Quem ainda está no mercado? Listamos o melhor jogador disponível de cada posição

Os primeiros dias de Free Agency foram uma loucura na NFL: trocas insanas e muitos jogadores talentosos encontrando um novo, e mais lucrativo, lar para a temporada 2019. Apesar da maioria dos principais atletas já terem sido contratados, ainda temos ótimas opções disponíveis uma semana após a abertura do mercado. Qual a principal carência do seu time? Listamos o melhor free agent disponível em cada posição:

Ataque

Quarterback: Sam Bradford

Ter Bradford como principal opção ainda disponível mostra como o mercado da NFL está carente de quarterbacks. Dos QBs procurando emprego, ele é o que possui o melhor histórico: um cara que já foi primeira escolha geral de Draft e teve bons momentos na liga quando não esteve machucado. O atleta foi dispensado dos Cardinals no ano passado após três partidas lamentáveis como titular, mas vamos falar a verdade: o que funcionava naquele péssimo time de Arizona? Sam pode ser um bom reserva em algum lugar.

Running back: Jay Ajayi

O talento é inegável, mas as lesões atrapalham bastante a carreira de Ajayi – principalmente os problemas no joelho. Saudável, ele correu mais de 1200 jardas em 2016 nos Dolphins e foi peça importante do Super Bowl dos Eagles em 2017. Sem contusões, pode ser titular em muitos times da liga atualmente.

Wide Receiver: Dez Bryant

Sim, ele ainda existe! Apesar da grave lesão sofrida no ano passado, no dia seguinte de assinar com os Saints, Dez está esquecido no mercado e ainda tem muita lenha para queimar na NFL. Apesar de não ter mais aquele status de WR1, ele ainda pode render muito nas mãos do quarterback certo.

Tight End: Jared Cook

Apesar da fama de veterano em fim de carreira, Cook teve os melhores números na NFL no ano passado nos Raiders: 896 jardas e 6 TDs. Das opções do mercado de tight end ele é, disparado, a melhor.

Linha ofensiva: Quinton Spain

Apesar de não ser um jogador top de linha, o guard já mostrou coisas boas na NFL, especialmente em 2016, e foi titular nos últimos três anos no Tennessee Titans. A experiência de 48 jogos pode pesar em seu favor em uma liga tão competitiva.

Defesa

Defensive tackle: Ndamukong Suh

Após um começo devagar nos Rams, Suh foi fundamental na reta final da temporada e peça importante na caminhada até o Super Bowl. O All-Pro mostrou que ainda é um dos melhores da posição e pode fazer a diferença em alguma defesa.

Pass-rusher: Justin Houston

Esse é o principal nome ainda no mercado em termos de talento – é meio bizarro pensar que estamos entrando na segunda semana de Free Agency e nenhuma equipe ainda o contratou. Ao que parece, Houston está procurando o time certo para brigar por um Super Bowl e encerrar a carreira.

Linebacker: Zach Brown

Brown é aquele jogador que, no esquema certo, pode arrumar uma defesa: são 632 tackles em sete temporadas. Após um começo de temporada arrasador nos Redskins, ele foi perdendo a confiança da comissão técnica e pouco jogou. Extremamente físico, pode contribuir demais em outra equipe nos próximos anos.

Cornerback: Morris Claiborne

Apesar de não ser o cornerback mais confiável do mundo, Claiborne teve alguns bons momentos e defendeu 14 passes pelos Jets no ano passado. Pode ser peça de rotação em alguma secundária.

Safety: Eric Berry

Trata-se de um jogador que, embora tenha cinco Pro-Bowls na carreira em nove anos, três deles All-Pro, foi assombrado por lesões e jogou apenas três partidas nos últimos dois anos nos Chiefs. Se voltar ao altíssimo nível de 2016, Berry é um excelente reforço para qualquer secundária.

Especialistas

Kicker: Stephen Gostkowski

Difícil saber o que é mais surpreendente: os Patriots não renovarem com Gostkowski ou ele ainda estar no mercado após uma semana de Free Agency. Trata-se de um kicker tricampeão do Super Bowl e com quatro Pro-Bowls no currículo. Se ninguém demonstrar interesse, pode até ser que ele volte aos Pats por um preço menor.

Comentários