Confira quem recebeu a franchise tag antes da abertura do mercado na NFL

Após semanas de muita especulação, se sabe quais os jogadores que receberam a franchise tag no começo do período de free agency na NFL. Como o prazo para a colocação da tag venceu na última terça-feira (05), tudo está definido: seis equipes optaram pelo recurso contratual em seus respectivos jogadores. Será que o seu time está entre eles? Veja quais os jogadores que receberam a franchise tag e não devem tocar de franquia nesta intertemporada.

Caso você seja novato no mundo da NFL, fizemos todo um post explicando o que é a franchise tag, só clicar aqui. Resumidamente, a ‘franchise tag’ é um contrato de um ano feito pelos times que impede que o jogador fique livre no mercado. O salário é baseado em uma média de cinco anos dos jogadores da mesma posição.

OLB Jadeveon Clowney – tag colocada pelo Houston Texans

Faz todo o sentido os Texans impedirem um jogador que foi primeira escolha geral de Draft de entrar livre no mercado. Após um começo de carreira recheado de lesões, Clowney vem jogando muito bem: um grande pass-rusher e sólido contra corridas. Os Texans já se pronunciaram sobre o assunto e garantiram que estão trabalhando na renovação contratual do jogador – acordo que precisa sair até meados de julho.

DE DeMarcus Lawrence – tag colocada pelo Dallas Cowboys

Será que Lawrence pode seguir os passos de Le’Veon Bell e Aaron Donald e fazer o famoso ‘holdout’? A possibilidade é muito boa! O jogador não gostou nem um pouco de receber a franchise tag pelo segundo ano consecutivo e já se manifestou dizendo que não vai jogar com o contrato da tag por dois anos consecutivos. Apesar de Dallas estar com o salary cap apertado, o time não poderia deixar o melhor jogador da defesa testar o mercado.

DE Frank Clark – tag colocada pelo Seattle Seahawks

Apesar de não ser um jogador fora de série, poucos defensive ends foram mais produtivos do que Clark nos últimos três anos: 32 sacks nesse período – 13 deles no ano passado. O que circula nos bastidores é que uma renovação contratual mais longa já está sendo conversada.

DT Grady Jarrett – tag colocada pelo Atlanta Falcons

Não é todo dia que um jogador draftado na quinta rodada recebe a franchise tag – Jarrett é uma boa exceção a essa regra. Certamente os Falcons sabem que o jogador receberia várias propostas caso chegasse ao mercado, afinal, defensive tackles que também pressionam QBs pelo meio é um artigo de luxo na NFL – foram seis sacks apenas no ano passado.

OLB Dee Ford – tag colocada pelo Kansas City Chiefs

Apesar da colocação da tag, o futuro de Ford nos Chiefs ainda é uma incógnita. O jogador ficou marcado pela falta cometida na Final da AFC – que permitiu aos Patriots seguir na campanha e, futuramente, carimbar o passaporte para o Super Bowl. Além disso, Kansas City está passando por uma reformulação na defesa e adotando o esquema 4-3. Não se surpreenda com Ford sendo trocado.

K Robbie Gould – tag colocada pelo San Francisco 49ers

Certamente o kicker veterano receberia várias propostas caso estivesse livre no mercado – o Chicago Bears se arrepende amargamente de tê-lo deixado ir embora. Gould acertou 72 dos 75 chutes que tentou nos dois anos na Califórnia – esse aproveitamento de 96% em duas temporadas é o segundo maior da história da NFL.

Jogadores especulados, mas que acabaram por não receber a franchise tag:

  • S Landon Collins, New York Giants
  • LB C.J. Mosley, Baltimore Ravens
  • QB Nick Foles, Philadelphia Eagles
  • RB Le’Veon Bell, Pittsburgh Steelers
  • K Stephen Gostkowski, DE Trey Flowers ou OT Trent Brown, New England Patriots

Comentários