Análise de elenco e posições carentes para o Draft 2019 da NFC East: Eagles, Cowboys, Giants e Redskins

Ao longo dos próximos dias o Endzone Brasil chega com um especial analisando os elencos e as carências das 32 equipes da NFL dias antes do tão esperado Draft na próxima quinta-feira (25). Hoje é dia de falar da NFC East!

Número de escolhas no Draft 2019: seis
Três posições carentes para o Draft: Linha defensiva, secundária e tight end

Este ano Jerry Jones não fez nenhuma grande loucura financeiramente e, ainda sim, trouxe jogadores que podem contribuir bem em 2019: Randall Cobb, Robert Quinn, George Iloka e o retorno de Jason Witten. Outra boa notícia foi a renovação do contrato de DeMarcus Lawrence – que tinha tudo para ser mais uma novela na NFL.

No ataque, a questão parece estar bem resolvida após a ascensão de Amari Cooper e a chegada de Randall Cobb – talvez o time pense em um futuro substituto para o ex-aposentado Jason Witten. No mais, o foco dos Cowboys no próximo Draft deve ser a defesa.

Mesmo sem a escolha de 1ª rodada, que foi para Oakland, o time tem totais condições de se reforçar bem com as seis escolhas – quatro delas entre as primeiras 136. Com a aposentadoria de David Irving e o futuro incerto de Randy Gregory, a linha defensiva deve ser o foco principal de Dallas – especialmente pelo esquema tático adotado que precisa de profundidade no elenco. A secundária também deve ganhar uma atenção especial.

Número de escolhas no Draft 2019: Doze
Três posições carentes para o Draft: Quarterback, secundária e linha defensiva

Embora New York não queira utilizar o termo reformulação, é exatamente o que estão fazendo: trocaram Odell Beckham Jr, possivelmente o melhor jogador do time, e Olivier Vernon e perderam Landon Collins – o melhor playmaker da defesa. Com 12 escolhas no Draft, a expectativa é de que a equipe consiga se manter competitiva em 2019.

Há alguns anos falo por aqui que os Giants precisavam buscar um jovem para substituir Eli Manning no futuro, mas agora já passou de algo secundário para obrigatório. A cada dia que passa os rumores de que os Giants podem buscar o QB Dwayne Haskins aumentam mais, mas é preciso ficar esperto com algum outro time podendo subir algumas posições e pegá-lo antes da 6ª colocação.

O general manager dos Blues vai precisar fazer um grande trabalho com as 12 picks, pois o time precisa de ajuda em basicamente todos os setores – especialmente na defesa. New York precisa de, pelo menos, dois novos cornerbacks e reforços tanto no miolo da linha defensiva como no pass-rush. Será um Draft agitado na Big Apple.

Número de escolhas no Draft 2019: Sete
Três posições carentes para o Draft: Linebacker, running back e secundária

Pelo segundo ano consecutivo os Eagles ‘fazem milagre’ no mercado com pouco espaço no cap. A aposta foi em jogadores bons e mais experientes: os retornos de DeSean Jackson e Vinny Curry, as contratações do safey Andrew Sendejo e o DT Malik Jackson e as renovações de Brandon Graham e Jason Peters. Outra grande jogada foi resolver o problema da posição de running back trazendo Jordan Howard dos Bears por um valor irrisório.

Falando do Draft em si, os Eagles fazem parte daquela galeria de times que precisam de ajuda em alguns setores, mas não possuem nenhum grande buraco no elenco. Muitos ‘mock drafts’ colocam as Águias indo atrás de um jogador de secundária logo de cara, mas vale lembrar que o setor ficou ‘caindo aos pedaços’ por conta das várias e várias lesões. Além do mais, alguns garotos assumiram a bronca e não decepcionaram – com uma boa margem de evolução daqui a algum tempo.

O setor que precisa de um jogador de impacto logo de cara é o de linebacker – carente após a saída do intenso Jordan Hicks. Não se surpreenda com Philly subindo algumas posições paga pegar nomes como Devin White ou Devin Bush. No ataque, um RB explosivo pode chegar para dividir as carregadas e ajudar a tirar a pressão dos ombros de Carson Wentz.

Número de escolhas no Draft 2019: Nove
Três posições carentes para o Draft: Quarterback, pass-rusher e wide receiver

A situação não anda nada boa nos Redskins. Com o futuro de Alex Smith ainda em aberto, pode ser que Case Keenum e Colt McCoy sejam as duas opções de quarterback. Ouch. O time perdeu vários bons jogadores na intertemporada e possui várias lacunas a serem preenchidas – mesmo com a chegada de Landon Collins na secundária. Faltam playmakers no ataque e Jay Gruden já começa a sentir a pressão de mais uma temporada sem playoffs.

Será que o time vai tentar buscar o seu QB do futuro já em 2019? Embora a chegada de Keenum faça dessa uma possibilidade mais remota, alguns rumores começam a surgir que os Redskins subiriam até a 3ª escolha para pegar Dwayne Haskins antes dos Giants. Veremos o que general manager vai aprontar na quinta-feira.

Falando no geral, os Redskins precisam de ajuda em praticamente todas as posições. No ataque, Adrian Peterson está em fim de carreira e o grupo de wide receivers não assusta ninguém. A defesa perdeu muito talento – tanto na linha defensiva como no grupo de linebackers. Qualquer ajuda em DC é bem-vinda.

Comentários