Prévia da temporada 2020 da NFL: como será o ano do Tennessee Titans

Campanha em 2019: 9-7
Principal reforço para 2020: LB Vic Beasley
Principal ausência em 2020: RT Jack Conklin
Jogadores que assinaram o ‘opt out: OT Anthony McKinney

Com Tannehill e Henry de volta, os Titans devem dar trabalho novamente em 2020

O ano de 2019 era de pressão para cima do Tennessee Titans. Os motivos eram as escolhas no Draft e especificamente seu QB titular, Marcus Mariota, que desde sua seleção de Oregon para a NFL não cumpriu as expectativas de um selecionado em segundo no geral. Ryan Tannehill assumiu o posto e logo mudou o ataque da água para vinho.

PERDEU ALGUMA PRÉVIA? VEJA O GUIA DA TEMPORADA 2020 COM TODAS AS ANÁLISES JÁ FEITAS

Mesmo com a campanha terminada 9-7, o time foi a maior surpresa da pós-temporada eliminando Patriots e Ravens – chegando na final da Conferência Americana pela primeira vez desde 2002. Dessa forma, se espera uma evolução do jogo de Tannehill desde o começo no comando de Vrabel, Pat O’Hara (treinador de quarterback) e o Coordenador Ofensivo, Arthur Smith. Assim sendo, mesmo com a saída de RT Jack Conklin, a franquia se apresenta como uma das postulantes difíceis de se enfrentar nas trincheiras. Confira a prévia do Tennessee Titans na temporada 2020 da NFL!

Veja também:

DERRICK HENRY É CHAVE DE PARTIDA DO ATAQUE

O que o RB Derrick Henry fez em 2019 foi memorável: foram 1.980 jardas corridas e mais de 380 recepções contando os playoffs – liderando a liga nesses quesitos na NFL. O atleta precisará estar no modo ‘PAI TÁ ON’ em muitos jogos para que Tennessee repita a boa campanha em 2019.

Ao mesmo tempo, o QB Ryan Tannehill teve um bom encaixe de leituras com recebedores no ataque aéreo formado pelos WRs Corey Davis, Adam Humphries e o segundanista A.J. Brown, selecionado na 2ª rodada do Draft 2019.

Toda essa formatação ofensiva é dependente exclusivo da forma de Henry em campo, pois o play-action é muito utilizado nas ações ofensivas. Há, portanto, um motivo presente que os Titans devem estar pensando novas jogadas para serem adicionados ao playbook do novo quarterback titular, desde o início da temporada.  Lembrando que, apenas o Jack Conklin, dos titulares da linha ofensiva, saiu para os Broncos

Ainda que, o substituto esteja na própria franquia, no caso, OT Dennis Kelly, claro, um tempo de adaptação na unidade titular será perceptível. Todavia, não se espera uma dificuldade nas leituras de ataque, pois já estava na equipe em 2019. Para fortalecer o grupo nessa posição sem utilizar muito do ‘cap’ disponível, no Draft 2020, os Titans, selecionaram o promissor Isaiah Wilson (Georgia).

>>CONHEÇA A HISTÓRIA DO TENNESSEE TITANS

INCÓGNITA DO PASS-RUSH PREOCUPA

Obviamente, à primeira vista, a adição ao elenco do LB Vic Beasley, ex-Falcons, se mostra uma evolução de nível na posição. Entretanto, não se mostra na prática. Primeiro, a única temporada regular fora de série, em 2016, com média de 15,5 sacks ao final de todos jogos, decaiu muito nos três anos seguintes, que, na média, não passaram de seis derrubadas de QBs.

Por fim, de acordo com o repórter da ESPN americana, Turron Davenport, Beasley não se reapresentou junto aos demais companheiros e começou sua caminhada pelo Tennessee Titans sendo multado pelo ato de indisciplina. Outro nome que chega para ajudar a equipe defensivamente é o veterano CB Jonathan Joseph, que chega dos Texans, depois de oito temporadas no rival de divisão, o qual, enfrentou muita vezes do outro lado.

Ademais, um líder do elenco, DE Jurrell Casey em uma troca com os Broncos, desembarca em Denver e deixa a equipe que atuando nos últimos oito anos conseguiu estar entre os selecionados para o Pro-Bowl em cinco oportunidades e três como líder de sacks, agora é passado na franquia dos Titans. 

CONJUNTO É O DIFERENCIAL DO ELENCO

Apesar das perdas na defesa e na linha ofensiva, a franquia dos Titans demonstram que a base mantida se apresenta em ótima forma para brigar novamente por uma vaga nos playoffs. Quem sabe até como campeão da divisão e garantir ao menos um jogo em casa. Algo que aconteceu apenas ma vez neste século XXI.

Mesmo que, o CB Logan Ryan, que migrou para o NY Giants, faça falta, o jovem Kris Fulton (LSU) veio para rejuvenescer e manter a agilidade e o jogo versátil do agora ex-atleta do time. Por outro lado, nomes como Malcolm Butler(campeão de Super Bowl) e Adoreé K Jackson, dupla de cornerbacks confiáveis, seguem nos mandantes do Nissan Stadium. Contudo, há de se destacar, o S Kevin Byard, que continuará para sua 5ª temporada pelo Tennessee Titans.

Para constatar, o head coach Mike Vrabel deve dar mais minutos ao ex-novato de liga, Jeffery Simmons, que atua na posição de defensive end e ainda conseguiu um kicker para a posição de titular. Trata-se de Stephen Gostkowski. Mais de uma década depois saiu dos Pats e assinou por um ano. A equipe sofreu em só acertar menos da metade dos FGs (8) em 2019.

COMO APOSTAR NO TENNESSEE TITANS EM 2020

Ganhar o Super Bowl: paga R$ 16 para 1 segundo o Oddsshark.com.

Ganhar a Conferência: paga R$ 8 para 1 segundo o Oddsshark.com.

Ganhar a divisão: paga R$ 3 para 1 segundo o Oddsshark.com.

VAI ATÉ ONDE?

As mudanças aprovadas na NFL já para essa temporada, de sete times nos playoffs, dá ainda mais segurança que a equipe volte à pós-temporada. Além disso, a consistência ofensiva apresentada por Derrick Henry e Tannehill e a defesa mantida com sua espinha dorsal, não se imagina que faça um início fraco nas primeiras semanas de liga.

PREVISÃO: 2º DA AFC SOUTH (9-7)

Comentários