Após cobranças, NFL e jogadores chegam a acordo por protocolo contra Covid-19

Após muitos jogadores se manifestarem nas redes sociais cobrando a NFL acerca de medidas contra a COVID-19, a liga anunciou nesta segunda-feira um acordo com a NFLPA sobre política de testagem e monitoramento de atletas. O acerto envolve exames diários, além de protocolo em caso de resultados positivos ou queixas de sintomas.

Veja também:

This image has an empty alt attribute; its file name is OS_BRAZIL_300x300_2020_Q3_NFL.jpg

No último domingo, várias estrelas da NFL acenderam o debate sobre o assunto ao usarem o twitter para protestarem contra a “passividade” da liga. Nomes como Patrick Mahomes, Russell Wilson, J.J. Watt e Drew Brees, entre outros, adotaram a hashtag “#WeWantToPlay” para enviar a mensagem à NFL de que querem jogar, mas somente mediante protocolos rígidos contra a contaminação do Coronavírus.

– Nós queremos jogar.
– Nós queremos estar mais seguros possível.
– A NFL pode ordenar que jogadores compareçam aos centros de treinamento independentemente de que NFL e NFLPA tenham entrado em um acordo.
– Ainda não nos foi concedido um período de aclimatação completo, necessário e adequado no centro de treinamento, conforme foi recomendado pelas equipes médica e de treinamento.
– Nós ainda não sabemos se serão testes diários, testes periódicos, etc.
– Nós ainda não sabemos como um teste positivo para Covid será administrado no que diz respeito ao contato físico (no huddle, contato direto em campo, etc.)
– Ainda não foi estabelecida uma cláusula de saída concreta e justa para aqueles que fazem parte do grupo de risco, ou com familiares no grupo de risco.
– Se os jogadores não chegarem a tempo, eles podem ser multados ou considerados infratores ao contrato, mesmo que os protocolos de saúde e segurança não tenham sido acordados, ou que os planos do IDER (Protocolo Emergencial de Doenças Infecciosas) tenham sido aprovados.

NFL cede e divulga protocolo de testagem contra Covid-19

Diante destas manifestações, a NFL se reuniu com a NFLPA na noite do último domingo para atender alguns pontos questionados. Nesta segunda, pautas como testes diários e eventuais resultados positivos foram esclarecidas.

Segundo Tom Pelissero, repórter da NFL Network, a liga irá adotar um protocolo de exames diários durante as primeiras duas semanas de training camp, que está programado para começar no dia 28 de julho.

Se ao fim deste período a taxa de contaminação entre os funcionários das franquias for abaixo de 5%, a testagem passará a ser realizada em um intervalo maior. Caso contrário, se o percentual estiver acima do ideal, a política de exames seguirá diária até atingir o resultados desejado.

Para estarem autorizados a comparecer aos centro de treinamentos, atletas e funcionários precisarão apresentar antes pelo menos dois testes negativos. Ou seja, um indivíduo necessita que seu teste no primeiro e no segundo dias sejam negativos para que, enfim no terceiro dia, ele possa frequentar as instalações da equipe normalmente.

“Se alguém testar positivo ou tiver contato com uma pessoa que testou positivo?”

Outra preocupação da NFLPA atendida pela liga é de qual protocolo será adotado no caso de algum jogador testar positivo para Covid-19. Judy Batista, colunista da NFL.com, revelou como deve ser o processo:

“Se um jogador testar positivo, mas não apresentar sintomas, ele pode retornar às instalações 10 dias após o teste positivo inicial, ou se receber dois exames negativos consecutivos dentro de cinco dias após o teste positivo inicial. Se o jogador testar positivo e apresentar sintomas, ele poderá retornar depois de pelo menos 10 dias desde que os sintomas apareceram pela primeira vez e pelo menos 72 horas desde que ele se queixar dos sintomas pela última vez.”

“Os jogadores que tiverem contato próximo com alguém com sintomas serão testados e isolados o mais rápido possível. Se o teste for negativo e o jogador continuar sem sintomas, ele poderá retornar às instalações, mas terá monitoramento mais intenso dos sintomas. Se o jogador tiver contato próximo com alguém que tenha um teste Covid-19 positivo, ele será testado e, mesmo que o teste seja negativo e o jogador não tenha si”nar.”

Comentários