Em jogo épico, Packers batem os Cowboys e encaram os Falcons na final da NFC

Que jogo, meus amigos, que jogo! Por essas e outras que o futebol americano é o melhor esporte do planeta! O duelo entre Green Bay Packers e Dallas Cowboys não somente foi o melhor dos playoffs até então como também da história da pós-temporada! O embate espetacular de dois gigantes foi emocionante do começo ao fim – foram três field goals longos convertidos nos últimos minutos de partida! Após um começo avassalador dos Packers, os Cowboys foram buscar uma diferença de 15 pontos e empataram a partida a quatro minutos do fnal! Após dois field goals longos, um para cada lado, Aaron Rodgers posicionou Mason Crosby para uma tentativa de 52 jardas a três segundos do fim. O kicker, com emoção, colocou a bola dentro do “Y” e classificou os Packers! Jogaço!

Os Packers avançam para a final da NFC e vão visitar o Atlanta Falcons no próximo domingo, às 18h05, no Georgia Dome. Dois ataques espetaculares frente a frente… jogaço para definir a Conferência Nacional!

Packers começam com tudo

Os Cowboys tiveram a primeira posse de bola da partida: primeira campanha de pós-temporada da carreira da dupla Ezekiel Elliott e Dak Prescott! A dupla não foi nada espetacular do primeiro quarto: Elliott correu seis vezes para 28 jardas e Prescott completou quatro de oito passes para 52 jardas. Mérito da defesa de Green Bay que soube fechar as portas do running back com mais jogadores nas trincheiras e pressionar o QB a lançar antes da hora. A única pontuação dos Cowboys no começo da partida foi um field goal de 50 jardas de Dan Bailey que abriu o placar no AT&T Stadium. Se você não consegue minimamente controlar o relógio contra Green Bay acaba pagando o preço.

Se a defesa dos Packers fazia um trabalho decente, o ataque estava simplesmente espetacular! Aaron Rodgers confirmou o ótimo momento e simplesmente atropelou a defesa dos Cowboys sem dó nem piedade. Que domínio absurdo! Pegando fogo, A-Rod teve mais de 13 minutos de posse nas três primeiras campanhas – em todas os Packers anotaram touchdowns! O camisa 12 tirou o zero dos Packers do placar com uma maravilhosa conexão de 34 jardas para TD do xará Richard Rodgers e posicionou o RB Ty Montgomery para dois avanços curtos para dentro da end zone. 21 a 3 Packers!

Parecia um massacre de Green Bay no Texas, mas enfim o melhor time da NFC mostrou suas garras. Dallas acordou na metade do segundo período! O momento até o intervalo passou a ser totalmente dos Cowboys depois de Prescott tirar um excelente passe de 40 jardas da cartola e Dez Bryant anotar o primeiro TD do time na noite. Incrível como uma big play muda os rumos de um jogo! A partir dai Green Bay não fez absolutamente nada e Dallas seguiu castigando – o time chutou mais um field goal, o segundo de Bailey na noite, diminuindo a diferença para 21 a 13 na saída para os vestiários. Primeiro tempo movimentado no AT&T Stadium!

Jogaço no segundo tempo definido nos segundos finais

Com -8 jardas nas duas últimas primeiras campanhas do primeiro tempo, o ataque dos Packers voltou ao ritmo inicial já no primeiro drive da segunda etapa: A-Rod acertou todos os seis passes que tentou e avançou 75 jardas até o touchdown curto para o TE Jared Cook em um play-action. Os Cowboys tentaram responder logo de cara, mas Prescott cometeu o primeiro grande erro da noite: Micah Hyde leu muito bem a jogada de screen para Dez Bryant e interceptou o QB com facilidade. Rodgers teve a grande oportunidade de praticamente matar o confronto, mas retribuiu o presente – foi interceptado pelo safety Jeff Heath! Primeira dele nos últimos 319 passes!

Dak Prescott recebeu a bola no final do terceiro período precisando tirar uma diferença de 15 pontos… Jogo perdido para o calouro? Nada disso! A dupla Prescott e Elliott jogou demais no último período – parecia que ambos jogavam na liga por muitos anos! O QB lutou demais, empatou o duelo e fez explodir o AT&T Stadium! O camisa 4 usou e abusou de seus experientes recebedores e lançou dois touchdowns: um para o monstro Jason Witten, primeiro dele na história dos playoffs, e outro bem alto para Dez Bryant ir buscar dentro da end zone! Prescott mergulhou na conversão de dois pontos e empatou o duelo: 28 a 28 no Texas!

Aaron Rodgers teria que tirar mais um coelho da cartola: tinha quatro minutos no relógio e precisava pontuar para voltar a liderança do placar. O touchdown não veio, mas pelo menos ele posicionou Mason Crosby para um complicado field goal de 56 jardas. O kicker foi fantástico e colocou o chute dentro do “Y”! Dallas recebeu a bola com 1:33 no relógio com a difícil missão de pelo menos empatar o duelo… foi o que aconteceu! Que jogo! Prescott conectou quatro dos cinco passes tentados de forma mágica e posicionou Dan Bailey para um field goal de 52 jardas. O kicker foi fora de série e também converteu! Fantástico! Jogo empatado em 31 a 31!

Prorrogação no Texas? Nada disso, ainda havia 35 segundos no relógio. Tempo mínimo para as pessoas normais, mas uma eternidade para gênios do esporte. Mesmo pressionado, Aaron Rodgers conectou um maravilhoso passe para o TE Jared Cook e posicionou Crosby para o field goal da vitória a três segundos do fim! O kicker mais uma vez foi preciso: colocou a tentativa de 52 jardas dentro do “Y” e classificou os Packers para a final da NFC!

Comentários