Brady decepciona, Brees dá conta do recado e Saints vencem os Buccaneers

Brees comandou vitória dos Saints no Superdome (Reprodução/Saints)
Brees comandou vitória dos Saints no Superdome (Reprodução/Saints)

A expectativa para o duelo entre New Orleans Saints e Tampa Bay Buccaneers era gigantesca, afinal, trata-se de um duelo de divisão com dois dos maiores quarterbacks d todos os tempos em campo: Tom Brady e Drew Brees. Embora nenhum dos ‘quarentões’ tenha se destacado, as equipes proporcionaram um duelo bem movimentado na semana 1 da NFL. Os Bucs bem que tentaram, mas acabaram sucumbindo no Superdome: vitória dos Saints por 34 a 23 na tarde deste domingo (13).

Grande atração da noite, Tom Brady não foi espetacular em seu primeiro jogo longe dos Patriots, mas teve números decentes: 23 de 36 passes completos, 239 jardas, dois touchdowns e duas interceptações – uma retornada para TD. Ficou claro que, embora talentoso, esse ataque precisa de tempo para se entrosar.

Do outro lado, os Saints se mostraram muito mais entrosados e com armas mais eficientes. Drew Brees não teve números fantásticos (18/30, 160 jardas, 2 TDs e 0 INT), mas apareceu quando a equipe precisava. Alvin Kamara foi o principal destaque ofensivo com dois touchdows – um recebendo e o outro correndo com a bola.

Veja também:

Brady começa bem, mas Saints logo dominam a 1ª etapa

Apesar do desempenho ruim no geral, a primeira campanha de Tom Brady com a camisa dos Buccaneers foi muito boa: o quarterback acertou bons passes e finalizou com aquele famoso ‘QB Sneak’ que o torcedor dos Patriots conhece muito bem. Após um início lento, Drew Brees devolveu na mesma moeda e empatou o jogo no fim do primeiro quarto – com um passe para Alvin Kamara. 7 a 7 na Louisiana.

Após a bom primeiro drive, o ataque dos Bucs ‘estacionou’ e mostrou aquela falta de entrosamento que muitos esperavam. Isso ficou claro no começo do segundo quarto – com a primeira interceptação de Brady com a camisa da nova equipe. New Orleans não lamentou e loco capitalizou o turnover – com uma corrida de Kamara até a end zone.

Tampa Bay até teve a chance de miminuir, ,mas Ryan Succopp teve o field goal de 54 jardas bloqueado. Se Brady parecia perdido, Brees sabia muito bem o que fazia: posicionou Wil Lutz para um field goal tranquilo antes do intervalo. Superior dos dois lados da bola oval, os Saints foram para os vestiários vencendo por 17 a 07.


Confira aqui todos os resultados na Semana 1


New Orleans amplia vantagem e vence sem sustos no Superdome

Brady teve a bola na primeira posse da segunda etapa, mas não foi nada bem: lançou uma interceptação do lado direito que Janoris Jenkins retornou até a outra end zone. Pick-six do TB12! Pelo menos ele nõ se abalou e, aos poucos, foi encontando seus alvos. Foram dez pontos seguidos no terceiro período: Brady lançou seu primeiro touchdown pelos Buccaneers, com OJ Howard, e Succop dessa vez acertou o field goal de 38 jardas. 24 a 17 Saints no final do terceiro período.

Pouco produtivo no início do segundo tempo, o ataque de New Orleans acordou e não deu qualquer chance para os Bucs empatarem a partida. Foram dez pontos consecutivos; um passe de touchdown de Brees para a nova arma, Emanuel Sanders, e mais um field goal curto de Lutz. 34 a 17 no Superdome.

Brady recebeu a bola de volta com cerca de sete minutos no relógio e precisava operar um milagre em sua estreia para sair com a vitória. O camisa 12 foi muito bem no drive de 11 jogadas, finalizado com um touchdown de Mike Evans, mas não conseguiu tirar um coelho da cartola diante de tamanha desvantagem. New Orleans recuperou a tentativa de onside kick, gastou o tempo restante de relógio e comemorou a grande vitória que pode ser crucial na briga pelo título da NFC South!

Próximos jogos

Os Buccaneers voltam a campo no próximo domingo (20), às 14h, contra os Panthers no Raymond James Stadium. Já os saints fazem o Monday Night Football do dia seguinte contra o Las Vegas Raiders, no novíssimo Allegiant Stadium às 21h20.

Comentários