Vikings derrubam os Saints no Superdome e encaram os Niners no Divisional

Dos quatro visitantes da rodada de Wild Card, o Minnesota Vikings era considerado o maior azarão nas casas de aposta. Na prática, o que se viu em campo no Superdome foi um equipe bem aguerrida e dominando o favorito New Orleans Saints nos dois lados da bola oval. Após um empate no tempo normal, Kirk Cousins brilhou na prorrogação e deu a vitória aos Vikes: 26 a 20 em New Orleans, na Louisiana. Desta vez não teve “milagre”, mas mesmo assim os Vikings ficaram com a vitória nos playoffs! Já nos Saints o clima é de decepção total – com mais uma eliminação sofrida na pós-temporada.

No fim das contas, o melhor time venceu: os Vikings dominaram dos dois lados da boa oval e tiveram mais jardas totais (362 a 324) e posse de bola (36 a 27 minutos). Embora Kirk Cousins tenha sido brilhante na prorrogação, Dalvin Cook foi o nome do jogo: foram mais de 100 jardas de scrimmage e dois touchdowns. Do outro lado, nada funcionou nos Saints: o jogo corrido pouco contribuiu e Drew Brees rendeu abaixo do esperado com 26 de 33 passes completos, 208 jardas, um touchdown e uma interceptação.

Vikings largam na frente na Louisiana

A torcida no Superdome foi à loucura logo no terceiro snap da partida – com a defesa forçando um fumble em Adam Thielen. New Orleans flertou com o touchdown, mas teve que se contentar com um field goal curto de Wil Lutz. A resposta de Minnesota foi imediata: campanha de 11 jogadas e field goal de 43 jardas de Dan Bailey. 3 a 3 no fim do primeiro quarto.

Desacreditado por muitos antes da partida, Minnesota fez um bom trabalho na primeira etapa: a defesa brecou o forte ataque de New Orleans e Dalvin Cook mostrou estar saudável após ficar três semanas contundido: o running back passou das 100 jardas de scrimmage já antes do intervalo.

O ataque dos Saints reagiu pouco antes do intervalo com uma jogada explosiva: bomba de 50 jardas do QB Tysom Hill para Deonte Harris. A poucas jardas da linha de goal, Alvin Kamara correu cm força para a end zone e anotou o primeiro touchdown da partida! Festa na Louisiana!

Não por muito tempo. Os Vikings voltaram a crescer e viraram a partida no fim da primeira etapa. Cook ficou a duas jardinhas da end zone, mas teve que se contentar com um field goal curto. Minutos depois, Drew Brees lançou uma interceptação e desta vez o ataque de Minnesota não perdoou: Dalvin Cook finalmente anotou o seu touchdown e colocou os visitantes na frente! Com apenas 137 jardas totais no ataque, os Saints foram para os vestiários perdendo por 13 a 10.

>>> CONFIRA O CALENDÁRIO COMPLETO DOS PLAYOFFS 2020

Saints reagem e empatam no fim

A máxima seguiu no começo do terceiro período: os Saints sofrendo para anotar pontos e os Vikings dominando nas trincheiras com Dalvin Cook. Não demorou para Minnesota ampliar o marcador na Louisiana – com mais um mergulho do RB para a end zone. 20 a 10 Vikings calando o Superdome!

Após três quartos bem abaixo do esperado, o ataque dos Saints finalmente resolveu aparecer no último período. Drew Brees precisou de quatro minutos para avançar 85 jardas e diminuir a vantagem com uma conexão de 20 jardas para o touchdown de Tysom Hill. New Orleans de volta na partida!

O Superdome volvou a ficar em silêncio minutos depois – com a defesa de Minnesota forçando um fumble em Drew Brees. Para sorte da torcida dos Saints, os Vikings não capitalizaram o roturnover. Brees recebeu a bola de volta com 1:55 para o fim e se redimiu: drive de sete jogadas finalizado com um field goal de 49 jardas de Lutz. Prorrogação na Louisiana!

Vikings dominam na prorrogação

Minnesota venceu no cara ou coroa e não deu sequer a chance dos Saints pontuarem. Apagado ao longo o jogo, Kirk Cousins foi brilhante: acertou vários bons passes e finalizou com um lind touchdown para Kyle Rudolph no canto esquerdo da end zone. Os Vikings estão no Divisional!

Próximos jogos

O Minnesota Vikings volta a campo no próximo sábado (11), às 18h35, diante do San Francisco 49ers no Divisional Round n Levi’s Stadium.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários