Como será vida sem Brady? Veja opções dos Patriots para quarterback em 2020

Arte/USA Today

Com o anúncio de Tom Brady nesta quarta-feira (17), dizendo que não vai continuar no New England Patriots, o time se vê com a impossível tarefa de substituir o maior quarterback da história nessa offseason. Certamente Bill Belichick e companhia já tinham noção de que isso aconteceria e devem ter alguns nomes em mente. Vamos analisar algumas dessas prováveis opções, seus prós e contras, entre outros fatores, para a posição de QB do Patriots.

Jarrett Stidham

Começamos a lista por um nome não tão conhecido e que com certeza não deve ser o favorito dos torcedores de New England. Stidham foi draftado no ano passado com uma escolha de 4ª rodada. Na pré-temporada, impressionou por sua compostura e ótimo braço. Na temporada regular, chegou a ser utilizado no final de algumas partidas que o Pats “goleava” seus adversários, mas foi mal, realizando apenas 4 passes e sofrendo uma interceptação retornada pra TD.

O ponto positivo para o segundo anista é seu conhecimento sobre o playbook de Josh McDaniels e todo o aprendizado que ele teve sob a tutela de Tom Brady na temporada passada. Belichick gosta de seu jovem QB, portanto, ele deve ser bem testado na próxima pré-temporada – talvez competindo por uma vaga de titular contra um possível novo contratado.

Cam Newton

Se não fosse o anúncio bombástico de Tom Brady pela manhã, com certeza a notícia de que Cam Newton está buscando oficialmente uma troca de time seria a grande notícia do dia. Teddy Bridgewater assinou contrato de 3 anos por cerca de US$ 60 milhões com o Carolina Panthers e prontamente, a equipe anunciou que Newton está liberado para buscar uma troca. O MVP de 2015 está oficialmente buscando uma nova casa e pode até ser cortado pelos Panthers caso não encontre alguma troca.

Seu talento e habilidade são inegáveis: um quarterback revolucionário, um verdadeiro “dual-threat” (que oferece risco tanto correndo como passando a bola). Mas com tantos problemas de contusões recentemente (duas cirurgias no ombro e inconsistências) uma mudança de ares pode parecer a melhor opção mesmo para Cam. Seria um cenário novo para ambos os lados: New England teria um QB completamente diferente de Brady e Newton teria que se adaptar a novos esquemas ofensivos. Mas, sem dúvidas, é um cenário extremamente interessante e que pode gerar grandes frutos para todas as partes envolvidas.

Andy Dalton

A chegada de Joe Burrow como primeira escolha do draft é iminente em Cincinatti e isso deve forçar, obviamente, a saída de Dalton. Com nove anos como titular do Bengals, Andy não seria das contratações mais impressionantes, mas ele já provou por um bom tempo na liga que é um quarterback extremamente capaz de realizar bons trabalhos.

Seu caminho parece ser uma troca (com Cincinatti retendo parte de seu salário) ou um corte, o que facilitaria uma futura contratação de New England. Dalton pode funcionar como um “período de testes” nos Patriots, mantendo a franquia competitiva por um ou dois anos, porém sem grandes chances de títulos enquanto Bill Belichick busca desenvolver um QB do futuro em drafts subsequentes.

Draft de 2020

Os Patriots tem a 23ª escolha no draft que está por vir e pode usá-la para selecionar seu QB do futuro agora. Ou talvez um quarterback para ser titular logo de cara, sem muito tempo de aprendizado. Tirando Joe Burrow, que está fora de cogitação, New England poderia realizar alguma troca para subir no Draft e escolhar Tua Tagovailoa? Muito difícil, isso custaria um altíssimo preço em escolhas futuras e Bill Belichick não gosta de jogar suas picks fora.

Pensando em “subir um pouco menos” no draft, os Patriots poderiam ir atrás de Justin Herbert ou Jordan Love, dois QBs altamente cotados. Se preferir não realizar trocas, manter a 23ª e selecionar um sucessor para Brady, Jacob Eason ou Jake Fromm aparecem como principais alternativas.

Outros nomes intrigantes

Através de trocas ou da free agency, New England pode buscar outros quarterbacks, além dos principais já citados aqui. Derek Carr parece nunca agradar o torcedor e pode estar com os dias contados. Jameis Winston deve perder sua vaga de titular para Brady. Nick Foles corre por fora na briga com Gardner Minshew III e os Jaguars desejam claramente se livrar de seu contrato. Jacoby Brissett já conhece os treinadores de New England, o playbook e deve perder sua titularidade para Philip Rivers, que está prestes a assinar com os Colts.

São diversas opções, de todas as formas possíveis. Bill Belichick fará o possível, junto com seu staff, para suprir a falta do camisa 12. Uma nova era se inicia nos Patriots, uma era sem favoritismo absoluto, uma era de mudanças e talvez, de reconstrução.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários