Texans atropelam Lions fora de casa na abertura da rodada de Thanksgiving

Lions-Texans-Thanksgiving-2020-semana-12
Lions-Texans-Thanksgiving-2020-semana-12

Seguindo a clássica tradição anual, no primeiro duelo especial de “Thanksgiving Day” nesta quinta-feira (26), o Detroit Lions recebeu a visita do Houston Texans e saiu com um ‘gosto amargo’, após uma derrota dura por 41 a 25. Para Houston, o triunfo foi o terceiro nos últimos quatro jogos, seguindo a tendência positiva que a equipe vem apresentando recentemente. Já os donos da casa sofreram sua quarta derrota em cinco jogos e se afundaram ainda mais na lanterna da NFC Norte.

No atual momento, parece que não existem adjetivos para definir o quão bem vem jogando Deshaun Watson. Com suporte terrestre nulo, o camisa 4 mais uma vez foi espetacular, completando 17 de 25 passes para 318 jardas e 4 touchdowns. Nos últimos seis jogos, Watson tem 15 TDs e 0 INT.

Do lado dos Lions, Matthew Stafford bem que se esforçou, mas não conseguiu competir a altura do seu adversário. Com um elenco de apoio desfalcado, o veterano acertou 28 passes em 42 tentativas, somando 295 jardas, com 1 TD e 1 INT.

Como fica?

Com o belo triunfo fora de casa, os Texans melhoram para 4-7, na terceira posição da AFC Sul, mas seguem com chances minúsculas de playoffs. Os Lions, por sua vez, perderam uma grande oportunidade de encostar no topo da NFC Norte e chegaram também ao retrospecto de 4-7.

Veja também:

Houston vira duas vezes e lideram 1ª etapa marcada por turnovers

Jogando em casa, os Lions começaram a partida com tudo. Logo na primeira campanha – marcada por uma recepção de 51 jardas de T.J. Hockenson – a equipe saiu na frente, graças a uma curta corrida para touchdown do experiente Adrian Peterson. Com dificuldades para mover a bola no ataque, Houston abriu sua contagem no placar com uma jogada defensiva. O monstro J.J. Watt interceptou Matthew Stafford e retornou 16 jardas para contabilizar uma ‘pick six’. Ka’imi Fairbairn, porém, errou o extra point, e a equipe seguiu atrás no placar.

Na sequência, com uma conexão entre Deshaun Watson e o corredor C.J. Prosise, os Texans viraram o jogo pela primeira vez. Após ambas equipes ‘trocarem’ fumbles perdidos, os Lions reassumiram a liderança no duelo com outra corrida curta de Peterson. Sem problemas para os Texans, que, mais uma vez, viraram o placar, através de uma bela conexão longa entre Watson e Duke Johnson Jr. Após o two-minute warning, Fairbairn conectou um chute de 42 jardas. Assim, Houston foi para o intervalo liderando o jogo por 23 a 14.


Confira aqui todos os palpites para a semana 12


Conexão Watson-Fuller decide o jogo em favor dos Texans

Começando a segunda etapa com a posse de bola, Stafford comandou uma longa campanha que consumiu mais da metade do relógio do terceiro quarto. No entanto, os Lions saíram de campo apenas com três pontos através de um chute curto de Matt Prater. Seguindo a tônica das últimas três pontuações da partida, os Texans também anotaram um field goal curto, deixando o placar em 26 a 17.

No ínicio do quarto final, os Texans decidiram encerrar a “festa do field goal”. Com uma bomba de 40 jardas de Watson para Will Fuller, a máquina de touchdowns texana, Houston assumiu uma tranquila liderança de três posses de bola (após a conversão de dois pontos com sucesso). Após um turnover on downs dos Lions, Watson encontrou Fuller livre mais uma vez para o segundo grande TD da dupla no encontro, matando qualquer chance de Detroit no jogo.

Na busca de um milagre contra uma defesa recuada e mais relaxada, os Lions diminuíram a grande diferença com um touchdown do veterano Mohamed Sanu. A equipe seguiu brigando, mas não obteve sucesso. Placar final, Texans 41, Lions 25.

Próximos jogos

Na semana 13, ambos os times jogarão no domingo (06), às 15h de Brasília. Houston receberá o Indianapolis Colts em um duelo interno de divisão, enquanto os Lions visitarão os Bears, também em um encontro divisional.

Comentários