Cardinals atropelam os Cowboys na primeira partida sem Dak Prescott

Murray lançou dois touchdowns da partida e correu para mais um (Reprodução/Cardinals)

O Monday Night Football da semana 6 foi para o torcedor do Dallas Cowboys esquecer. Apático e dominado dos dois lados da bola oval, o time recebeu o Arizona Cardinals no AT&T Stadium e foi atropelado sem dó nem piedade: 38 a 10 nesta segunda-feira (20). O duelo fechou os trabalhos da surpreendente semana 6 da temporada 2020 da NFL.

O que Dallas mostrou em campo nesta segunda foi simplesmente assustador: a defesa foi mais uma vez horrorosa e o ataque nada produziu no primeiro jogo sem Dak Prescott. A equipe cedeu quatro turnovers e em todos eles o adversário transformou em pontos. Andy Dalton fez uma estreia muito ruim: acertou 34 de 54 passes para 266 jardas, um touchdown (no garbage time) e duas interceptações. Já a defesa é uma das piores da história da liga nas seis primeiras semanas e cedeu 438 jardas totais. Curiosamente, o time ainda lidera a fraquíssima NFC East com 2-4.

Mesmo longe de seu jogo mais espetacular, os Cardinals tiveram uma atuação consistente e souberam capitalizar nos erros do adversário. Kyler Murray deixou a desejar: completou nove de 24 passes para 188 jardas, dois touchdowns e nenhuma interceptação. Já o jogo corrido funcionou muito bem: foram 261 jardas totais e três touchdowns.

Veja também:

Cardinals forçam turnovers e abrem boa vantagem

Após um primeiro quarto bem truncado, com cinco punts consecutivos, os pontos começaram a aparecer no Texas. O grande responsável foi Ezekiel Elliott – infelizmente para o time da casa os pontos foram dos Cardinals. O running back de Dallas sofreu dois fumbles consecutivos e em ambas as campanhas Arizona transformou as boas posições de campo em touchdowns: passe de Murray para Kirk e mergulho de Drake para dentro da end zone. 14 a 0 para os visitantes.

Perdido no ataque e a lástima de sempre na defesa, Dallas sentiu o golpe e os Cardinals aproveitaram o bom momento para abrir uma grande vantagem ainda na primeira etapa com um touchdown maravilhoso de 80 jardas de Murray para Kirk. Os Cowboys conseguiram pontuar apenas nos minutos finais do primeiro tempo – em um field goal de 34 jardas de Greg Zuerlein. Dominante, Arizona foi para os vestiários vencendo por 21 a 03.


Confira aqui todos os resultados na Semana 6


Cowboys não reagem em atuação para esquecer no Texas

A máxima seguiu na segunda etapa: os Cowboys cometendo turnovers e os Cardinals transformando as roubadas de bola em pontos. Em uma atuação para esquecer, Andy Dalton lançou uma interceptação no primeiro drive do segundo tempo e Arizona transformou em mais sete pontos com um touchdown terrestre de Murray. Surra no Texas: 28 a 03.

Os poucos torcedores que foram ao AT&T Stadium já começavam a deixar o estádio após a atuação horrorosa dos Cowboys – dos dois lados da bola oval. Dalton coroou a lamentável performance com mais uma interceptação – que Arizona transformou em três pontos com um field goal curto de Zane Gonzalez.

Enquanto os Cardinals jogavam os minutos finais em ritmo de treino, Dallas tentavam ao máximo anotar, pelo menos, um touchdown ‘de honra’. Ele aconteceu no famoso ‘garbage time’: em passe de Andy Dalton para Amari Cooper. A pontuação não livrou a equipe de uma derrota vergonhosa por 31 a 10.

Comentários