Com uma virada épica, Patriots vencem os Steelers e assumem a ponta da AFC

Para aplaudir de pé! New England Patriots e Pittsburgh Steelers fizeram um jogo para entrar na história da NFL como um dos mais incríveis da história. Melhor para os Patriots, que foram até o Heinz Field e conseguiram uma virada dramática sobre os Steelers, vencendo por 27 a 24 com um final de jogo dramático. Mais que o triunfo, New England ainda tomou a liderança da Conferência Americana do rival e conquistou o título da AFC East mais uma vez.

O equilíbrio do jogo reflete nos números dos dois quarterbacks. Brady terminou a partida com 22/35 para 298 jardas, um touchdown e uma interceptação, enquanto Ben Roethlisberger terminou com 22/30 para 281 jardas, dois touchdowns e uma interceptação. A diferença ficou por conta do TE Rob Gronkowski, que terminou a partida com 168 jardas em nove recepções, sendo grande parte delas na última campanha decisiva.

A nota baixa do jogo ficou por conta da lesão de Antonio Brown. No início do segundo quarto, o wide receiver tentou receber um passe na endzone, mas não conseguiu e acabou batendo a perna com força na perna do defensor dos Patriots. Após sair carregado, o camisa 84 fez alguns exames no estádio e foi encaminhado para o hospital para mais detalhes e saber a gravidade do problema.

Antonio Brown deixou o campo carregado e não deve jogar mais nesta temporada

JOGO DRAMÁTICO E VIRADA HISTÓRICA

No campo, os dois times corresponderam a expectativa do grande jogo que se esperava. Os Patriots marcaram primeiro, em touchdown terrestre de Rex Burkhead, que mais tarde sairia machucado. Os Steelers responderam na campanha seguinte, com conexão de Big Ben para Eli Rogers, e virou logo depois, com field goal de 51 jardas de Chris Boswell. Ainda antes do intervalo, New England empatou o jogo em 10 a 10 com FG de Gostkowski, mas após uma campanha longa de Pittsburgh, Martavis Bryant recebeu um passe com apenas uma das mãos na endzone e deixou o placar em 17 a 10 para os donos da casa no intervalo.

Gronk foi decisivo no drive da virada dos Patriots

O segundo tempo começou com os times trocando pontos. Os visitantes entraram na endzone primeiro, com Brandin Cooks, recebendo passe de Brady. Com o extra point errado, os Steelers seguiram na liderança do placar e ampliaram a mesma após corrida de três jardas de Le’Veon Bell até a endzone, colocando 24 a 16 de frente. O último quarto foi marcado por campanhas longas até o meio dele, quando Gostkowski acertou um chute de 46 jardas e deixou o placar em 24 a 19.

Após punt dos Steelers, os Patriots pegaram a posse de bola com 2:06 no relógio para anotar o TD. E isso é uma eternidade para Brady, que precisou de apenas cinco jogadas e 69 jardas (a maior parte delas para Gronkowski) para anotar o TD e virar o jogo com Dion Lewis. Um banho de água fria na torcida dos Steelers, mas longe de ser o fim do jogo. Pittsburgh pegou a posse e, com apenas uma jogada, JuJu Smith-Schuster ganhou 69 jardas e recolocou o time na redzone dos Pats. Em passe para Jesse James, Pittsburgh anotou um touchdown e virou novamente o jogo, mas na revisão do lance, os árbitros voltaram atrás e anularam a jogada. Dois lances depois, Ben Roethlisberger foi interceptado D. Harmon na endzone e selou a vitória dramática para os Patriots.

Na próxima semana, os Patriots recebem os Bills precisando de uma vitória para poder garantir a melhor campanha da Conferência Americana. O jogo é no domingo, às 16h (de Brasília). Na segunda-feira, às 19h30, os Steelers visitam os Texans torcendo por um tropeço de New England para ter chances de ser o melhor da AFC.

 

Comentários