Vikings superam Bears na primeira vitória de Kirk Cousins no MNF; Foles sai lesionado

Os Vikings venceram com dois passes para TD de Kirk Cousins para Adam Thielen
Os Vikings venceram com dois passes para TD de Kirk Cousins para Adam Thielen

Acabou a seca! Demorou nove anos, mas enfim Kirk Cousins conquistou sua primeira vitória em Monday Night Football na carreira. Nesta segunda-feira, o quarterback liderou o Minnesota Vikings a vitória por 19 a 13 sobre o Chicago Bears no Soldier Field. Além da derrota na semana 10 da temporada regular, os Bears podem ter perdido Nick Foles para o restante do ano, que deixou o campo lesionado na parte final do duelo.

Vivendo a pior fase da temporada, com três derrotas consecutivas, o Chicago Bears novamente encontrou dificuldades. Nick Foles viveu uma noite apagadíssima e terminou o duelo com acertando 15 de 26 passes para 106 jardas e 1 interceptação. O destaque ofensivo ficou por Cordarrelle Patterson, que anotou um lindo touchdown de 104 jardas em um retorno de punt. Diferente do ataque, a defesa de Chicago se mostrou sólida, mas acabou sendo vencida pelo cansaço proporcionado pelo alto tempo do ataque dos Vikings em campo.

Pelo lado de Minnesota, enfim Kirk Cousins quebrou uma sequência indigesta de 3 derrotas seguidas para os Bears e venceu o rival de divisão pela primeira vez com a camisa dos Vikings. O quarterback terminou o jogo com 25/36 nos passes, 292 jardas, 2 TDs e 1 interceptação. Dalvin Cook encontrou problemas durante boa parte do jogo, mas conseguiu engrenar na parcial final e terminou o duelo com 30 carregadas para 96 jardas. Adam Thielen também foi fundamental com duas recepções para touchdown.

Como fica?

A vitória foi a terceira seguida do Minnesota Vikings, que agora alcança o recorde de 4-5 e fica empatado com o Detroit Lions, um triunfo atrás do próprio Chicago Bears, segundo colocado da NFC Norte. O Green Bay Packers lidera a divisão com 7-2.

Veja também:

Adam Thielen abre o placar, mas Cairo aparece duas vezes para diminuir

Decisivo para ambas as equipes, o clássico da NFC Norte começou com muito equilíbrio. Minnesota teve a primeira campanha da partida e caminhou bem até o campo de ataque, mas Danny Treavathan apareceu para tirar a bola da mão de Kyle Rudolph, e Tashaun Gipson recuperou o fumble para os Bears. A alegria de Chicago, porém, durou muito pouco. Na segunda tentativa de passe, Nick Foles tentou uma conexão com Anthony Miller, que dropou o passe e Harrison Smith ficou com a interceptação.

Os Vikings aproveitaram a segunda chance que tiveram rapidamente. Em pouco mais de 3 minutos, Kirk Cousins liderou uma boa campanha e encontrou um passe de 17 jardas para o touchdown de Adam Thielen com uma das mãos, abrindo o placar no Soldier Field. Na sequência, os Bears também conseguiram engatar um bom drive, mas a defesa de Minnesota apareceu bem na redzone e forçou um field goal de 23 jardas de Cairo Santos.

Como um reflexo da temporada até aqui, estava difícil para o time de Mike Zimmer encontrar uma consistência. Já no two minute warning, Cousins lançou para Adam Thielen no lado esquerdo, mas o recebedor dropou o passe e jogou a bola no colo de Khalil Mack, que ainda retornou à interceptação por 33 jardas. Porém, novamente Chicago não conseguiu entrar na endzone e Cairo Santos foi acionado novamente para converter um FG de 42 jardas, diminuindo placar para 7 a 6 antes do intervalo.


Confira aqui todos os resultados da semana 10


Patterson anota TD de 104 jardas, mas Cousins encontra Thielen novamente para a vitória

Se o primeiro tempo foi de “quases” para Chicago, a história mudou logo no primeiro instante. Cordarrelle Patterson recebeu o kickoff e disparou 104 jardas até a endzone adversária. Arrancada sensacional, touchdown e virada dos Bears. Mas se um retorno terminou bem para o time da casa, um outro esteve bem longe disso. Após um punt, Dwayne Harris bateu roupa e sofreu um fumble, recuperado por Josh Metellus já na redzone. Porém, desta vez foram os Vikings que falharam em alcançar o plano de gol e Dan Bailey anotou um field goal de 37 jardas.

O anticlímax deixou o Chicago Bears frustrado e brecou a empolgação da equipe. Minnesota, por sua vez, também seguia sem conseguir estabelecer o jogo terrestre com Dalvin Cook. O running back não estava conseguindo se criar dentro de campo e Kirk Cousins precisou encontrar em Justin Jefferson a chave para fazer o ataque andar. Contudo, a defesa prevaleceu novamente na hora decisiva e Dan Bailey precisou aparecer com um field goal de 43 jardas para empatar o jogo em 13 a 13. Mas a recuperação de Minnesota só estava começando.

Na campanha ofensiva seguinte, Cousins novamente colocou a bola debaixo do braço, levou o ataque até a redzone e encontrou Adam Thielen dentro do plano de gol para virar o jogo no Soldier Field. A tentativa de extra point não foi convertida e o placar ficou em 19 a 13. Chicago tentou correr atrás do prejuízo e acabou arrumando um maior ainda. No minuto final, Nick Foles tentou evitar um sack, mas se lesionou no lance e precisou sair de campo com a ajuda do carrinho da maca. Sem Mitchell Trubisky disponível por uma contusão no ombro, Tyler Bray foi a campo e não conseguiu evitar a vitória dos Vikings.

Próximos compromissos

Na semana 11, o Minnesota Vikings volta para casa e recebe o Dallas Cowboys no U.S. Bank Stadium, às 18h25 (de Brasília), no próximo domingo. O Chicago Bears, por sua vez, estará em sua bye week e só retorna a campo no dia 29 de novembro, quando enfrenta o Green Bay Packers no Sunday Night Football.

Comentários