Prévia da temporada 2020 da NFL: Como será o ano do Baltimore Ravens

Campanha em 2019: 12-4 (Caiu para os Titans no Divisional)
Principal reforço para 2020: DL Calais campbell
Principal ausência em 2020: G Marshawn Yanda
Jogadores que assinaram o ‘opt out: OT Andre Smith, WR De’Anthony Thomas

Baltimore Ravens chega em 2020 pronto para conquistar o Super Bowl 55

O que o Baltimore Ravens fez em 2019 foi incrível: o time montou um ataque mortal, todo baseado nos pontos fortes do dinâmico Lamar Jackson, e colheu os frutos em um 14-2 na temporada regular. Apesar da dominância absurda, a equipe caiu, de forma surpreendente, diante do Tennessee Titans (9-7) no primeiro compromisso na pós-temporada.

PERDEU ALGUMA PRÉVIA? VEJA O GUIA DA TEMPORADA 2020 COM TODAS AS ANÁLISES JÁ FEITAS

Focado em finalmente sair do ‘quase’ na pós-temporada, a equipe manteve quase toda a base do ataque que destruiu os adversários em 2019, com Lamar eleito MVP de forma unânime, e trouxe vários bons reforços para uma defesa que já era top 5. No papel, trata-se do principal candidato ao título do Super Bowl 55. Será que eles vão chegar lá mesmo? Veja o que esperar do Baltimore Ravens na temporada 2020 da NFL!

Veja também:

A máquina de anotar touchdowns dos Ravens deve amassar defesas novamente em 2020

Atual MVP, Lamar Jackson vai brilhar novamente em 2020 (Reprodução/Ravens)

O ataque dos Ravens no ano passado foi uma máquina de anotar pontos. Não é exagero dizer que o coordenador Greg Roman revolucionou o jogo adaptando um esquema lá dos anos 70: um quarterback ‘dual-threat’ em uma abordagem focada em amassar o adversário com o jogo terrestre e, consequentemente, o controle do relógio – o famoso ‘ground-and-pound’.

Coloque isso em prática em volta de Lamar Jackson, um QB extremamente atlético e preciso no ‘read option’, para ver o garoto brilhar – batendo o recorde de jardas terrestres para um quarterback e, ao mesmo tempo, computando mais passes para touchdown do que qualquer outro jogador em 2019. Não à toa ele recebeu o MVP de forma unânime.

Como apenas uma peça-chave deixou o setor, com a aposentadoria do All-Pro guard Marshal Yanda, a promessa é de mais um ano de dominância dos Ravens no setor ofensivo. Apesar de nenhum grande nome, o corpo de recebedores é dinâmico e o backfield recebeu o reforço de JK Dobbins, calouro de segunda rodada, para dividir carregadas com Mark Ingram, Gus Edwards e o próprio Jackson.

>>Conheça a história do Baltimore Ravens

Front seven reforçado para render melhor contra corridas

Apesar de ter sido a 4ª melhor da liga na temporada regular, a defesa cedeu mais de 500 jardas nas duas derrotas do time na temporada regular e foi amassada por Derrick Henry nos playoffs: os Titans tiveram incríveis 215 jardas terrestres. Não a toa o time focou em reforçar o front seven e corrigir os pontos fracos do ano anterior.

O grupo de Don “Wink” Martindale, que mais utilizou formações de blitz em 2019, recebeu o reforço do All-Pro Calais Campbell, o DE Derek Wolve e rejuvenesceu o grupo de linebackers no Draft com Patrick Queen (1ª rodada) e Malik Harrison (3ª rodada). Mesmo sem nenhum EDGE calouro chegando, a tendência é de que o grupo consiga mais sacks e seja mais eficiente contra corridas.

A 5ª melhor secundária de 2019 prometia mais uma vez ser sólida, entretanto, Baltimore, de forma surpreendente, dispensou o All-Pro Earl Thomas após uma briga no training camp. Embora as pontas ainda estejam em boas mãos com Marlon Humphrey e Marcus Peters, a dupla de safeties com Chuck Clark e DeShon Elliott, ambas escolhas de 6ª rodada, ainda é uma incógnita.

Como apostar no Baltimore Ravens em 2020

Ganhar o Super Bowl: paga R$ 7 para 1 segundo o Oddsshark.com.

Ganhar a Conferência: paga R$ 4,50 para 1 segundo o Oddsshark.com.

Ganhar a divisão: paga R$ 1,40 para 1 segundo o Oddsshark.com.

VAI ATÉ ONDE?

O Baltimore Ravens chega em 2020 pronto para dar o próximo passo – assim como os Chiefs fizeram de 2018 para 2019. Será que conseguem chegar lá? Apesar de pequenas preocupações, trata-se de um elenco completo, extremamente bem treinado e que deve conquistar o Super Bowl 55 em fevereiro.

PREVISÃO: 1º DA AFC NORTH (13-3)

Comentários