Árbitro que apitou a final entre Patriots x Giants em 2012 vai comandar o Super Bowl 53

Quando o nome de John Parry foi anunciado como árbitro principal do Super Bowl 53, as reações não foram das mais calorosas pelos lados de Foxborough. O árbitro de 53 anos já comandou outro Super Bowl da carreira, o 46, jogo que o torcedor do New England Patriots não gosta muito de lembrar: derrota por 21 a 17 para o New York Giants de Eli Manning (mais uma) no Lucas Oil Stadium, em Indiana.

Apesar do número de faltas do duelo ter sido bem equilibrado, cinco para os Pats e quatro para os Giants, o pessoal na Nova Inglaterra tem muita bronca de Parry por uma chamada, digamos, controversa logo na primeira jogada ofensiva de New England na noite: o árbitro assinalou um ‘intentional grounding’ de Tom Brady dentro da end zone, portanto, um safety. New York recebeu a bola de volta e não demorou para abrir 9 a 0 em Indianapolis.

Parry apitou apenas um jogo dos Patriots este ano – a derrota por 17 a 10 para o Pittsburgh Steelers na semana 15. Os Pats tiveram 14 faltas marcadas para perda de 106 jardas – números gigantes para um time que fechou 2018 com média de 5.5 por jogo. Ao todo, foram nove vitórias e cinco derrotas de New England em jogos comandados pelo árbitro.

Rams nunca perderam com Parry no apito

Se o pessoal em Foxborough não gostou muito da escolha de John Parry, pelos lados da Califórnia a decisão deve ter sido muito comemorada! Afinal, os Rams venceram todos os sete jogos apitados pelo árbitro – inclusive o duelo de Wild Card diante dos Cowboys nos playoffs desta temporada.

John Parry estreou na NFL em 2000 como juiz de linha e em 2007 foi promovido a árbitro principal. Apesar do grupo de árbitros comandado por ele durante o ano ter fama de jogar muitas flanelas, média de 13 por jogo, ele será o único membro de sua equipe original no Super Bowl. Fred Bryan, Ed Camp, Jeff Bergman, Steve Zimmer, Eugene Hall e Terrence Mills completam o time.

Comentários