Lenda do esporte e torcedor fanático dos Eagles, Kobe Bryant morre aos 41 anos

26 de janeiro de 2020 é um dos dias mais tristes da história do esporte americano. É quase inacreditável pensar que o “Mamba” não está mais entre nós. Embora o basquete não seja o foco do Endzone Brasil, é impossível não se manifestar diante de uma tragédia sem precedentes. Kobe Bryant, uma das maiores lendas da história da NBA, morre aos 41 anos em um acidente de helicóptero em Calabasas, na Califórnia.

Quando a notícia surgiu no começo da tarde deste domingo (26), todos esperavam que o boato fosse desmentido. Infelizmente, não era apenas um boato. A aeronave que levava o jogador e mais quatro ocupantes teve problemas e acabou caindo na Califórnia. As informações ainda são bem desencontradas, portanto, fica difícil passar mais detalhes do desastre.

A relação com a Filadélfia

Bryant nasceu na Filadélfia onde o seu pai, Joe “Jellybean” Bryant, jogou nos primeiros cinco anos de carreira – defendendo os 76ers de 1975 a 1979.

Depois de alguns anos na Itália, Kobe retornou para a Pensilvânia – onde começou sua lendária carreira no high School na Lower Merion, em Ardmore. Embora tenha recebido várias propostas das melhores universidades dos Estados Unidos, ele escolheu entrar diretamente no Draft da NBA – onde foi escolhido pelo Los Angeles Lakers.

Kobe era torcedor fanático dos Eagles

Depois de encerrar a carreira, Kobe deu várias entrevistas detalhando sua paixão pelo seu time de infância – o Philadelphia Eagles. O “Mamba” disse que ficava bastante nervoso antes de cada duelo das Águias e que ainda tinha uma superstição em qual lugar do sofá sentar na hora dos jogos.

O jogador, inclusive, visitou a equipe em 2017 para encorajar os atletas antes da vitória no Super Bowl 52 – o primeiro da história da franquia.

Muita força à toda a família do jogador neste momento tão cruel. O camisa 24 foi uma lenda tanto dentro como fora de campo e sempre estará nos nossos corações.

Veja como alguns ídolos da NFL reagiram a notícia que ainda está difícil de engolir…

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários