Defesas ganham campeonatos? Conheça mais do feroz grupo do San Francisco 49ers

Com Kyle Shanahan no comando da equipe, a expectativa é que o San Francisco 49ers se destacasse por um ataque explosivo nesta temporada. Isso até aconteceu, mas a verdade é que o desempenho feroz de sua defesa impressionou. Sólida em todos os quesitos, a unidade foi fundamental para a equipe conquistar a classificação ao Super Bowl 54, para enfrentar o Kansas City Chiefs no Hard Rock Stadium neste domingo (02) em Miami.

Segunda que menos cedeu jardas totais aos adversários (4509), sexta melhor em turnovers forçados (27) e 5ª em números de sacks obtidos (48): estes são alguns números registrados pela defesa dos Niners na temporada regular. Mais do que as estatísticas, a unidade se destacou pela sua intensidade, muito fruto da energia que vem da sideline, passada pelo coordenador defensivo Robert Saleh.

>>PÁGINA ESPECIAL DO ENDZONE BRASIL COM TUDO SOBRE O SUPER BOWL 54

Pass-rush extremamente agressivo e com poucos blitz

Este espírito agressivo é algo explícito, principalmente, no pass-rush do time. Se a maioria das equipes usa jogadores de diversos setores para exercer pressão ao quarterback adversário, nos 49ers é diferente. No melhor estilo “NFL raiz”, San Francisco usa sua eficiente linha defensiva para colocar qualquer pocket a beira do colapso.

Nick Bosa, calouro sensação da temporada, forma este “front four” ao lado de Arik Armstead, DeForest Buckner e, agora recuperado de lesão, Dee Ford – juntos, eles acumularam incríveis 33 sacks em 2019.

Muito por isso, a defesa liderada por Saleh foi a 4ª da NFL que menos mandou blitz na temporada regular, apenas 125 vezes. Além disso, mesmo sendo uma das equipes que menos usa jogadores em seu pass-rush, San Francisco terminou o ano pressionando o QB adversário em 14,7% dos dropbacks, a marca mais eficiente da liga.

A melhor defesa da NFL contra o passe

Se não há conforto no pocket rival, o resultado é se livrar rapidamente da bola? No caso dos Niners, isso é um perigo. A equipe da Califórnia demonstrou ter uma das melhores secundárias da temporada regular, muito por conta de Richard Sherman.

Depois de sair do rival Seattle Seahawks e de uma longa recuperação de lesão no tendão de aquiles, o camisa 25 retomou sua melhor forma. Nesta temporada, Sherman conseguiu 3 interceptações e permitiu um rating de 50.1% quando era o defensor mais perto do recebedor alvejado, quinta melhor marca da liga.

Há algum ponto fraco?

O ponto “mais frágil” da defesa de San Francisco talvez seja o combate ao jogo terrestre, se é que é possível dizer isso. Com uma cobertura tão completa contra o passe, as trincheiras também estão protegidas. Tanto é que os 49ers foram o 7º time que menos cedeu touchdowns corridos aos adversários, apenas 11.

Não importa por onde, pelo ar ou pelo chão, será muito difícil para o Kansas City Chiefs bater a poderosa defesa do San Francisco 49ers. Resta esperar para ver quem vencerá o confronto do Hard Rock Stadium: o ataque de Patrick Mahomes e Andy Reid, ou a defesa de Nick Bosa e Robert Saleh? Teremos a resposta neste domingo em Miami.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários