Case Keenum é trocado pelos Broncos e vai jogar nos Redskins em 2019

Quando o Denver Broncos anunciou a troca envolvendo a contratação de Joe Flacco, todo mundo sabia que era uma questão de tempo para que a franquia desse um destino a Case Keenum – quarterback que veio dos Vikings no ano passado e não conseguiu repetir o desempenho que teve em Minneapolis. O novo time do jogador já é conhecido: vai desembarcar na capital americana para defender o Washington Redskins em 2019.

Os termos do acordo são curiosos: Denver recebe uma escolha de sexta rodada do Draft e manda uma de sétima mais o quarterback, é claro. A transação apenas pode ser concretizada a partir do dia 13 de março – quando abre o mercado da NFL para a próxima temporada.

Keenum rendeu muito abaixo do esperado no Colorado

Quando os Broncos foram buscar Case Keenum dos Vikings, a expectativa era de acabar com aquela ciranda interminável de quarterbacks desde a aposentadoria de Peyton Manning. Os números do jogador em 2017 foram excelentes: recorde de 11-3, 3547 jardas, 22 TDs e apenas sete interceptações em 14 jogos como titular. Na prática, isso jamais aconteceu.

Keenum sofreu com uma linha ofensiva ruim e não foi sombra do QB do ano anterior: venceu apenas seis partidas no Colorado e teve 18 touchdowns e 15 INTs. Mesmo assinando por dois anos com Denver, já era possível prever que a franquia iria virar a página em 2019. Claro que Joe Flacco não é, nem de longe, o nome ideal para comandar o ataque dos Broncos (falamos disso aqui), mas isso é outra história.

Briga com Colt McCoy pela titularidade em DC

A lesão gravíssima sofrida por Alex Smith deuxou tudo em aberto em Washington: o time ficou de ‘mãos atadas’ sem saaber se o QB vai conseguir voltar aos gramados da NFL e não podem oferecer um grande contrato para outro nome pela grana alta investida em Smith. Nesse cenário confuso, trazer Case Keenum não é uma escolha ruim. Ao que parece, ele deve brigar com Colt McCoy pela posição de titular da equipe no training camp.

Comentários