Prévia da temporada 2020 da NFL: Como será o ano do Philadelphia Eagles

Campanha em 2019: 9-7 (caiu no Wild Card para os Seahawks)
Principal reforço para 2020: CB Darius Slay
Principal ausência em 2020: G Brandon Brooks
Jogadores que assinaram o ‘opt out: WR Marquise Goodwin

Se ficar saudável, o Philadelphia Eagles tem tudo para voltar aos playoffs pela 4ª vez consecutiva

O ano de 2019 do Philadelphia Eagles foi praticamente um ‘repeteco’ de 2018: o time sofreu com muitas lesões, mas mesmo assim venceu nove jogos e foi aos playoffs. Apesar de um corpo de recebedores totalmente devastado, os Eagles conseguiram vencer a NFC East e fizeram frente ao Seattle Seahawks no Wild Card. Entretanto, tudo veio abaixo quando a principal peça em meio as lesões, Carson Wentz, deixou o gramado com uma concussão ainda no primeiro quarto.

PERDEU ALGUMA PRÉVIA? VEJA O GUIA DA TEMPORADA 2020 COM TODAS AS ANÁLISES JÁ FEITAS

Depois da glória máxima em 2017, nas duas temporadas seguintes o torcedor das Águias ficou com aquele gostinho de que a equipe poderia ter chego mais longe se estivesse saudável. Para 2020, a direção resolveu rejuvenecer um dos elencos mais velhos da liga dispensando alguns veteranos e trazendo calouros que se destacaram nos testes de velocidade do Combine. Será que o elenco é capaz de repetir o feito de três anos atrás e voltar ao Super Bowl? Veja o que esperar do Philadelphia Eagles na temporada 2020 da NFL!

Veja também:

Saudável, ataque dos Eagles é um dos mais fortes da NFL

Carson Wentz está pronto para ser o líder que o time precisa (Reprodução/Eagles)

Após duas temporadas sofrendo com lesões, Carson Wentz calou os críticos e conseguiu jogar todas as 16 partidas da temporada regular. Mesmo com muitos problemas no grupo de recebedores, ele teve números expressivos: 4,039 jardas, 27 TDs, sete interceptações e 63.9% de passes completados. A única lesão aconteceu justamente no duelo diante dos Seahawks nos playoffs – uma concussão causada por uma jogada questionável de Jadeveon Clowney.

Ao que parece, Wentz finalmente conquistou a confiança do grupo e está pronto para ser o líder que o time precisa. Agora, os alvos precisam ajudá-lo a brilhar. Para se ter uma noção do que foi em 2019, o camisa 11 foi o primeiro quarterback da história da NFL a ter 4 mil jardas aéreas com nenhum wide receiver passando das 500.

A expectativa é de dias melhores em 2020 com DeSean Jackson saudável, Alshon Jeffery à disposição em algumas semanas e Jalen Reagor – calouro escolha de 1ª rodada do último Draft. O time também trouxe Marquise Goodwin em uma troca com os 49ers, mas o recebedor optou por não nogar em 2020. Os tight ends Zach Ertz e Dallas Goedert formam possivelmente a melhor dupla de tight ends da NFL e devem contribuir demais ao longo da jornada.

No backfield, a esperança é de que Mile Sanders se consolide como número 1 após uma temporada de calouro bastante promissora – com 4,6 jardas por carregada. Já a linha ofensiva pode ser o ponto mais fraco do ataque, pois, a temporada sequer começou, e duas peças principais sofreram lesões graves no training camp: Brandon Brooks e Andre Dillard. Dispensado no começo do ano, Jason Peters foi trazido de volta para atuar de guard no lugar de Brooks, mas agora será deslocado novamente para a sua posição de origem, left tackle, após a saída de Dillard. O setor deve ser sólido com os titulares, entretanto, a profundidade está bem reduzida após os desfalques.

>>Conheça a história do Philadelphia Eagles

Passh-rush continua mortal e secundária foi reforçada, mas grupo de LBs preocupa

Apesar de não tão falada, a defesa dos Eagles ficou no top 10 cedendo jardas e chega para 2020 com reforços importantes. Como é padrão nos times de Jim Schwartz, o pass-rush novamente será muito forte. O grupo comandado por Fletcher Cox e Brandon Graham, que computou 43 sacks no ano passado, ganhou o reforço de Javon Hargrave para o miolo da linha e conta com o retorno de Malik Jackson – que jogou apenas uma partida em 2019 por conta de lesão.

Setor com problemas crônicos, a secundária ganhou um reforço de peso: Darius Slay – um dos melhores cornerbacks da liga. Ele deve fazer parceria com Avonte Maddox – com Nickell Robey-Coleman, que veio dos Rams, no slot. No miolo, Rodney McLeod continua, mas Malcolm Jenkins, um dos principais líderes do elenco, foi dispensado. Jalen Mills deve substituí-lo em um primeiro momento.

Agora, o grupo de linebackers é o ponto mais fraco de toda a equipe em termos de talento. Nathan Gerry até fez um trabalho bom no ano passado, mas TJ Edwards e Duke Riley não seriam titulares muitos times da liga. Davion Taylor, calouro de terceira rodada, pode contribuir e até assumir um dos postos no futuro.

Como apostar no Philadelphia Eagles em 2020

Ganhar o Super Bowl: paga R$ 21 para 1 segundo o Oddsshark.com.

Ganhar a Conferência: paga R$ 11 para 1 segundo o Oddsshark.com.

Ganhar a divisão: paga R$ 2,45 para 1 segundo o Oddsshark.com.

VAI ATÉ ONDE?

Saudável, o Philadelphia Eagles possui um dos melhores elencos da NFL e possui totais condições de brigar com os Cowboys pelo título da NFC East e por uma das vaga nos playoffs. Se Carson Wentz jogar próximo do seu melhor, os alvos ajudarem e a defesa dar o salto de produção que se espera, as Águias podem chegar à pós-temporada pela quarta vez consecutiva e fazer barulho.

PREVISÃO: 2º DA NFC EAST (10-6)

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários