Kittle x Kelce: o duelo dos dois melhores tight ends da NFL no Super Bowl 54

O Super Bowl 54 entre San Francisco 49ers e Kansas City Chiefs traz o encontro de duas equipes diferentes em muitos pontos – especialmente no plano de jogo. Porém, há uma grande semelhança que dá um toque especial ao jogão deste domingo (02), às 20h30, em Miami. Em campo, George Kittle e Travis Kelce: possivelmente os dois melhores tight ends da NFL, frente a frente, no maior palco do esporte.

Afinal, o que faz deles, os melhores em sua posição? Quais as diferenças entre seus estilos? Analisamos os dois jogadores mais detalhadamente. Confira!

>>PÁGINA ESPECIAL DO ENDZONE BRASIL COM TUDO SOBRE O SUPER BOWL 54

George Kittle, o “Gronk 2.0”

George Kittle, 26 anos, draftado de Iowa (faculdade famosa por produzir ótimos Tight Ends recentemente) na 5ª rodada de 2017. Chegou com pouquíssima atenção aos Niners, que passava por uma grande reconstrução, e venceu a batalha pela vaga de titular na pré-temporada. Em seu primeiro ano, teve números excelentes para um calouro na posição de TE : 43 recepções, 515 jardas e 2 touchdowns. Suas habilidades pareciam evoluir jogo a jogo e alguns já o comparavam ao grande Rob Gronkowski.

Em 2018 veio a sua grande temporada. Kittle foi a grande estrela do ataque dos Niners – mesmo sem o titular Jimmy Garoppolo por quase toda a temporada. Na semana 14, contra o Denver Broncos, o #85 teve 210 jardas recebidas apenas no primeiro tempo! Ele quase quebrou o recorde histórico de Shannon Sharpe (214 jardas em 2002, pelos Broncos inclusive), porém, não foi mais acionado na segunda etapa.

George terminou sua épica campanha com o recorde de jardas recebidas em uma única temporada por um tight end: 1377 – recorde este que pertencia a Travis Kelce (1336 jardas), que foi o detentor da honra por cerca de 20 minutos.

2019 foi mais um ano de domínio e afirmação como uma superestrela para Kittle, que novamente ultrapassou as 1000 jardas recebidas, mesmo perdendo dois jogos devido a contusões no joelho e tornozelo. Seu estilo extremamente físico ficava evidente jogo após jogo – capaz de receber passes em qualquer parte do campo e conquistar jardas após o contato (o melhor da liga desde 2017 neste quesito, com 45 tackles quebrados).

Outro motivo para as comparações com Gronk é a capacidade absurda de bloqueio – talvez seu melhor atributo como jogador. Kittle não é efetivo apenas no jogo aéreo, ele também é capaz de bloquear os melhores jogadores de linha defensiva, proteger seu QB e abrir espaços para o jogo corrido extremamente efetivo de San Francisco.

Travis Kelce, a principal arma de Pat Mahomes

Entrando na NFL através do draft de 2013, quando foi selecionado na 3ª rodada vindo de Cincinnati, Kelce teve um começo difícil, ficando sua primeira temporada inteira na lista de contundidos. Em 2014, começou a mostrar seu valor, recebendo para mais de 800 jardas em seu primeiro ano completo. Em 2015, sua última temporada abaixo de 1000 jardas e sua primeira seleção para o Pro Bowl.

Kelce, 30 anos, poderia se aposentar hoje que teria números já dignos de Hall da Fama. De 2016 até o atual momento, são 4 temporadas consecutivas com mais de 1000 jardas recebidas, um recorde para tight ends. Na semana 16 da atual temporada, ele se tornou o TE que chegou mais rapidamente a marca de 500 recepções na carreira. Sua longevidade e resistência contribuem muito para seus belos números: ele só não participou de UMA partida na carreira (excluindo sua temporada de novato).

Os grandes pontos a favor do #87 de KC são seu estilo refinado, sua precisão cirurgica em rotas de passe, seu atleticismo e a habilidade de absorver tackles de uma forma “suave”. Não se engane, Kelce tem um jogo extremamente físico, porém, ele sabe muito bem como se proteger e evitar pancadas nas áreas mais vulneráveis de seu corpo- algo que Kittle precisa aprender ainda.

Além disso, Travis é uma legítima ameaça na red zone. Sua precisão nas rotas e efetividade em encontrar espaços na área mais apertada do campo facilita o trabalho de Mahomes no ataque de Kansas City.

Um “ponto negativo” é difícil de ser encontrado no jogador de KC. Seria errado criticar a efetividade de Kelce nos bloqueios, porém, quando comparado a Kittle, ele fica atrás. Mas isso não é nenhum demérito, visto que seu oponente é o melhor da liga neste quesito.

O que Kittle e Kelce acham um do outro?

Neste período de duas semanas pré-Super Bowl, ambos vem sendo muito questionados sobre o duelo. O que se vê entre Kittle e Kelce é um tom leve, brincalhão, de muita amizade, respeito e admiração. Em uma entrevista ao vivo, frente a frente, ambos se elogiaram bastante. Kelce afirmou sobre seu rival : “Há um motivo para ele ser considerado um 1st team All-Pro (melhor da liga na posição). Sua tenacidade e energia, tanto recebendo passes como bloqueando, são incríveis. E quando ele tem a bola nas mãos, ele é um animal.”

Kittle também foi questionado e comentou : “Olha, além dele ser a melhor arma de red zone da NFL…quando você assiste ele jogando, você vê a paixão, como ele se diverte jogando. Eu realmente penso e acho que ele derrubou os limites para mostrar o quão bom e talentoso um tight end realmente pode ser.”

Um duelo entre os dois melhores de uma posição tão importante no jogo atual. Dois atletas carismáticos e queridos pelo público. Resta saber quem vai ter maior impacto no jogo deste Domingo.

Qual dos dois vai levantar o troféu Vince Lombardi após o apito final em Miami?

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários