Prévia da temporada 2019: Como será o ano do New York Giants

Após intertemporada confusa, o futuro dos Giants é incerto

O New York Giants foi um dos times mais falados da última intertemporada, mas, infelizmente para o seu torcedor, o time recebeu os holofotes pelas decisões mais do que controversas de seu general manager. O que Dave Gettleman fez nos últimos meses foi algo difícil de entender: se livrou de três dos jogadores mais talentosos do elenco, utilizou a 6ª escolha geral do Draft em um quarterback que sairia na segunda rodada e aposta as fichas em um Eli Manning de 38 anos e que claramente está em declínio. Será que a fórmula maluca do diretor vai melhorar o desempenho da equipe em 2019? Confira a prévia do New York Giants para a temporada 2019 da NFL!

Saquon Barkley deve ser a base do ataque dos Giants

Embora os números de Eli Manning em 2018 não terem sido ruins, especialmente sem a proteção necessária de sua linha, é notório que o QB aos 38 anos está muito distante do que já foi um dia. Apesar da ideia inicial dos Giants de não utilizar Daniel Jones em 2019, não se surpreenda com a comissão técnica sucumbindo a uma eventual pressão na Big Apple e dando uma chance ao calouro ao longo da temporada. Independente de quem for o quarterback, a expectativa é de que seja melhor protegido: a linha ofensiva melhorou na parte final de 2018 e ganhou o reforço de Kevin Zeitler na última janela.

Com a saída de Odell Beckham Jr, o RB Saquon Barkley passa a ser o corpo e a alma deste ataque: o garoto foi eleito o melhor calouro ofensivo de 2018 e deve melhorar ainda mais nas próximas temporadas – tanto correndo como recebendo passes. Além de Barkley, Eli terá como principais opções de lançamento Sterling Shepard, o TE Evan Engram e Golden Tate – que está suspenso nas quatro primeiras semanas. Todos devem contribuir mais no ataque sem a ‘diva’ OBJ reclamando por não receber todos os passes.

>>>VEJA A NOSSA PÁGINA COM TODAS AS PRÉVIAS DA TEMPORADA 2019

Defesa não empolga o torcedor

Grande parte do fracasso em 2018 pode ser colocado na conta da defesa – que não pressionava o QB adversário nos momentos de decisão e permitia viradas aos adversários. Curiosamente, a franquia resolveu trocar o único jogador do grupo que era eficiente no pass-rush, Olivier Vernon, e não trouxe nenhum substituto. Difícil imaginar que Lorenzo Carter e Markus Golden possam dar conta do recado. Pelo menos o miolo da linha ganhou mais ‘bife’ com o calouro Dexter Lawrence.

As loucuras de Gettleman não param por aí: o GM optou por não renovar com o safety Landon Collins – possivelmente o jogador mais talentoso da defesa. Pelo menos dois nomes para posição chegaram: Jabrill Peppers (na troca de Beckham Jr) e o veteraníssimo Antoine Bethea. Pelas pontas, Janoris Jenkins é presença certa e o calouro de 1ª rodada Deandre Baker deve ganhar uma chance no lado oposto.

Como apostar no New York Giants em 2019

Ganhar o Super Bowl: paga R$ 67 para 1 segundo o Oddsshark.

Ganhar a Conferência: paga R$ 34 para 1 segundo o Oddsshark.

Ganhar a divisão: paga R$ 12 para 1 segundo o Oddsshark.

VAI ATÉ ONDE?

Ao que tudo indica, será mais um ano de frustração para o torcedor do New York Giants. Difícil imaginar que Eli Manning reverta o declínio na carreira ou que o calouro Daniel Jones entre e dê conta do recado logo de cara. Por mais que Saquon Barkley seja talentoso, muito difícil falar em briga por pós-temporada com uma defesa tão fraca. A perspectiva é de, no máximo, seis vitórias.

PREVISÃO: 4º DA NFC EAST

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários