Com 1º tempo inspirado, Titans batem os Broncos e seguem na briga por playoffs

O duelo entre Tennessee Titans e Denver Broncos em Nashville pode ser resumido em um domínio absoluto de um time sobre outro em cada tempo de partida: os Titans controlaram as ações na primeira etapa e viram uma superioridade clara de Denver na segunda. Venceu quem soube tirar proveito de seu melhor momento no jogo: Tennessee segurou as pontas no fim e venceu por 13 a 10 no Nissan Stadium! O ataque dos Titans não foi maravilhoso, muito longe disso, mas soube correr com a bola e contou com turnovers da defesa. Já o torcedor de Denver deve estar irritado com Gary Kubiak: o técnico arriscou uma quarta descida próxima da end zone ao invés de ir para o field goal… Quis o destino que a derrota fosse por exatos três pontos.[

A derrota complicou a situação de playoffs dos Broncos – o time pode perder a segunda vaga de Wild Card no fim da rodada se os Ravens vencerem os Patriots na segunda-feira. Já Tennessee empatou com os Texans em 7-6 e segue na batalha feroz pela liderança da AFC South.

titans-broncos-grande

 

titans-broncos-1O primeiro tempo foi praticamente um monólogo dos Titans, principalmente no ataque: os Broncos foram para os vestiários no intervalo com cinco first downs, 119 jardas totais e apenas uma jogada no campo de defesa de Tennessee! O jogo corrido foi praticamente nulo, mesmo com a chegada do veterano Justin Forsett, e e Trevor Siemian não fez absolutamente nada contra a secundária de Dick LeBeau. Os Titans dominaram logo de cara: um drive de seis minutos em que DeMarco Murray carregou o piano com boas corridas! O RB ex-Eagles e Cowboys correu em seis das 11 jogadas da campanha – a última delas um avanço de três jardas para o primeiro touchdown da tarde na ensolarada Nashville.

Os Titans voltaram a pontuar no final do primeiro período capitalizando um fumble forçado. Não, você não leu errado… Tennessee forçou seu primeiro fumble em 2016! O RB Forsett soltou a bola logo em sua primeira carregada e Jason McCourty recuperou a posse já no campo de ataque. Ryan Succop transformou a roubada de bola em três pontos em um ótimo field goal de 53 jardas – o mais longo dele na temporada. O ataque dos Titans seguia a risca o manual contra a defesa de Denver: corridas dos RBs passes curtos e rápidos para evitar a forte pressão do pass-rush e a secundária perigosa. Foi assim que os Titans chutaram mais um field goal, esse de 41 jardas, e foram para os vestiários vencendo por 13 a 0. Primeira vez desde novembro do ano passado que o time nao ia para os vestiários zerado no fim da primeira etapa.

 

Broncos Titans FootballO jogo virou totalmente no segundo tempo: o ataque dos Titans foi totalmente dominado – nem gastar o relógio eles conseguiram! Já Siemian começou a soltar o braço e dominar a defesa de Tennessee! Os Broncos dominaram o terceiro período, mas não chegaram a pontuar. O time bateu na porta da end zone, mas resolveu arriscar uma quarta descida, sem sucesso, ao invés de ir para o field goal quase automático. Decisão que viria a decidir o jogo minutos depois…

Como esses três pontinhos viriam a fazer falta… Denver seguiu castigando a defesa de Tennessee e voltou definitivamente para a partida após anotar o único touchdown da equipe em Nashville: passe curto e preciso de Travor Siemian para Emmanuel Sanders dentro da end zone. A diferença baixou para apenas três pontos após McMannus guardar um field goal de 34 jardas com quatro minutos ainda no relógio. Lembra-se dos três pontinhos? Pois é… Os Broncos até tentaram uma arrancada na campanha final, mas um fumble forçado por Tennessee deu números finais para a partida na terra da música country!

Comentários