Por quanto tempo Joe Flacco será o QB titular do Denver Broncos?

Quando o Denver Broncos anunciou a contratação do QB Joe Flacco em troca com o Baltimore Ravens, muitos torcedores do Colorado coçaram a cabeça de preocupação, afinal, será que a ideia da franquia é colocar todas as fichas e um nome mediano e longe do seu auge na carreira?

Dois meses depois, a franquia tratou de tranquilizar a todos buscando um jovem quarterback na segunda rodada do Draft: Drew Lock. Embora a decisão de ir atrás de um garoto do College faça sentido, a decisão traz um caminhão de especulações quanto ao futuro da franquia na posição de QB. Por quanto tempo Flacco será o número 1 no Colorado?

Elway ‘crava’ titularidade de Flacco

Questionado após a franquia subir para a 42ª posição do Draft para selecionar Lock, o general manager John Elway fez questão de dizer que Joe Flacco será o titular e o garoto vindo de Missouri será uma espécie de ‘pupilo’ – inclusive comparando à situação de Brett Favre e Aaron Rodgers em Green Bay (quando A-Rod ficou três anos no banco do veterano esperando sua chance).

Declarações polêmicas do veterano

Quando questionado sobre a declaração de Elway, Joe Flacco se mostrou desconfortável e causou certa polêmica dizendo que não está planejando gastar muito tempo sendo o mentor de Lock: “Não vejo isso como o meu trabalho. Estou aqui para ganhar jogos de futebol para essa equipe”.

Filme repetido na vida do quarterback?

Pode-se dizer que o camisa 5 está meio traumatizado com essa situação após ter vivido algo similar há alguns meses nos Ravens. Após 10 anos na equipe, ele viu Baltimore utilizar a 32ª escolha do Draft 2018 em Lamar Jackson, quarterback de Louisville. As declarações de John Harbaugh foram muito similares as de Elway na época: Flacco será o titular e Jackson terá a chance de se desenvolver ao longo dos anos.

O desfecho desta história todo mundo se lembra: o jovem QB assumiu titularidade na semana 9 e Flacco não voltou mais para campo. Será que podemos ver um ‘repeteco’ nas montanhas do Colorado?

Se o veterano repetir o desempenho pífio dos útimos anos, é algo mais do que possível. Joe Flacco não computa mais do que 4 mil jardas em uma temporada desde 2016 e não lança mais de 25 touchdpwns ou tem um rating acima de 90 desde 2014.

Aos que ainda questionam, o camisa 5 não é um QB de elite e nem nunca será. Trata-se de um quarterback mediano que teve bons jogos na pós-temporada de 2012, mas nada além disso. Nao é um jogador capaz de dar vida nova a um ataque que segue capengando desde que Manning pendurou as chuteiras.

Se o veterano não der algum sinal de evolução e mostrar ser o mesmo quarterback dos últimos anos em Baltimore, não vai demorar para a torcida fazer pressão e pedir Drew Lock em campo – assim como aconteceu com Lamar Jackson. O garoto pode assumir o posto de titular antes do que você imagina.

Comentários