Divisional Round 2019: Prévia de Indianapolis Colts x Kansas City Chiefs

O Divisional Round da NFL abre os trabalhos com um duelo que promete uma chuva de pontos no Missouri! Dono da melhor campanha da AFC, o Kansas City Chiefs de Patrick Mahomes recebe nada menos que o Indianapolis Colts de Andrew Luck – simplesmente o embate dos dois quarterbacks que mais lançaram passes para touchdown em 2018 (89 no total). Simplesmente imperdível! A bola vai voar às 19h35 deste sábado no hostil Arrowhead Stadium.

Essa será a reedição de um duelo histórico dos playoffs da NFL que aconteceu há exatos cinco anos – também na fase Divisional. Os Colts de Andrew Luck perdiam por 28 pontos na segunda etapa e arquitetaram uma virada épica – vencendo por 45 a 44 no Lucas Oil Stadium. Será que teremos algo similar na noite deste sábado? Ingredientes para um jogo inesquecível não faltam.

>>> Confira o calendário completo dos playoffs

De um lado, temos um Kansas City que foi sensação no começo da temporada: vencendo nove dos primeiros jogos do ano com um jovem Patrick Mahomes caminhando a passos largos para ser o MVP da temporada. Mesmo com uma queda de rentimento na parte final, perdendo três das últimas seis, Mahomes manteve o pedrão de atuações e foi o terceiro QB da história a chegar na marca de 50 TDs lançados na temporada regular. Agora, nem tudo são flores no Missouri: o time ainda sente falta de Kareem Hunt no backfield e a defesa é a segunda pior da NFL cedendo jardas.

Se KC já viveu dias melhores, a situação do Indianapolis Colts é oposta: o time vem ‘pegando fogo’ com cinco vitórias seguidas – incluindo um triunfo contundente diante do rival Texans no Wild Card. A arrancada de Indianapolis em 2018 foi impressionante: apenas o terceiro time da história a jogar a pós-temporada depois de um início 1-5. A evolução da defesa foi parte importante nesse processo, mas o mérito mesmo vai para Frank Reich: o trainador mudou completamente o esquema de jogo e conseguiu tirar o máximo de Andrew Luck – um dos QBs mais geniais da liga.

O recorde das equipes é bem equilibrado na temporada regular: 12 vitórias de Indianapolis e nove dos Chiefs no histórico do confronto. Agora, quando falamos de pós-temporada, os números mostram um massacre dos Colts. CPF na nota, Chiefs?

Foram quatro confrontos (1995, 2003, 2006 e 2013) – todos vencidos pelos Colts. No primeiro deles o time ainda contava com Jim Harbaugh no comando do ataque. Os dois duelos do começo dos anos 200 tinham Peyton Manning dominando e em 2013 tivemos Andrew Luck comandano aquela virada épica de 28 pontos que falamos um pouco mais acima no texto. Haja freguesia!

O primeiro passo para os Chiefs em um modo geral é saber lidar com anos e anos de fracasso na pós-temporada – algo que certamente está respingando nos jogadores atuais. A última vitória nos playoffs em casa veio em 1993 – de lá para cá foram seis derrotas consecutivas. No ataque, a chave para a vitória passa exclusivamente pelas mãos de Travis Kelce: a defesa dos Colts possui muita dificuldade em parar os tight end adversários e é a pior da NFL cedendo jarda a TEs: 1194 no total. Kelce precisa aparecer nos momentos decisivos e manter a posse de bola no ataque.

Falando da defesa, será vital para os Chiefs vencer a batalha nas trincheiras. Será fantástico ver o pass-rush de Kansas City, o melhor da NFL com 52 sacks, contra a linha fensiva de Indianapolis que cedeu apenas 18 (melhor marca da liga) e deu um show contendo JJ Watt e companhia na semana passada. Como os Chiefs possuem a pior defesa de todas contra o passe, é quase que obrigatório que o time deixe Andrew Luck desconfortável dentro do pocket e não dê tempo para ele lançar.

.Muito do sucesso recente de Indianapolis passa pelo ótimo momento vivido pelo jogo corrido: foram 200 jardas terrestres contra a defesa de Houston – a terceira melhor da liga no quesito. Se quiser sair do Arrowhead vitorioso será vital que Marlon Mack continue brilhando: o RB computou pelo menos 100 jardas terrestres em três dos últimos quatro jogos. O domínio pelo chão é fundamental para o plano de jogo de domínio do relógio do técnico Franck Reich e ainda abre uma arma perigosíssima de Andrew Luck: o play-action.

Na defesa a pergunta é bem óbvia: como parar Patrick Mahomes? Talvez a chave esteja em algo que a equipe já esteja fazendo. A defesa dos Colts atua em um cover 2 muito conservador, com o intuito principal de evitar ao máximo as chamadas ‘big plays’: embora o time permita aos adversários uma uma média de 71% de passes completos, os adversários tentaram o passe longo em apenas 8% dos lançamentos. Caso Indy consiga manter isso e limitar aquelas jogadas explosivas de Mahomes e sua trupe, a vitória certamente fica mais próxima.

Muito pelo que fez ao longo do ano, os Chiefs aparecem com um grande favoritismo nas casas de aposta. Segundo os odds do Oddsshark.com/br, a vitória de Kansas City paga R$1,44 para cada real apostado; já o triunfo dos Colts no Arrowhead rende R$2,85 para 1. Vale apostar mais uma vez no bom momento dos azarões? Sim, senhor! Indianapolis está pegando fogo e há uma grande chance dessa equipe chegar á final da AFC.

Palpite do Endzone Brasil: Indianapolis Colts 35 x 31 Kansas City Chiefs

Comentários