Wild Card 2020: Prévia de New England Patriots x Tennessee Titans

Após dez temporadas consecutivas folgando no Wild Card, o New England Patriots se vê em um território pouco familiar: a equipe recebe um Tennessee Titans franco-atirador na primeira semana dos playoffs da NFL 2020. Depois de protagonizar um dos maiores vexames da história recente da franquia, caindo para o Miami Dolphins em casa, será que Tom Brady e companhia dão a volta por cima no jogo que realmente vale? A promessa é de um grande duelo às 22h15 deste sábado (04) no Gillette Stadium, em Foxborough.

Desde a chegada de Tom Brady a New England em 2001, o time disputou nove Super Bowls, mas nenhum deles sem a folga na primeira rodada dos playoffs. Mais do que jogar a partida de Wild Card, o jeito como a equipe chega é preocupante: os Pats poderiam ter conquistado a folga com uma vitória simples contra os Dolphins em casa, mas perderam um jogo que eram favoritos por 16 pontos nas bolsas de aposta – com a forte defesa cedendo 389 jardas para Ryan Fitzpatrick e companhia.

>>> Confira o calendário completo dos playoffs

Do outro lado, temos um Tennessee Titans que, após começar o ano com um inexpressivo 2-4, conseguiu uma boa arrancada final rumo aos playoffs e chega como franco-atirador em Foxborough. Grande parte desta evolução possui nome e sobrenome: Ryan Tannehill. O QB, ex-Dolphins, está 7-3 desde que assumiu a titularidade de Marcus Mariota na semana 6 e vem fazendo a diferença em um ataque que já contava com peças interessantes – como o RB Derrick Henry. Será que os azarões vão aprontar mais uma vez na Nova Inglaterra? Confira!

Desde a mudança de Houston Oilers para Tennessee Titans, os times se encontraram em dez oportunidades e os Patriots venceram oito delas – incluindo os dois duelos de pós-temporada nas temporadas 2003 e 2017. Este último encontro há dois anos foi um passeio dos Pats: 35 a 14 no Divisional.

Apesar do ótimo retrospecto, os Titans venceram o último encontro dos times: 34 a 10 no dia 11 de novembro de 2018. Na ocasião, Marcus Mariota, então titular, lançou dois touchdowns e Derrick Henry correu para mais dois.

Para evitar outro vexame em menos de uma semana, New England vai precisar corrigir tudo que não funcionou diante dos Dolphins – incluindo o jogo aéreo. O desempenho de Tom Brady contra Miami resume bem a temporada 2019: 16 de 29 passes completos para 221 jardas, nenhum touchdown e uma interceptação. Como a defesa dos Titans é relativamente boa contra corridas (12º) e ruim contra o passe (24º), um bom desempenho do GOAT será vital para uma vitória em Foxborough. Sem grandes alvos como no passado, talvez a melhor opção seja um plano de jogo similar ao que foi feito contra os Bills – utilizando os running backs no jogo aéreo.

A defesa também precisa reviver o bom momento do começo do ano e não ser aquele grupo que levou quase 400 jardas totais do fraquinho ataque de Miami. Como Bill Belichick é especialista em anular totalmente a principal arma ofensiva do adversário, espere um time altamente eficaz contra as corridas de Derrick Henry: Tennessee está 6-0 quando o RB passou das 100 jardas terrestres. Se o grupo conseguir neutralizar o ritmo do running back, os Pats podem controlar o relógio e administrar os drives mais longos com passes curtos.

Como New England deve povoar as trincheiras e focar em brecar Derrick Henry pelo chão, o sucesso do ataque dos Titans passa, necessariamente, pelas mãos de Ryan Tannehill. Escanteado dos Dolphins, o jogador renasceu na Terra da Música Country com números muito bons: 2,742 jardas, 22 touchdowns, apenas seis interceptações e 70,3% de passes completos em dez partidas – com sete vitórias e três derrotas. O camisa 17 pode castigar os Pats em play-actions e em passes no meio do campo com os tight ends Jonnu Smith e Mycole Pruitt.

Apesar de sofrer contra o passe ao longo do ano, a defesa de Tennessee vem segurando as pontas nos últimos três jogos fora de casa – cedendo uma média de 17,3 pontos. Caso a equipe consiga complicar a vida do decadente Tom Brady e manter o ataque dos Pats na faixa dos 20 pontos, é possível falar em vitória do azarão em Foxborough.

Como não poderia ser diferente, os Patriots aparecem com um bom favoritismo nas casas de aposta. Segundo os odds do Oddsshark.com/br, a vitória de Tennessee paga R$2,90 para cada real apostado; já o triunfo dos Patriots no Gillette Stadium rende R$1,45 para 1.

A tendência é de uma vitória dos Patriots neste sábado: trata-se de um time que sabe utilizar a força da torcida, com um técnico brilhante no banco e com muito mais experiência em pós-temporada. Agora, não será tão fácil como estão esperando! Portanto, a melhor dica de aposta é o spread Titans +5, ou seja, você ganha a aposta se Tennessee vencer OU perder por até cinco pontos. Esta opção paga R$1,91 para cada real.

Palpite do Endzone Brasil: New England Patriots 24 x 21 Tennessee Titans

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários