Divisional Round 2019: Prévia de Philadelphia Eagles x New Orleans Saints

O Pulso ainda pulsa pelos lados da Filadélfia! Depois de eliminar o Chicago Bears de forma heroica, o Philadelphia Eagles terá outra parada duríssima fora de casa: ‘apenas’ o New Orleans Saints – equipe de melhor campanha da NFL. Drew Brees finalmente entra em campo nos playoffs focado em conquistar um último Super Bowl antes do fim da carreira. Como será o encontro de MVPs de Super Bowl contra Nick Foles? Prepare-se para um duelo de tirar o fôlego neste domingo (13), às 19h35, no pulsante Mercedes-Benz Superdome, em New Orleans.

O clima será de revanche para os Eagles – que visitaram esse mesmo estádio há dois meses e levaram uma surra histórica: 48 a 7 para os Saints com direito a 546 jardas totais do time da casa. Nick Foles disse que esse revés foi crucial para que o comportamento da equipe mudasse: foram seis vitórias nos sete compromissos depois do massacre na Louisiana. Será que podemos ver algo similar na noite de domingo?

>>> Confira o calendário completo dos playoffs

Difícil. Por mais que a secundária de Philly continue desfalcada, é incrível como essa equipe mudou da água para o vinho desde que Nick Foles assumiu o comando do ataque na semana 15: são quatro vitórias consecutivas contra Rams, Texans, Redskins e Bears no Wild Card. O desempenho do camisa 9 das Águias em pós-temporada é simplesmente assustador: são quatro vitórias seguidas com 71% dos passes completos, média de 309 jardas, nove touchdowns e três interceptações. A defesa também evoluiu demais nas últimas cinco semanas cedendo uma média de apenas 15,5 pontos por jogo.

É inegável que os Eagles chegam pegando fogo, mas isso será o suficiente para vencer o melhor time da NFL em sua casa? É assustador como o desempenho de New Orleans é ainda melhor dentro do Superdome: média de 37 pontos nos sete compromissos que o time fez com o time titular em campo. A precisão dos passes de Drew Brees dentro do Dome é surreal – o QB teve um rating quase perfeito no primeiro encontro das equipes em novembro. Aliás, sabem qual o recorde da dupla Brees e Sean Payton em jogos de playoff dentro de casa? Cinco vitórias e nenhuma derrota.

Embora os Eagles tenham levado essa surra de 48 a 7, já citada no último encontro dos times em 18 de novembro, Philly leva vantagem no histórico do confronto: são 16 vitórias das Águias contra apenas 12 dos Saints.

Já na pós-temporada a vantagem é de New Orleans: 2 a 1. Enquanto a única vitória dos Eagles veio em 1992, os dois triunfos dos Saints vieram em 2006 e 2013 – já na era Payton/Brees. Curiosamente, o último encontro em pós-temporada foi o único embate dos dois camisas 9 oriundos da Westlake High School: Drew Brees e Nick Foles. New Orleans venceu o time de Chip Kelly por 27 a 24 em pleno Lincoln Financial Field.

Em New Orleans, a chave da vitória no ataque já ficou bem clara no atropelamento em novembro: os Eagles focaram em anular Michael Thomas e acabaram levando um balie do resto do corpo de recebedores – com alvos desconhecidos recebendo touchdowns. Para azar dos Eagles, Brees possui ainda mais opções de lançamento no próximo domingo – especialmente Tedd Ginn Jr. O WR2 da equipe ficou mais de dois meses parado e voltou computando cinco recepções e 74 jardas na semana 16. 10 jogadores diferentes dos Saints tiveram pelo menos nove recepções este ano – e todos estarão disponíveis para o quarterback veterano.

Uma das maiores diferenças entre Foles e Wentz é como o camisa 9 solta a bola bem mais rápido. Pensando nisso, será vital que o trio de cornerbacks dos Saints faça aquele famoso ‘press coverage’, ou seja, pressionem os wide receivers dos Eagles na linha de scrimmage e atrapalhem a sintonia com o seu quarterback. Se os Saints fecharem as portas do passe curto e manterem a força gigantesca contra corridas, o time estará com uma mão na vitória.

Talvez a chave para a vitória dos Eagles no ataque esteja em utilizar o rápido release de Foles e espalhar a bola para os vários bons alvos nos passes curtos – gastando o relógio e mantendo Brees no banco. Depois que a defesa dos Saints estiver mais espalhada, pronta para parar os passes mais curtos, aí sim é hora de correr com a bola. Se Philly tentar estabelecer o jogo corrido logo de cara, não será páreo para uma das melhores defesas da NFL no quesito.

Na defesa, será fundamental que aquele pass-rush feroz esteja ainda mais afiado! A grande questão é que a linha ofensiva dos Saints está com problemas de lesão – especialmente na posição de left tackle. Claro que Drew Brees é um gênio lendo defesas e soltando a bola rápido, mas talvez um fumble forçado em seu ponto cego pode fazer total diferença – assim como no Super Bowl 52 contra os Patriots.

This image has an empty alt attribute; its file name is EM-QUEM-APOSTAR2-300x129.jpg

Para variar, os Eagles mais uma vez aparecem como grandes azarões nas casas de aposta: a vitória de Nick Foles companhia paga R$3,70 a cada real – contra R$1,30 do triunfo de Drew Brees. Já diferença na aposta de spread, ou seja, que um time vai vencer o outro por uma quantidade de pontos pré-estabelecida, é de oito pontos segundo os odds do Oddsshark.com.

Pode ser que os Eagles não vençam, mas não será uma derrota por mais de oito pontos. Portanto, o mais recomendado é a aposta de derrota de Philly por até oito pontos (spread Eagles +8), pagando R$1,91 para 1.

Palpite do Endzone Brasil: Philadelphia Eagles 27 x 30 New Orleans Saints

Comentários