Divisional 2020: Prévia de Baltimore Ravens x Tennessee Titans

Por tudo que fez ao longo da temporada 2019, fica impossível não apontar o Baltimore Ravens como principal candidato ao título do Super Bowl 54 em Miami. Agora, a equipe vai precisar comprovar todo o favoritismo dentro de campo nos playoffs! Após folga na primeira rodada, a equipe de melhor campanha da liga recebe um Tennessee Titans que chega embalado – após despachar o bicho-papão Patriots na semana passada. Será que Derrick Henry e companhia podem chocar o mundo novamente? A promessa é de um jogão às 22h20 deste sábado (11) no M&T Bank Stadium, em Maryland.

A tendência é de uma batalha feroz nas trincheiras em Baltimore. De um lado, temos o feroz ataque dos Ravens – o melhor time da NFL correndo com a bola em 2019: foram 3,296 jardas e 21 touchdowns. Do outro, nada menos que o melhor running back da temporada regular: Derrick Henry teve 1,540 jardas e ainda foi o principal destaque na vitória da semana passada diante dos Pats – com mais de 200 jardas de scrimmage.

>>> Confira o calendário completo dos playoffs

Baltimore chega descansado, após a folga na semana passada, e com o carimbo de melhor time da temporada regular: foram 14 vitórias e apenas duas derrotas – uma sequência de 12 triunfos ainda ativa. Apesar de ser considerado o maior azarão da rodada, os Titans chegam com o moral elevado após despacharem os atuais campeões. Agora, será que Henry terá gasolina no tanque para mais uma performance monstruosa diante física defesa de Baltimore? Confira!

No retrospecto geral, os Ravens levam uma pequena vantagem: são 12 vitórias contra 11 dos Titans. No último encontro de temporada regular, em outubro de 2018, Baltimore dominou do começo ao fim e venceu por 21 a 0.

Empatados na temporada regular (10-10), a superioridade de Baltimore no confronto se dá justamente por causa dos playoffs. Foram três jogos em pós-temporada: duas vitórias para os Ravens, apenas uma dos Titans. O último duelo também aconteceu em um mesmo Divisional Round, na temporada 2018 e, mesmo com Tennessee dominando a partida, o time já comandado por John Harbaugh venceu por 13 a 10 em Nashville.

Difícil apontar uma ‘chave para a vitória’ para um ataque simplesmente mortal e que quebrou inúmeros recordes durante a temporada regular. O que os Ravens fizeram este ano foi brilhante: um esquema tático com variações de RPO (Run Pass Option) – com jogadores escolhidos a dedo para maximizar o dinamismo do quarterback Lamar Jackson e o esquema do brilhante coordenador Greg Roman. Lamar não esconde a mágoa da eliminação do ano passado e deve estar com ‘sangue nos olhos’ para o duelo deste sábado.

Assim como os Patriots (não) mostraram na semana passada, a principal chave para vencer os Titans está na contensão do jogo terrestre – mais especificamente de Derrick Henry. A defesa dos Ravens é mais física que a dos Pats, está descansada e é a quinta melhor da liga contra corridas. Se a equipe fizer o bom trabalho de sempre, neutralizar o já cansado Henry e obrigar Ryan Tannehill a ganhar o jogo com o braço, a chance de um triunfo é imensa.

O Tennessee Titans já mostrou que pode fazer frente a times mais talentosos: as vitórias contra Patriots e Chiefs mostram bem isso. Em ambos os casos, o sucesso veio com partidas monstruosas de seu principal running back. Agora, será que Derrick Henry terá gasolina no tanque após correr 34 vezes em Foxborough? Portanto, Tennessee precisará, mais do que nunca, de seu jogo aéreo. Apesar de não ter sido decisivo na semana passada, Ryan Tannehill precisará fazer o ‘jogo da vida’ para que os Titans saiam vitoriosos.

Claro que de nada adianta anotar pontos se a defesa não conseguir, minimamente, brecar o forte jogo terrestre de Lamar Jackson e sua trupe. O grupo foi bem na semana passada, limitando Tom Brady a 200 jardas, nenhum touchown e uma interceptação. Tennessee tem um bom saldo de turnovers (+6) e não sairá de Baltimore vitorioso se não vencer a batalha das roubadas de bola.

Como não poderia ser diferente, os Ravens aparecem com um bom favoritismo nas casas de aposta. Segundo os odds do Oddsshark.com/br, a vitória de Tennessee paga R$4,25 para cada real apostado; já o triunfo dos Ravens em Baltimore rende R$1,25 para 1.

Pouquíssimos times da NFL atualmente possuem as peças necessárias para brecar o Baltimore Ravens – e o Tennessee Titans não é um deles. Baltimore deve se impor fisicamente, abrir uma boa vantagem e obrigar os Titans a abdicarem do jogo terrestre. Lamar Jackson vai brilhar e conduzir uma vitória tranquila em Maryland.

Portanto, o spread de Ravens +9, ou seja, que os Ravens vão vencer por mais de nove pontos, é boa pedida.

Palpite do Endzone Brasil: Baltimore Ravens 34 x 17 Tennessee Titans

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários