A história do Super Bowl 36 entre Rams e Patriots – o nascimento da lenda Tom Brady

Logo após a definição do Super Bowl 53 entre New England Patriots e Los Angeles Rams, muitas pessoas automaticamente se lembraram da primeira e única vez que essas duas franquias se enfrentaram na grande final. Exatamente no dia 3 de fevereiro, mas de 2002, as duas equipes ficaram frente a frente em um emocionante Super Bowl XXXVI (36) no Luisiana Superdome, em New Orleans.

A situação do duelo era completamente diferente da realidade atual: os Patriots apareciam como GRANDES azarões contra o poderoso Rams de Kurt Warner – time que já havia vencido o SB dois anos antes. Na prática, o que se viu foi uma vitória por 20 a 17 das zebras – com direito a field goal da vitória no estouro do cronômetro. Era o começo da maior dinastia da história da NFL.

PÁGINA ESPECIAL DO ENDZONE BRASIL COM TUDO SOBRE O SUPER BOWL 53

Um ilustre desconhecido até meses antes da partida, o mundo passou a olhar Tom Brady com outros olhos depois desse duelo na Louisiana. Apesar de não ter computado números brilhantes (145 jardas, 1 TD e 0 INT), a frieza do garoto foi decisiva na campanha final que posicionou o imortal Adam Vinatieri para o chute da vitória no estouro do cronômetro. Era o início da parceria entre Bill Belichick e Brady – a mais vitoriosa da história da liga.

Do outro lado, ficou a decepção de um time que desembarcou em New Orleans com um favoritismo de 14 pontos nas bolsas de aposta! Apelidado de “The Greatest Show no Turf”, o ataque criado por Mike Martz era avassalador e dominou a NFL de 1999 (ano que foi campeão) até 2001. O esquema era mortal tanto pelo ar como pelo chão e comandado dentro de campo pelo QB Kurt Warner e o RB Marshall Faulk – dois membros do Hall da Fama. Na prática, St Louis teve quase o dobro de jardas totais na partida, mas os três turnovers colocaram tudo a perder.

Patriots abrem vantagem na primeira etapa

O duelo começou truncado na Louisiana – com as três primeiras campanhas resultando em punt. O forte ataque dos Rams se encontrou apenas no final do primeiro quarto: Kurt Warner acertou bons passes e posicionou o kicker Jeff Wilkins para um chute certeiro de 50 jardas. 3 a 0 Rams no Superdome.

Warner voltou a campo no começo do segundo período e caminhava para abrir uma vantagem maior – eis que o QB cometeu um turnover que fez total diferença no resultado final: o CB TY Law interceptou o passe do veterano e retornou por 47 jardas até a end zone. Pick-six no Super Bowl 36!

Empolgado com o bom momento, Brady acertou bons passes e lançou seu único TD da partida no último minuto antes do intervalo: conexão de oito jardas para a linda recepção de David Patten. Com a pontuação, os Pats foram para os vestiários do Superdome vencendo por 14 a 3.

Rams reagem, mas a dupla Brady e Vinatieri brilha no fim

Kurt Warner voltou para a segunda etapa disposto a colocar seu time de volta ao jogo, mas logo cometeu outro erro grave: interceptação nas mãos do CB Otis Smith. Em boa posição de campo, New England capitalizou o turnover com um field goal de 37 jardas de Adam Vinatieri. 17 a 3 Patriots no fim do 3º período.

St Louis foi para o tudo ou nada no último período – eis que o forte ataque característico do “The Greatest Show on Turf” finalmente apareceu. Warner foi simplesmente espetacular em duas campanhas terminadas em touchdown: uma corrida curta do QB para dentro da end zone e uma conexão de 26 jardas com Ricky Proehl. Tudo empatado em New Orleans: 17 a 17.

O jovem Brady recebeu a bola com 1:37 para o fim do jogo no primeiro Super Bowl da carreira. Foi exatamente nesse drive que o mundo passou a olhar o camisa 12 com outros olhos! Com gelo nas veias, ele completou cinco passes no minuto final e posicionou Adam Vinatieri para um chute nada tranquilo de 48 jardas. Coube a outro futuro membro do Hall da Fama a tarefa de converter o chute com maestria e dar o Super Bowl para os azarões! Festa na Nova Inglaterra!

Comentários