Rams batem os Cowboys e vencem a primeira no novo SoFi Stadium

Brees comandou vitória dos Saints no Superdome (Reprodução/Saints)

Apesar de ter chegado ao Super Bowl há dois anos, muitos descartaram o Los Angeles Rams da briga pelo título antes da bola oval voar em 2020. A equipe de Sean McVay calou os críticos com uma boa atuação no Sunday Night Football – vencendo um dos principais times da NFC. Mesmo sem ser brilhante, LA teve mais jardas e tempo de posse do que o Dallas Cowboys e venceu o duelo por 20 a 17 – começando com o pé direito o primeiro compromisso dentro do novíssimo SoFi Stadium. O duelo fechou com chave de ouro a rodada deste domingo (13) da semana 1 da NFL.

A equipe de Los Angeles mostrou que pode se virar muito bem sem Todd Gurley: o time teve 35 minutos de posse, 153 jardas terrestres e anotou ambos os touchowns pelo chão com Malcolm Brown. Jared Goff teve mais um jogo clássico de um ‘game manager’: acertou 20 de 31 passes, 275 jardas, nenhum touchdown e uma interceptação.

Do outro lado, aquele ataque avassalador nas mãos de Mike McCarthy ainda está no papel. Dak Prescott teve um jogo bem mediano: completou 25 de 39 passes, 266 jardas e um touchdown. Zeke Elliott correu para 96 jardas e um touchdown em 22 carregadas. O treinador estreante ainda foi bastante questionado ao arriscar uma 4ª para três jardas que poderia ter empatado no duelo no começo do último período – pontos que fizeram muita falta no fim.

Veja também:

Rams dominam tempo de posse, mas Cowboys vencem na 1ª etapa

Apesar do belíssimo estádio estar vazio, o Los Angeles Rams começou muito bem e dominou o primeiro quarto no SoFi Stadium. A primeira campanha a nova casa resultou em touchdown – um mergulho de Malcolm Brown até a end zone. Os Rams tiveram uma campanha maravilhosa de 17 jogadas na sequência, mas o calouro Sam Sloman errou o chute de 29 jardas. Apagado até então, o ataque dos Cowboys apareceu e logo empatou o embate no fim do primeiro quarto na clássica conexão de Dak Prescott para Ezekiel Elliott. Tudo igual em LA.

Mesmo sem Todd Gurley, o ataque dos Rams mostrou bastante ritmo, baseado nos passes curtos de Jared Goff, mas não conseguiu entrar na end zone: foram dois field goals curtos do calouro Sloman. Dallas também teve uma chance de anotar três pontos, mas Greg Zuerlein não honrou a ‘lei do ex’ e errou a tentativa de 53 jardas.

Mesmo com muito menos tempo de posse e jardas totais, os Cowboys assumiram a ponta do placar antes do intervalo: Dak Prescott administrou um bom drive de nove jogadas nos minutos finais – finalizado com um mergulho de Elliott para dentro da end zone. Longe de ser brilhante, Dallas foi para os vestiários vencendo por 14 a 13.


Confira aqui todos os resultados na Semana 1


Los Angeles garante primeiro triunfo no novo estádio

Os Rams voltaram com tudo e logo retomaram a ponta do placar no começo da segunda etapa: campanha de 11 minutos liderada por Goff e finalizada com um TD terrestre de Brown – segundo dele na partida. Los Angeles tentou ampliar a vantagem minutos depois, mas Jared Goff foi interceptado pela secundária de Dallas. O ataque dos Cowboys tentou transformar o turnover em sete pontos, mas teve que se contentar com um field goal curto de Zuerlein. 20 a 17 Rams.

Dallas teve uma ótima campanha de nove jogadas no começo do último quarto e bateu na porta da end zone dos Rams. Ao invés de chutar o field goal curto e empatar o duelo, o técnico Mike McCarthy resolveu arriscar uma 4ª descida para três jardas… e se deu mal. Claro que estes pontos fizeram total diferença no resultado final da partida. Os Cowboys ainda tiveram uma última chance para, pelo menos, empatar o jogo nos minutos finais, mas não foi capaz de levar o jogo para a prorrogação. Os Rams ajoelharam na bola e garantiram a primeira vitória em seu novo estádio!

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (20) às 14h: os Cowboys recebem os Falcons no AT&T Stadium e os Rams encaram outro time da NFC East: o Philadelphia Eagles no Lincoln Financial Field.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários