeiro deles em uma linda conexão de 36 jardas para o calouro Tyreek Hill, que se redimiu do turnover no início. Minutos mais tarde, O QB de Kansas City posicionou o ataque próximo da linha de goal e o RB Charcandrick West arrematou o drive com uma corrida de três jardas para dentro da end zone.

O momento era todo dos Chiefs. O time da casa voltou a fazer o Arrowhead explodir minutos mais tarde – outra vez com o calouro Hill. O jovem recebeu o punt e retornou por 78 jardas para um lindo touchdown. Olha o time de especialistas fazendo a diferença! Amplamente dominado pelo pass-rush de Kansas City, o ataque dos Raiders resolveu aparecer apenas no fim do primeiro tempo: campanha maravilhosa de 92 jardas e seis minutos que o RB Latavius Murray finalizou com um mergulho para dentro da end zone. Superiores em boa parte do duelo, os Chiefs foram para os vestiários vencendo por 21 a 10.

Defesa garante importante vitória na segunda etapa

chiefs-raiders-2O famoso ‘momentum’ da partida mudou completamente nas primeiras campanhas do segundo tempo: a defesa dos Raiders forçou dois turnovers logo de cara: uma interceptação de Alex Smith nas mãos de TJ Carrie e um fumble em Smith forçado pelo monstruoso Khalil Mack. Aqui possivelmente está o ponto central da partida para Oakland – quando você rouba bolas fora de casa PRECISA transformar em pontos. Os Raiders não o fizeram e acabaram pagando o preço. Em ambas oportunidades a defesa dos Chiefs apareceu muito bem e obrigou o time a field goals curtos: um convertido por Janikowski e o outro nem chegou a ser chutado com um erro na hora do snap. Pelo menos a defesa de Oakland apareceu bem e não cedeu mais nenhuma pontuação na segunda etapa.

Os Raiders entraram no quarto final de partida com toda aquela mística de melhor time da NFL no último período, mas na prática não produziu nada que esboçasse uma reação nos minutos finais. Carr até comandou uma campanha de mais de cinco minutos, entretanto, a mágica não aconteceu – foi o pior desempenho do QB em 2016: 17 de 41 passes completados para 117 jardas. Mesmo sem pontuar na segunda etapa, a defesa de Kansas city segurou as pontas e sacramentou a vitória que dá aos Chiefs a liderança da AFC West.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários