Prévia da temporada 2020 da NFL: como será o ano do Jacksonville Jaguars

Campanha em 2019: 6-10
Principal reforço para 2020: TE Tyler Eifert
Principal ausência em 2020: DE Calais Campbell
Jogadores que assinaram o ‘opt out: LB Lerentee McCray, CB Rashaan Melvin e DL Al Woods

DOUG MARRONE NO MODO ‘AL-IN’ NA TEMPORADA 2020

Após dois anos consecutivos com mais derrotas do que vitórias, Doug Marrone começa a balançar no comando do Jacksonville Jaguars. O time resolveu apostar em Nick Foles para ser o titular em 2019, mas o calouro ‘bigodudo’ Gardner Minshew acabou assumindo a posição a partir da semana 5. Embora a campanha de 6-11 não seja de todo ruim, vale lembrar que trata-se de uma equipe que fez a final da AFC em 2017.

PERDEU ALGUMA PRÉVIA? VEJA O GUIA DA TEMPORADA 2020 COM TODAS AS ANÁLISES JÁ FEITAS

Depois de perder cinco jogos por diferença de três ou mais posses de bola, algo que não acontecia desde o Tampa Bay Buccaneers em 1986, o time percebeu que necessitava de uma reformulação em todos os setores do campo. Será que a equipe conseguirá ser competitiva em 2020 com o jovem Minshew no comando? Confira a prévia do Jacksonville Jaguars na temporada 2020 da NFL!

Jay Gruden chega para ajudar o jovem Minshew

A franquia do Jacksonville Jaguars sabe que o carismático ‘bigodudo’ QB Gardner Minshew, selecionado na 6ª rodada do Draft, ainda está longe de ser uma unanimidade. Apesar dos 21 TDs e 6 INT e mais de 3 mil jardas como calouro na liga, o camisa 15 sofreu um número considerável de fumbles no campeonato: 13.

Outra problemática notada em 2019 foi a dificuldade de leitura de jogadas rápidas ou mesmo passes curtos. Para melhorar isso, a ajuda técnica para coordenar a ofensividade dos Jaguars, chega Jan Gruden, ex- head coach do Washington Football Team, que no seu DNA tem o gosto por jogadas curtas e dinâmicas para sempre se sobressair contra os adversários.

Do mesmo modo que, para melhorar o ataque, é necessário alvos. Por conta disso, uma contratação de impacto foi feita. O TE Tyler Eifert, ex-Cincinatti Bengals, que teve seu melhor ano na liga em 2015, será um dos nomes que ajudarão nessa nova rota nas trincheiras do campo. Todavia, não se sabe se conseguirá se manter saudável durante os jogos. Aliás, no corpo de recebedores, terá o RB Leonard Fournette e os recebedores Marqise Lee, Dede Westbrook, Keelan Cole e  DJ Chark.

DEFESA REJUVENESCIDA PARA O FUTURO DOS JAGUARS

Depois de chegar na final da Conferência Americana da NFL (2017), chegou a hora de rejuvenescer a defesa que foi o grande trunfo da franquia nos últimos anos. O General Manager David Caldwell chegou ao time com a missão de contratar jovens promissores e mesclar com atletas experientes no roster.

Embora o ataque tenha sido reformulado com Gruden, a defesa segue com a coordenação de Todd Wash, que está desde 2013 nos Jaguars. Apesar das saídas do DE Calais Campbell, CB A. J. Bouye e DT Marcell Dareus, isso liberou espaço no ‘budget’ para a reconstrução defensiva – incluindo no Draft 2020.

Embora as saídas possam ser sentidas no primeiro momento, ainda que, a presença do DE Yannick Ngakoue seja improvável, nomes do trio de LBs Josh Allen e Myles Jack e Joe Schobert são jogadores nível Allstar na liga para a linha defensiva. Também foram selecionados os talentosos CB C.J Anderson (Flórida) e o linebacker K’Lavon Chaisson (LSU), na primeira rodada desta temporada. Além disso, a franquia terá os veteranos ex-jogadores dos Lions, para posição de cornerback: D. J. Hayden e Rashaan Melvin.

KICK-OFF ATÍPICO NESTE ANO

O Jacksonville Jaguars desde 2017 vem como grande referência defensiva. Queira ou não, essa fórmula de fazer pouco ponto e evitar muitos, o fez surpreender e chegar numa final de divisão. Porém, na última temporada, na tentativa de dar um passo a frente com os mesmos defensores não ocorreu como o esperado. Tanto o ‘front seven’ quanto o quarterback Nick Foles foram abaixo da crítica.

A Entrada do QB Gardner Minshew ainda foi a tempo de sonhar com os playoffs. Não aconteceu. Assim como a defesa não deu conta dos ataques que antes sucumbiam para Calais Campbell e companhia. O kick-ff deste ano é exatamente uma nova amostragem defensiva da equipe com jovens valores e atletas experientes deixados com a reformulação e no reforço do Rashaan Melvin. 

No ataque, o tigh end Tyler Eifert chega para uma deficiência da equipe no ataque aéreo e força ofensiva durante um snap. O WR D.J. Chark é a grande esperança da posição que ainda tem Dede Westbrook e Chris Conley, que necessitarão evoluir seu jogo de pernas e leituras de jogadas. Houve, também, a adição do  WR Laviska Shenault Jr. (Colorado). Tudo isso terá o Minshew sob a tutela de Jay Gruden para evoluir seu jogo ao mesmo tempo que a defesa nova.

>>CONHEÇA A HISTÓRIA DO JACKSONVILLE JAGUARS

COMO APOSTAR NO JACKSONVILLE JAGUARS EM 2020

Ganhar o Super Bowl: paga R$ 201 para 1 segundo o Oddsshark.com..

Ganhar a Conferência: paga R$ 101 para 1 segundo o Oddsshark.com..

Ganhar a divisão: paga R$ 20 para 1 segundo o Oddsshark.com.

VAI ATÉ ONDE?

De antemão essa temporada diferente do Jacksonville Jaguars passa também pela possível despedida do técnico Doug Marrone. O time não evoluiu nos dois anos seguintes a final contra o Patriots: a defesa não rendeu algo similar e o ataque segue perdido na posição de quarterback.

Gardner Minshew até foi uma surpresa gradativa na temporada frustrante, por ser um calouro de 6ª rodada, mas necessita de uma melhora técnica para se manter como titular. O novo coordenador chega junto a Eifert para ajudarem nessa evolução. Agora, vale lembrar que trata-se de uma das equipes mais jovens da NFL, portanto, pode ser que o encaixe não seja imediato.

PREVISÃO: 4º DA AFC SOUTH (5-11)

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários