Já garantidos, Chiefs eliminam Broncos e colocam os Dolphins nos playoffs

O Kansas City Chiefs estava extremamente focado durante a última semana em vencer o duelo divisional contra o Denver Broncos e garantir a vaga nos playoffs. Entretanto, a vitória épica do Pittsburgh Steelers mais cedo já classificou os Chiefs mesmo sem entrarem em campo. Sem aquele peso extra nas costas, Kansas City entrou avassalador no Arrowhead Stadium e não deu qualquer chance ao time de Denver: vitória maiúscula por 33 a 10 em um primeiro quarto simplesmente arrasador! Os Chiefs mostraram um ataque extremamente explosivo e dominaram amplamente a boa defesa dos Broncos – será a primeira vez desde 2013 que o atual campeão ficará de fora da pós-temporada do ano seguinte. Pelo segundo ano teremos um brasileiro nos playoffs.

O resultado de quebra fez outra torcida muito feliz: a derrota dos Broncos classificou o Miami Dolphins para a pós-temporada – algo que não acontecia desde 2008! Todos os classificados da AFC já estão definidos, a única briga que resta para a semana 17 será pela folga da rodada de Wild Card. Os Chiefs podem roubar a segunda posição geral e o título da AFC West dos Raiders caso vença os Chargers em San Diego e os Broncos ganhem dos Raiders, sem Derek Carr, em Mile High. Algo extremamente possível.

O que Kansas City fez no primeiro quarto foi algo assombroso – poucas vezes se vê um time entrar em campo com tamanha intensidade. A boa defesa dos Broncos ficou tentando anotar a placa do caminhão que passou por cima nos primeiros 15 minutos de partida: foram 243 jardas e três touchdowns – mais do que essa defesa cedeu na maioria das partidas em 2016. O massacre começou com uma campanha de sete jogadas e quatro minutos dos Chiefs – finalizada com uma corrida de dez jardas do QB Alex Smith. Em uma noite inspirada, o ataque dos Chiefs ampliou a vantagem em uma corrida extremamente dinâmica do WR pelo lado esquerdo: foram 70 jardas quebrando tackles até o touchdown! Que jogada!

Smith cometeu o único grande erro da noite na jogada seguinte – algo raro para um quarterback que protege tão bem a bola. Ele foi interceptado perto de sua própria end zone, os Broncos capitalizaram o turnover com uma corrida do RB Justin Forsett para TD – único da equipe na partida. O camisa 11 voltou a campo e se redimiu do erro com uma pintura: um screen do lado direito que o monstro Travis Kelce recebeu e correu 80 jardas para touchdown! Foi o TD mais longo cedido pela defesa dos Broncos em 2016 – primeira vez em 50 anos que o ataque dos Chiefs computa dois TDs de 70 ou mais jardas na mesma partida!

A vantagem do time da casa poderia ter sido ainda maior no primeiro tempo, mas o kicker Cairo Santos errou um field goal de 39 jardas no começo no segundo período. Justiça seja feita, o snap não foi dos melhores. Do outro lado, Brandon McMannus colocou uma tentativa de 52 jardas dentro do “Y” e o jogo foi para os vestiários com os Chiefs vencendo por 21 a 10.

A segunda etapa foi morna e, até de certo ponto previsível, com o ataque dos Chiefs gastando o relógi com passes curtos – especialidade de Alex Smith – enquanto o setor ofensivo dos Broncos continuava aquela lástima das últimas semanas. O Zica das Bicudas apareceu bem no último período com dois bons field goals convertidos – chutes de 27 e 39 jardas… Boa, Cairão! A cereja do bolo veio nos minutos finais com uma jogada muito engraçadinha dos Chiefs: o “pequeno” Dontari Poe, nose tackle da equipe, recebeu um snap direto a duas jardas da end zone e, ao invés de correr, lançou um balãozinho encobrindo os jogadores nas mãos do TE Demetrius Harris! Poe é o jogador mais pesado da história a lançar um touchdown! Atropelamento dos Chiefs… Esse time vai dar trabalho nos payoffs!

Comentários