Análise de elenco da AFC North: posições carentes de Ravens, Steelers, Browns e Bengals

A contagem regressiva está terminando: o mercado da NFL vai abrir e a promessa é de um período de Free Agency extremamente agitado em 2020! Você sabe qual é a situação atual do seu time? Enquanto dia 18 de março não chega, o Endzone Brasil vai analisar todas as oito divisões e trazer a situação atual do elenco e as posições carentes das 32 equipes antes do caos começar na próxima quinta-feira.

Preparados? Hoje é dia de analisar a AFC North! Veja como está a situação de Baltimore Ravens, Pittsburgh Steelers, Cleveland Browns e Cincinnati Bengals:

BALTIMORE RAVENS (14-2)

Posições carentes : Pass rusher, inside linebacker e defensive tackle

Espaço no cap : $30.7 milhões de dólares

Os Ravens mantiveram uma das melhoras defesas da liga, embora com muitas mudanças de jogadores entre 2018 e 2019. Metade de seus jogadores de defesa são free agents agora em 2020, e, mesmo com bons números, alguns ‘’defeitos’’ ficam bem claros. O pass rush é mediano, a equipe foi uma das que mais mandou blitzes em toda a NFL (54,9% das vezes) e, mesmo assim, só conseguiu 37 sacks (12ª melhor marca da liga). A principal prioridade seria reter os serviços de Matthew Judon, principal jogador da equipe no quesito pass-rush, e isso foi realizado na tarde desta quinta (15), com os Ravens oficializando a franchise-tag e no jogador.

Baltimore também precisa de reservas mais capazes ou de um outro jogador de alto nível para ajudar Judon. Outra necessidade é no interior da linha defensiva e do corpo de linebackers. Michael Pierce e Patrick Onwuasor tiveram temporadas abaixo do esperado e não devem ter seus contratos renovados. Se os Ravens tiverem espaço sobrando no cap ainda, talvez buscar um novo wide receiver seria uma boa também – alguém experiente e com um preço mais baixo.

Alvos : Javon Hargrave (DT), D.J Reader (DT), Arik Armstead (DE), Vic Beasley (DE), Robert Quinn (DE), Blake Martinez (ILB), Joe Schobert (ILB), Nelson Agholor (WR), Phillip Dorsett (WR)

PITTSBURGH STEELERS (8-8)

Posições carentes : Cornerback, defensive tackle, running back

Espaço no cap : $1.6 milhão de dólares

Pittsburgh vive uma situação terrível na offseason: sem espaço algum para novas contratações, contratos questionáveis e muitas dúvidas a serem respondidas. O linebacker Bud Dupree recebeu a franchise tag e vai custar 16 milhões por uma temporada. Cortes inevitavelmente terão de ser feitos, com Ramon Foster, Anthony Chickillo e Mark Barron como principais candidatos a serem dispensados. Isso deve aliviar um pouco a folha dos Steelers. O tight end Vance McDonald tem uma opção contratual para 2020 que deve ser exercida.

O time das toalhas terríveis deve perder seu ótimo slot cornerback Mike Hilton – criando ainda mais um buraco defensivo. Javon Hargrave vai custar muito caro nessa offseason, deixando outra lacuna na posição de defensive tackle. James Conner sofreu com contusões ano passado e precisa de um reserva a altura ou alguém para competir pela titularidade ao seu lado. Os Steelers precisam realizar investimentos pequenos, inteligentes e cirúrgicos.

Alvos : Dion Lewis (RB), Peyton Barber (RB), Prince Amukamara (CB), Jonathan Joseph (CB), Xavier Williams (DT), Brandon Mebane (DT)

CLEVELAND BROWNS (6-10)

Posições carentes : Offensive tackle, linebacker e safety

Espaço no cap : $62 milhões de dólares

Entra ano sai ano, os Browns seguem confusos no meio do caminho. Mais um novo treinador, Kevin Stefanski, tem a missão de preencher algumas lacunas e corrigir falhas da equipe. A principal é na linha ofensiva. Baker Mayfield caiu de nível em sua segunda temporada, isso é fato, mas ele também jogou atrás de uma linha terrível. Buscar proteção e segurança para o quarterback de sua franquia é a missão número um de Cleveland. No lado defensivo, Joe Schobert deve ir embora e deixar um buraco na posição de linebacker. Vindo de ótimas temporadas, Schobert deve buscar muito dinheiro em algum outro lugar.

Embora ainda com suas falhas, a defesa dos Browns vem apresentando melhoras e evolução. Demarious Randall pode ir embora, o que causaria uma necessidade por dois safeties na secundária de Cleveland.

Alvos : Jack Conklin (OT), Bryan Bulaga (OT), Anthony Castonzo (OT), De’Vondre Campbell (ILB), Blake Martinez (ILB), Anthony Harris (S), Ha-Ha Clinton-Dix (S)

CINCINNATI BENGALS (2-14)

Posições carentes : Linha ofensiva, linha defensiva, tight end

Espaço no cap : $44.9 milhões de dólares

Os Bengals começam a offseason com um problema já solucionado – é muito claro que Joe Burrow será o selecionado da equipe no Draft desta temporada. Antes de escolhê-lo, Cincinnati precisa rechear sua linha ofensiva de peças fortes e capazes de proteger o seu QB do futuro. Tackles, guards, center, o time de Ohio precisa de tudo para não destruir a carreira de Burrow logo em seu começo. Do outro lado da bola oval, a linha defensiva também precisa de ajustes. Anêmica e incapaz de parar o jogo corrido ou pressionar quarterbacks, um upgrade parece urgente entre os defensive tackles e defensive ends dos Bengals.

Por último, a busca por um tight end. Tyler Eifert foi pouco utilizado pelo treinador Zac Taylor e deve ir embora. As outras posições ofensivas contam com jogadores suficientemente bons para ajudarem Joe Burrow (Joe Mixon, Tyler Boyd, A.J Green, entre outros).

Alvos : Demar Dotson (OT), Andrew Withworth (OT), Graham Glasgow (C), Joe Thuney (G), Brandon Scherff (G), Eric Ebron (TE), Austin Hooper (TE)

Tags: , , , , , , , , , , ,

Ex-estudante de jornalismo, Matheus escreve sobre suas maiores paixões: os esportes americanos.

Mais notícias