Final da AFC 2019: Prévia de New England Patriots x Kansas City Chiefs

New England Patriots ou Kansas Chiefs: quem vai representar a AFC no Super Bowl 53? Prepare-se para mais um embate épico entre as duas franquias no Missouri! Talvez a maior atração seja o duelo de gerações entre Tom Brady e Patrick Mahomes: enquanto o veterano busca a nona participação no Super Bowl, a jovem promessa quer se firmar de vez como o novo fenômeno da NFL. Será que essa pode ser a partida que o maior de todos os tempos vai ‘passar o bastão’? Vamos descobrir às 21h40 deste domingo (20) em um Arrowhead Stadium completamente lotado.

Assim como na NFC, temos as duas equipes de melhor campanha da AFC duelando por um lugar no tão sonhado Super Bowl 53. Os dois times já se enfrentaram esse ano, na semana 6, e foi um jogaço: vitória dos Patriots por 43 a 40 em Foxborough. Independente de quem sair do Arrowhead vitorioso, a promessa é de um embate de muitos pontos e equilibrado até os minutos finais.

>>> Confira o calendário completo dos playoffs

Pode-se dizer que os Chiefs que vão entrar em campo são um time bem diferente do que caiu em Foxborough em outubro: se por um lado terá os retornos de Justin Houston e Eric Berry na defesa, perde poder de fogo com a ausência do cortado Kareem Hunt. Pelo menos uma coisa permanece a mesma: Patrick Mahomes. O que o garoto fez este ano foi algo de outro mundo: apenas o terceiro da história a chegar na galeria dos 50 touchdowns e quase 5,100 jardas. Após um momento de instabilidade no fim da temporada regular, o time mostrou uma força absurda no Divisional Round e amassou o Indianapolis Colts – que chegou ao duelo pegando fogo.

Do outro lado, temos um New England Patriots que busca simplesmente a quarta participação em Super Bowl nos últimos cinco anos. Inacreditavel! Mesmo com possivelmente a maior dupla de quarterback e técnico de todos os tempos, o time aparece como grande azarão segundo as casas de aposta. Os Pats já abraçaram essa mentalidade ‘underdog’ – assim como os Eagles fizeram no ano passado. Será que terão o mesmo resultado? Jamais subestime um time com Belichick no comando e Tom Brady dentro de campo.

Como já dissemos acima, o último encontro dos times aconteceu na semana 6 desta temporada e foi simplesmente épico: vitória de 43 a 40 dos Pats no Gillette Stadium. Após um primeiro tempo ruim, Patrick Mahomes foi brilhante na segunda etapa: lançou quatro touchdowns e por muito pouco não virou a partida no finzinho.

O retrospecto de temporada regular é equilibradíssimo: 17 vitórias dos Patriots e 18 dos Chiefs em 35 confrontos. As equipes se enfrentaram na pós-temporada apenas uma vez, já na era Andy Reid, e os Pats levaram a melhor: 27 a 20 em Foxborough no Divisional Round da temporada 2015.

Apesar da derrota, os Chiefs fizeram um segundo tempo magníico em Foxborough em outubro – e um dos principais responsáveis foi Kareem Hunt: o RB teve 185 jardas de scrimmage e um TD. Como voltar a fazer frente aos Pats sem ele? Mais do que nunca, Kansas City vai precisar de uma grande atuação do seu substituto: Damien Williams. O RB não sentiu o peso dos playoffs e foi peça fundamental na vitória contra os Colts na semana passada – isso precisa se repetir contra uma defesa que cedeu 19 jardas pelo chão no último domingo contra os Chargers.

Na defesa, a chave para parar Brady é mundialmente conhecida: pressioná-lo APENAS com os quatro homens de linha ao longo de todo jogo. A questão é: pouquíssimos times conseguem colocar em prática! Se isso já é uma regra, para os Chiefs é simplesmente uma obrigação: se o time que mais computou sacks (52) não deixar Brady aflito no pocket, ele simplesmente vai destruir a segunda pior defesa da NFL em jardas e 24º em pontos.

Todos sabem que o play-action é um dos pontos mais fortes no esquema ofensivo do coordenador Josh McDaniels: as formações influenciam a movimentação dos linebackers e abrem espaço para Julian Edelman e Rob Gronkowski em rotas crossing. Como a defesa dos Chiefs se baseia em coberturas homem a homem, o play-action será ainda mais vital para abrir espaços para Tom Brady no meio do campo. Para isso, o time precisará de mais uma grande atuação do calouro Sony Michel – estabelecendo o jogo corrido logo de cara.

Agora, se quiser pensar em mais um Super Bowl, os Patriots precisam NECESSARIAMENTE melhorar seu deempenho fora de casa – especalmente da defesa. É incrível como o time se transforma longe de Foxborough: são cinco derrotas nos oito jogos como visitante. Muito desses resultados ruins devem ser colocados na conta de uma defesa mais passiva e menos dominante nas trincheiras. Para se ter uma ideia, em apenas três dos oito duelos o time levou menos de 26 pontos. Philip Rivers foi pressionado em 24 oportunidades na semana passada no Gillette Stadium – os Pats precisam levar essa intensidade ao Arrowhead Stadium e forçar Patrick Mahomes a cometer erros.

Muito pelo que fez ao longo do ano, os Chiefs aparecem com um bom favoritismo nas casas de aposta. Segundo os odds do Oddsshark.com/br, a vitória de Kansas City paga R$1,62 para cada real apostado; já o triunfo dos Patriots no Arrowhead rende R$2,60 para 1. Depois de muitos anos no topo, os Pats são azarões! Acredita na mística de Tom Brady e companhia? Então não perca tempo e faça a sua aposta nos atuais bicampeões da AFC.

Palpite do Endzone Brasil: New England Patriots 31 x 35 Kansas City Chiefs

Comentários