Eagles batem os Redskins em Philly e colocam fogo na briga pela NFC East

Se você já havia descartado o Philadelphia Eagles da briga pelo Super Bowl 53, melhor pensar duas vezes! Apesar de ainda não estar jogando nada próximo daquele nível absurdo que rendeu o título em fevereiro deste ano, o time parece estar sabendo lidar com as várias adversidades e se encontrando nessa reta final de temporada regular. O time entrou em campo no Lincoln Financial Field precisando obrigatoriamente vencer para se manter na disputa e não decepcionou: as Águias bateram o Washington Redskins por 28 a 13 na Cidade do Amor Fraternal e seguem a apenas uma vitória de distância do líder da NFC East – o Dallas Cowboys. O Monday Night Football desta segunda-feira (03) fechou com chave de ouro a semana 13 da NFL.

Mesmo com várias dificuldades em 2018, pela segunda vez consecutiva o ataque conseguiu passar da marca dos 25 pontos – algo inédito até então. Carson Wentz mais uma vez foi destaque positivo com seus números padrão: mais de 300 jardas e dois passes para TD. O calouro Josh Adams também foi bem, com 85 jardas terrestres, e deve dar o balanço que faltava a esse ataque desde a contusão de Jay Ajayi. Do outro lado, tudo desandou nos Redskins quando o QB Colt McCoy sofreu uma fratura na fíbula, algo parecido com o que aconteceu com o titular Alex Smith, e a franquia viu Mark Sanchez, o homem do ‘buttfumble’, entrar em ação. Coitado do torcedor de DC…

A vitória levou os Eagles ao mesmo 6-6 dos Redskins – ambos agora empatados na segunda colocação da NFC East e a uma vitória do líder Dallas Cowboys com 7-5. A briga promete ser boa até o fim do ano!

 

McCoy sai machucado e Eagles saem na frente

Ao contrário do que vem fazendo em 2018, dessa vez os Eagles tiveram um drive consistente no início da partida: Carson Wentz trabalhou muito bem por mais de sete minutos e finalizou a campanha com um lindo passe para touchdown de Golden Tate. Bem-vindo à Filadélfia, meu garoto! Os Redskins tentaram devolver logo na mesma moeda, mas tudo que o time conseguiu foi um field goal de 44 jardas convertido por Justin Hopkins. 7 a 3 Eagles no fim do primeiro quarto.

Se a situação de Washington já estava complicada com Colt McCoy no comando do ataque, imagine depois que ele também sofreu uma fratura na fíbula no começo do segundo período. Quem entrou em seu lugar? Ele mesmo: Mark Sanchez! Por incrível que pareça, os Redskins anotaram um TD logo na primeira jogada com ele em campo, mas o QB não teve participação: o veterano Adrian Peterson escapou pelo meio e correu absurdas 90 jardas para o TD – o maior da carreira do futuro membro do Hall da Fama!

Atrás no placar, os Eagles tentaram uma reação logo de cara: o time chegou a ficar a uma jardinha da end zone, mas saiu de campo zerado! O tão sonhado TD acabou saindo logo no drive seguinte e foi especial: Darren Sproles mostrou finalmente estar recuperado com uma corrida de 14 jardas para TD. A Formiga Atômica voltou! Os Redskins ainda chutaram mais um field goal com Hopkins e os Eagles foram para os vestiários vencendo por 14 a 13.

 

Philly administra a vantagem e vence sem sustos

Como era de se esperar, os Redskins despencaram de produção com Sanchez em campo – um quarterback que não possui condições de ser titular na NFL. Acredite se quiser: o time não anotou um pontinho sequer na segunda etapa! Ao todo, foram quatro punts e uma interceptação do veterano nas mãos do LB Nathan Gerry. Simplesmente lamentável.

O ataque dos Eagles não foi aquela máquina avassaladora de pontos, mas fez o suficiente para vencer sem grandes problemas na Cidade do Amor Fraternal. Depois de Carson Wentz lançar o seu segundo touchdown na noite, esse em uma conexão curta com Jordan Matthews, o time administrou a vantagem com várias corridas e matou o confronto com dois field goals de Jake Elliott no último período. Vitória importante das Águias que coloca ainda mais fogo dentro da NFC East!

 

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (09) em duelos dentro da NFC East: os Redskins recebem os Giants em DC às 16h e os Eagles encaram os Cowboys no Texas às 19h25… duelo de vida ou morte que pode decidir a divisão!

Comentários