NFL deve cancelar pré-temporada e conceder período de adaptação aos atletas

Depois da NFL divulgar como será a política de testagem da liga neste retorno das atividades, a organização deu mais um passo para atender as reivindicações levantadas pelos atletas no último domingo.

Desta vez, as pautas se baseiam no cancelamento da pré-temporada e a definição de um período de adaptação.

Segundo os repórteres Adam Schefter (ESPN) e Ian Rapoport (NFL Network) a liga já ofereceu uma proposta de cancelar toda a pré-temporada. Anteriormente, a NFL já havia tornado oficial uma redução no calendário de jogos preparatórios, de quatro para duas partidas.

Além da suspensão destes eventos, a liga também propôs um plano de aclimatação para os jogadores de 7 a 18 dias. Uma “cláusula de saída” para qualquer jogador também está entre os reivindicações cedidas pela NFL.

Veja também:

This image has an empty alt attribute; its file name is OS_BRAZIL_300x300_2020_Q3_NFL.jpg

Estrelas cobram NFL por segurança contra Covid-19

No último domingo, várias estrelas da NFL acenderam o debate sobre o assunto ao usarem o twitter para protestarem contra a “passividade” da liga. Nomes como Patrick Mahomes, Russell Wilson, J.J. Watt e Drew Brees, entre outros, adotaram a hashtag “#WeWantToPlay para enviar a mensagem à NFL de que querem jogar, mas somente mediante protocolos rígidos contra a contaminação do Coronavírus.

– Nós queremos jogar.
– Nós queremos estar mais seguros possível.
– A NFL pode ordenar que jogadores compareçam aos centros de treinamento independentemente de que NFL e NFLPA tenham entrado em um acordo.
– Ainda não nos foi concedido um período de aclimatação completo, necessário e adequado no centro de treinamento, conforme foi recomendado pelas equipes médica e de treinamento.
– Nós ainda não sabemos se serão testes diários, testes periódicos, etc.
– Nós ainda não sabemos como um teste positivo para Covid será administrado no que diz respeito ao contato físico (no huddle, contato direto em campo, etc.)
– Ainda não foi estabelecida uma cláusula de saída concreta e justa para aqueles que fazem parte do grupo de risco, ou com familiares no grupo de risco.
– Se os jogadores não chegarem a tempo, eles podem ser multados ou considerados infratores ao contrato, mesmo que os protocolos de saúde e segurança não tenham sido acordados ou que os planos do IDER (Protocolo Emergencial de Doenças Infecciosas) tenham sido aprovados.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários