O mercado da NFL está com tudo! Veja as principais contratações no início do Free Agency 2020

Bem-vindos à temporada 2020, amigos! O Endzone Brasil continua com a cobertura especial do período Free Agency e destaca aqui as principais contratações desse primeiro dia de abertura de mercado. Quem está reforçando bem a equipe? Quem está recebendo contratos milionários? Surpresas? Confira aqui!

– Tom Brady, quarterback, assinou contrato de US$ 30 milhões por 1 ano com o Tampa Bay Buccaneers

Arte/site oficial Buccaneers

O movimento mais surpreendente e chocante dessa free agency, sem dúvidas. Depois de muita especulação, Brady finalmente aterriza em Tampa Bay, onde vai ter um ataque extremamente potente com Mike Evans, Chris Godwin e OJ Howard. Os Buccaneers podem causar estragos nessa temporada.

– Ryan Tannehill, quarterback, assinou renovação de US$ 118 milhões por 4 anos com o Tennessee Titans (média de US$ 29,5M por temporada)

Depois de reviver a carreira com os Titans e levar o time a uma improvável final de conferência, caindo apenas para os campeões do Super Bowl, Tannehill foi muito bem valorizado por sua equipe. Agora resta saber se a performance da temporada passada pode se repetir no futuro.

– Amari Cooper, wide receiver, assinou renovação de US$ 100 milhões por 5 anos com o Dallas Cowboys (média de US$ 20M por temporada)

Principal jogador livre em sua posição, Cooper acaba ficando em Dallas. Os Cowboys estão apertados com tantos salários altos e renovações necessárias, mas eles conseguiram trazer de volta a principal arma aérea da equipe e principal aliado de Dak Prescott (que teve contrato renovado por 1 ano através da franchise tag)

– Philip Rivers , quarterback, assinou contrato de US$ 25 milhões por 1 ano com o Indianapolis Colts

Os Colts resolvem seus problemas na posição mais importante da equipe, um ano após a aposentadoria de Andrew Luck. Jacoby Brissett não foi a resposta, mas Philip Rivers deve ser, pelo menos a curto prazo. Olho neles durante essa temporada.

– Jordan Howard, running back, assinou contrato de US$ 10 milhões por 2 anos com o Miami Dolphins (média de US$ 5M por temporada)

A contratação de Howard pelos Dolphins é importante em diversos aspectos. Para Miami, um titular claro na posição de running back (a equipe teve o pior corpo de RBs da temporada passada, um jogo terrestre péssimo). Outro lado importante, o baixo valor para um bom jogador como Howard mostra como o mercado para running backs segue desvalorizado, e a tendência é piorar.

– Byron Jones, cornerback, assinou contrato de US$ 82,5 milhões por 5 anos com o Miami Dolphins (média de US$ 16,5M por temporada)

Jones era o melhor cornerback disponível nessa free agency e foi pago como tal. Parecia impossível que ele continuasse em Dallas, com tantos contratos que a equipe tinha a renovar. Miami continua sua reconstrução com um dos melhores cornerbacks da liga e da um “up” fundamental em sua secundária.

– Austin Hooper, tight end, assinou contrato de US$ 42 milhões por 4 anos com o Cleveland Browns (média de US$ 10,5M por temporada)

Os Browns investiram um valor justo no melhor free agent nesta posição e dão uma arma valiosa para Baker Mayfield voltar a evoluir em 2020. Hooper deve selecionar os problemas de Cleveland nessa posição e ser um dos líderes da equipe em recepções, olho nele.

Outros negócios que movimentaram o mercado

– Drew Brees, quarterback, assinou renovação de US$ 50 milhões por 2 anos com o New Orleans Saints (média de US$ 25M por temporada)

– Teddy Bridgewater, quarterback, assinou contrato de 3 anos por US$ 63 milhões com o Carolina Panthers (média de US$ 21M por temporada)

– Dante Fowler Jr., linebacker, assinou contrato de US$ 45 milhões por 3 anos com o Atlanta Falcons (média de US$ 15M por temporada)

– Robert Quinn, defensive end, assinou contrato de US$ 70 milhões por 5 anos com o Chicago Bears (média de US$ 14M por temporada)

– James Bradberry, cornerback, assinou contrato de US$ 43,5 milhões por 3 anos com o New York Giants (média de US$ 14,5M por temporada)

– Jack Conklin, right tackle, assinou contrato de US$ 42 milhões por 3 anos com o Cleveland Browns (média de US$ 14M por temporada)

– Trae Waynes, cornerback, assinou contrato de US$ 42 milhões por 3 anos com o Cincinatti Bengals (média de US$ 14M por temporada)

– D.J. Reader, defensive tackle, assinou contrato de US$ 53 milhões por 4 anos com o Cincinatti Bengals (média de US$ 13,25M por temporada)

– Javon Hargrave, defensive tackle, assinou contrato de US$ 39 milhões por 3 anos com o Philadelphia Eagles (média de US$ 13M por temporada)

– Blake Martinez, linebacker, assinou contrato de US$ 30 milhões por 3 anos com o New York Giants (média de US$ 10M por temporada)

– Jimmy Graham, tight end, assinou contrato de US$ 16 milhões por 2 anos com o Chicago Bears, (média de US$ 8M por temporada)

– Bryan Bulaga, right tackle, assinou contrato de US$ 30 milhões por 3 anos com o Los Angeles Chargers (média de US$ 10M por temporada)

– Randall Cobb, wide receiver, assinou contrato de US$ 27 milhões por 3 anos com o Houston Texans (média de US$ 9 milhões por temporada)

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários